NORMALIDADE É LIBERDADE ECONÔMICA: TÁTICAS DE ENQUADRAMENTO SOBRE O EVENTO DA PANDEMIA DA COVID-19 NO DISCURSO PRESIDENCIAL

Autores

  • Jorge Luiz Ferreira Lisboa Júnior Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Maria Lucia Leitão de Almeida Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.v0i69.44291

Palavras-chave:

Táticas de enquadramento, COVID-19, Semântica Cognitiva, Discurso Negacionista.

Resumo

Este estudo discute algumas táticas de enquadramento sobre o evento da pandemia da COVID-19 em dois pronunciamentos do atual presidente da República. A partir do quadro teórico da semântica cognitiva, buscamos mostrar como essas táticas de enquadramento dependem do uso da linguagem metafórica e imaginativa para a negação de cenários da pandemia. Analisamos as seguintes táticas de enquadramento: NORMALIDADE É LIBERDADE ECONÔMICA, IMPORTÂNCIA É TAMANHO e FALSA CAUSALIDADE. Argumentamos também que o discurso de negação de cenários da pandemia baseia-se tipicamente em uma estratégia mais geral de enquadramento do tipo cross-frame negation (FILLMORE, 1985), que pode ser muito bem projetada em uma estrutura de pressuposição discursiva. Essa estrutura pressuposicional discursiva se estabelece por meio de um contra-frame em negação a outro frame convencionalmente compartilhado no discurso. Nossa reflexão pretende apontar para a importância de conhecermos padrões de estilo cognitivo que envolvem o discurso político quando comprometido com a negação como política de Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-04-15

Como Citar

LISBOA JÚNIOR, J. L. F.; DE ALMEIDA, M. L. L. NORMALIDADE É LIBERDADE ECONÔMICA: TÁTICAS DE ENQUADRAMENTO SOBRE O EVENTO DA PANDEMIA DA COVID-19 NO DISCURSO PRESIDENCIAL. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 69, p. 128–150, 2021. DOI: 10.9771/ell.v0i69.44291. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/44291. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS / ARTICLES