Violência e trauma em Comissão das lágrimas, de António Lobo Antunes

Autores

  • Ana Paula Silva Silva Universidade Federal de Uberlândia Instituto Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.9771/2176-4794ell.v0i53.15416

Palavras-chave:

Memória, testemunho, identidade

Resumo

O romance de António Lobo Antunes, Comissão das lágrimas, publicado em 2011, traz testemunhos da violência no contexto pós-independência de Angola. Desse modo, estudamos, neste romance, como a configuração da escrita de caráter testemunhal potencializa a refiguração de identidades, tanto individuais quanto coletiva, após experiências traumáticas. Como aporte teórico, utilizamos autores como Paul Ricoeur, Beatriz Sarlo, Seligman-Silva, Bakhtin, bem como diversas contribuições da fortuna crítica do escritor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Silva Silva, Universidade Federal de Uberlândia Instituto Federal do Triângulo Mineiro

Mestre em Letras, área de concentração "Estudos Literários" e doutoranda em "Estudos Literários", linha de pesquisa "Literatura, memória e identidades". Docente da área de Linguagens no Instituto Federal do Triângulo Mineiro.

Downloads

Publicado

2016-10-12

Como Citar

SILVA, A. P. S. Violência e trauma em Comissão das lágrimas, de António Lobo Antunes. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 53, p. 163–176, 2016. DOI: 10.9771/2176-4794ell.v0i53.15416. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/15416. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Estudos Literários