Poesia e resistência: o sujeito poético na obra de Luís Quintais

Autores

  • Deyse Santos Moreira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.9771/2176-4794ell.v0i53.14775

Palavras-chave:

Poesia Portuguesa, Luís Quintais, Resistência, Sujeito Poético

Resumo

Adentrar as páginas que compõem a poesia de Luís Quintais é acompanhar o olhar de um sujeito poético sempre em movimento. É caminhar entre fragmentos, observando paisagens ruinosas. Imerso nesse cenário, este artigo tece reflexões sobre esse sujeito poético mal situado, relacionando-o com a situação da poesia contemporânea com o objetivo de mostrar como a existência de ambos se dá enquanto resistência, fazendo da condição marginal um lugar de habitação.  

Adentrar as páginas que compõem a poesia de Luís Quintais é acompanhar o olhar de um sujeito poético sempre em movimento. É caminhar entre fragmentos, observando paisagens ruinosas. Imerso nesse cenário, este artigo tece reflexões sobre esse sujeito poético mal situado, relacionando-o com a situação da poesia contemporânea com o objetivo de mostrar como a existência de ambos se dá enquanto resistência, fazendo da condição marginal um lugar de habitação.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-10-12

Como Citar

MOREIRA, D. S. Poesia e resistência: o sujeito poético na obra de Luís Quintais. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 53, p. 291–302, 2016. DOI: 10.9771/2176-4794ell.v0i53.14775. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/14775. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

VARIA