EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS DE MUDANÇAS ENCAIXADAS NO PB A PARTIR DOS TRABALHOS DE DUARTE (1992,1993 e 1995): DA EXPANSÃO DO SUJEITO PRONOMINAL EXPRESSO ÀS ESTRUTURAS DE FOCALIZAÇÃO

Autores

  • Mayara Nicolau de Paula Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.i72.46892

Palavras-chave:

Duarte (1992, 1993 e 1995), Mudança Linguística, Encaixamento

Resumo

O presente texto se propõe a prestar uma homenagem à Maria Eugênia Duarte e seu importante trabalho desbravador no âmbito da sintaxe do Português Brasileiro. Para isso, pretendo retomar e apresentar brevemente três trabalhos produzidos pela autora nos anos 90 e buscar estabelecer relações entre as evidências encontradas por ela e novos olhares que seguem a mesma linha descritiva. Por fim, pretendo traçar uma relação entre as análises da referida autora com a noção de encaixamento da mudança linguística proposta por Weinreich, Labov e Herzog (1968), demonstrando que a mudança na representação do sujeito pronominal desencadeou diversas outras mudanças na gramática do PB.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BELLETTI, Adriana. Answering Strategies: new information subject and the nature of clefts. Ms, Università di Siena, 2008.

CYRINO, Sonia, DUARTE, Maria Eugenia, KATO, Mary. Visible subjects andinvisible clitics in brazilianPortuguese In: KATO, M.A. e NEGRÃO, E.V. (Orgs.) Brazilian Portuguese and the Null Subject Parameter. Madri: Iberoamericana/Frankfurt: Vervuert, 2000. p. 55-73.

DUARTE, M. Eugênia L. A perda da ordem V(erbo) S(ujeito) em interrogativas qu- no português do Brasil. D.E.L.T.A., n. 8, v. Especial, p. 37-52, 1992,

________. Do pronome nulo ao pronome pleno: a trajetória do sujeito no português do Brasil. In: ROBERTS, Ian; KATO, Mary A. (Org.) Português Brasileiro: uma viagem diacrônica. Campinas: Ed. da UNICAMP, 1993, p. 107-128

________. A perda do princípio “evite pronome” no português brasileiro. 1995. Tese (Doutorado em Linguística) Instituto de Estudos da Linguagem, Unicamp, Campinas.

_______ . O sujeito em peças de teatro (1833-1992): estudos diacrônicos. São Paulo: Parábola, 2012

LONGHIN, Sanderleia Roberta. As construções clivadas: uma abordagem diacrônica. 1999. Dissertação (Mestrado em Linguística). Universidade Estadual de Campinas, Casmpinas, São Paulo.

MARINS, Juliana Esposito; PINHEIRO, Diogo. A trajetória das interrogativas Qu- clivadas e não clivadas no português brasileiro. In: DUARTE, Maria Eugênia Lammoglia (Org.). O sujeito em peças de teatro (1833-1992): estudos diacrônicos. São Paulo: Parábola, 2013.

MATTOS E SILVA, Rosa Virgínia. Ensaios para uma sócio-história do português brasileiro. São Paulo: Parábola. 2004

NICOLAU DE PAULA, Mayara. A ordem VS/SV e as interrogativas-Q no PE e no PB: uma análise diacrônica. 2016. Tese (Doutorado em Letras Vernáculas), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

NICOLAU DE PAULA, Mayara. Comparative diachronic analysis of wh-questions in Brazilian and European Portuguese. Diadorim, v. 19, n. Especial, p. 173-193, 2017.

ORSINI, Mônica T. As construções de tópico no português do Brasil: uma análise sintático-discursiva e prosódica. 2003. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: UFRJ/Faculdade de Letras.

ORSINI, Mônica T.; VASCO, Sérgio L. Português do Brasil: língua de tópico e de sujeito. Diadorim, n. 2, p. 83-97, 2007

PONTES, Eunice. O Tópico no Português do Brasil. Campinas: Ed. Pontes. 1987.

RIBEIRO, Ilza Maria de Oliveira. As mudanças sintáticas do PE - Questões sobre periodização. In: CASTILHO, Ataliba T. de; MORAIS, Maria Aparecida Torres; LOPES, Ruth E. Vasconcelos Lopes; CYRINO, Sônia Maria Lazzarini. (Orgs.). Descrição, história e aquisição do Português Brasileiro. Campinas: Pontes, 2007, p. 529-548.

ROSS, J. R. Constraints on variables in syntax. 1967. Ph.D. Thesis, Cambridge Massachusetts Institute of Technology.

SILVEIRA, D. M. A diacronia das clivadas e pseudo-clivadas: implicações da gramática V2 nas estruturas de foco. Cadernos de Estudos Linguísticos, v. 59, n. 2, p. 267–287, 2017.

VASCO, Sérgio L, Construções de tópico no português: as falas brasileira e portuguesa. 1999. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro: UFRJ/ Faculdade de Letras.

_____ . Construções de tópico na fala popular. 2006. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: UFRJ/ Faculdade de Letras.

Downloads

Publicado

2022-05-10

Como Citar

NICOLAU DE PAULA, M. EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS DE MUDANÇAS ENCAIXADAS NO PB A PARTIR DOS TRABALHOS DE DUARTE (1992,1993 e 1995): DA EXPANSÃO DO SUJEITO PRONOMINAL EXPRESSO ÀS ESTRUTURAS DE FOCALIZAÇÃO. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 72, p. 271–298, 2022. DOI: 10.9771/ell.i72.46892. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/46892. Acesso em: 25 maio. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ ESTUDOS EM LINGUÍSTICA FORMAL NO BRASIL