A CRISE DUM OCIDENTAL: CESÁRIO VERDE E A IMPOSSIBILIDADE DO “LIVRO”

Autores

  • Silvio Cesar dos Santos Alves

DOI:

https://doi.org/10.9771/2176-4794ell.v0i51.13756

Palavras-chave:

Cesário Verde, autoria, campo literário.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo abordar aspectos da obra do poeta português José Joaquim Cesário Verde (1855-1886) relacionados à crise de autoria do final do século XIX, que teve em Stéphane Mallarmé um paradigma importante. Trata-se do drama da impossibilidade do livro, da própria escrita, ou seja, da esterilidade autoral. Em sua crise, Cesário Verde também negaria a escrita poética e jamais publicaria o livro que prometera mais de uma vez. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-17

Como Citar

ALVES, S. C. dos S. A CRISE DUM OCIDENTAL: CESÁRIO VERDE E A IMPOSSIBILIDADE DO “LIVRO”. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 51, 2015. DOI: 10.9771/2176-4794ell.v0i51.13756. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/13756. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS / ARTICLES