O GÊNERO POLICIAL NA NARRATIVA JUVENIL: INVESTIGAÇÃO DE O CASO DOS FALCÕES-PEREGRINOS (2019), DE SEVERINO RODRIGUES

Autores

  • Paula Grinko Pezzini Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) http://orcid.org/0000-0001-7531-4918
  • Clarice Lottermann Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

Palavras-chave:

Narrativa policial, Literatura juvenil, Severino Rodrigues

Resumo

A partir da narrativa O caso dos falcões-peregrinos (2019), do escritor pernambucano Severino Rodrigues, o artigo investiga os elementos clássicos, modernos e contemporâneos no que diz respeito ao gênero policial, bem como aspectos da literatura juvenil brasileira. A discussão parte de teóricos como Bordieu (1996) e Bakhtin (2006), em relação aos gêneros literários; Todorov (2006) e Fajardo (2018), no que concerne à ficção policial; e, para fundamentar a literatura juvenil, Lajolo e Zilberman (2007) e Luft (2010). Pode-se constatar que a obra analisada justapõe aspectos do romance policial clássico e do moderno, transformando-se em uma narrativa de suspense contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Grinko Pezzini, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

Mestranda em Letras pelo Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), com área de concentração em Linguagem e Sociedade e linha de pesquisa em Linguagem literária e interfaces sociais: estudos comparados.

Clarice Lottermann, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

Doutora em Estudos Literários pelo Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professora sênior do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).

Referências

ALBUQUERQUE, M. F. Literatura juvenil. E-Dicionário de termos literários de Carlos Ceia, 2009. Disponível em: https://edtl.fcsh.unl.pt/encyclopedia/literatura-juvenil/. Acesso em: 22 jun. 2021.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Tradução de Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BOURDIEU, P. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. Tradução de Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

CADEMARTORI, L. O professor e a literatura: para pequenos, médios e grandes. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

DIAS, E. S.; CARVALHO, D. B. A. A literatura juvenil contemporânea: breves considerações sobre a formação de um subsistema literário. Miscelânea, v. 26, p. 257–269, 2019.

FAJARDO, A. Narrativa juvenil contemporânea e o gênero policial: romance de enigma, noir e de suspense nas obras de Luís Dill. Travessias Interativas, v. 8, n. 15, p. 253–266, 2018.

JAMESON, F. O inconsciente político: a narrativa como ato socialmente simbólico. Tradução de Valter Lellis Siqueira. São Paulo: Ática, 1992.

LAJOLO, M.; ZILBERMAN, R. Literatura infantil brasileira: história e histórias. 6. ed. São Paulo: Ática, 2007.

LUFT, G. A literatura juvenil brasileira no início do século XXI: autores, obras e tendências. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, n. 36, p. 111–130, dez. 2010.

NUNES, L. C. O crime como método: um estudo da literatura policial na obra de Mayrant Gallo. 2014. Dissertação (Mestrado em Estudos Literários) – Departamento de Letras e Artes, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana.

RAMOS, A. M.; FONSECA, A. D. Tendências da literatura juvenil contemporânea: os temas fraturantes na obra de Ana Saldanha. Literartes, n. 4, p. 89, 2015.

RODRIGUES, S. O caso dos falcões-peregrinos. São Paulo: Cortez, 2019.

TODOROV, T. Tipologia do romance policial. In: TODOROV, T. As estruturas narrativas. Tradução de Leila Perrone-Moisés. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2006. p. 93-104.

Downloads

Publicado

2021-12-11

Como Citar

PEZZINI, P. G.; LOTTERMANN, C. O GÊNERO POLICIAL NA NARRATIVA JUVENIL: INVESTIGAÇÃO DE O CASO DOS FALCÕES-PEREGRINOS (2019), DE SEVERINO RODRIGUES. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 70, p. 187–210, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/44072. Acesso em: 25 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS / ARTICLES