DA MASCULINIDADE AO “MACHISMO BRUTAL AGUDO”

PERCURSOS MASCULINOS EM PEDRO JUAN GUTIÉRREZ

Autores

  • Rodrigo Valverde Denubila UFU

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.v0i76.53927

Palavras-chave:

Masculinidade, Pedro Juan Gutiérrez

Resumo

Com base nas obras de O rei de Havana e Fabián e o caos, do autor contemporâneo cubano Pedro Juan Gutiérrez, discute-se as construções das masculinidades, ou seja, os diferentes aspectos sócio-historicamente atribuídos ao ser do “ser homem”. Para tal, retoma-se as considerações de Elisabeth Badinter, em XY: sobre a identidade masculina; de Kate Millet, em Política sexual; de Wilhelm Reich, em A revolução sexual e de Heleieth Saffioti, em O poder do macho. Focaliza-se a construção das identidades masculinas, sendo que essa reflete na sexualidade e na relação com o outro. Objetiva-se, portanto, reconhecer como, independentemente do sistema político adotado, as relações patriarcais determinam a diferenciação entre as condutas certas e as condenáveis, em determinados contextos, como ser gay na Cuba pós-revolução castrista, que levam às dissidências e à homofobia. Observa-se igualmente como essas determinações da masculinidade influenciam as relações entre homens e mulheres, assim como alicerçam-se em um frágil discurso que fundamenta as axiologias do ser homem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BADINTER, E. XY: sobre a identidade masculina. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. 11. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1993.

GUTIÉRREZ, P. J. Fabián e o caos. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2016.

______. O rei de Havana. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2017.

MILLET, K. Política Sexual. Madri: Ediciones Cátedra, 1995.

REICH, W. A revolução sexual. São Paulo: Círculo do Livro, 1966.

SAFFIOTI, H. O poder do macho. São Paulo: Editora Moderna, 1991.

STUDART, H. Mulher objeto de cama e mesa. Petrópolis: Vozes, 1974.

Downloads

Publicado

2024-06-04

Como Citar

VALVERDE DENUBILA, R. DA MASCULINIDADE AO “MACHISMO BRUTAL AGUDO”: PERCURSOS MASCULINOS EM PEDRO JUAN GUTIÉRREZ. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 76, p. 214–236, 2024. DOI: 10.9771/ell.v0i76.53927. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/53927. Acesso em: 23 jul. 2024.