POVOS INDÍGENAS E SUAS NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS (INDIGENOUS PEOPLES AND THEIR AUTOBIOGRAPHICAL NARRATIVES)

Autores

  • Suzane Lima Costa Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.9771/2176-4794ell.v0i50.14812

Palavras-chave:

Povos indígenas, autobiografia, memória, identidade.

Resumo

Dentro ou fora do âmbito acadêmico, as ideias sobre os indígenas no Brasil quase sempre excluem os seus nomes próprios para representá-los como coletividade, como povo. Falar em autobiografias ou em biografias indígenas ainda é estar diante de um assunto pouco investigado, tanto no campo das nossas Letras, quanto no campo da Etnologia indígena. Todavia, desde o início do processo de retomada das suas terras, os indígenas vêm produzindo uma série de narrativas autobiográficas, demonstrando como esse fazer textual, tradicionalmente vinculado à formação do indivíduo ocidental, pode ser constituído e reapropriado em diferentes traduções ameríndias. É na esteira desse cenário que pretendo apresentar uma discussão sobre essas produções, analisando o que dizem as suas assinaturas coletivas e como os seus nomes próprios são construídos e significam em nome do grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-11-08

Como Citar

COSTA, S. L. POVOS INDÍGENAS E SUAS NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS (INDIGENOUS PEOPLES AND THEIR AUTOBIOGRAPHICAL NARRATIVES). Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 50, 2014. DOI: 10.9771/2176-4794ell.v0i50.14812. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/14812. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos