TRAÇOS EXISTENCIALISTAS EM ONDE ANDARÁ DULCE VEIGA DE CAIO FERNANDO ABREU

Autores

  • Rafael Quevedo

DOI:

https://doi.org/10.9771/2176-4794ell.v1i49.14104

Resumo

Sem pretender situar o romance de Caio Fernando Abreu na linha dos chamados romances existencialistas, este trabalho pretende identificar em Onde Andará Dulce Veiga a representação de questões centrais do existencialismo sartreano trabalhadas pelo filósofo francês em O Ser e o Nada e O Existencialismo é um Humanismo. Com esse intuito, traçamos alguns paralelos entre o romance de Caio Fernando Abreu e a novela A Náusea de Sartre.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-11-03

Como Citar

QUEVEDO, R. TRAÇOS EXISTENCIALISTAS EM ONDE ANDARÁ DULCE VEIGA DE CAIO FERNANDO ABREU. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, v. 1, n. 49, 2015. DOI: 10.9771/2176-4794ell.v1i49.14104. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/14104. Acesso em: 25 abr. 2024.

Edição

Seção

Estudos Literários