ÉPOS, ÉPICO E EPOPEIA: NOTAS SOBRE O ALARGAMENTO DA NOÇÃO DE ÉPICO NA CRÍTICA DA POESIA BRASILEIRA DO SÉCULO XX

Autores

  • Gustavo Scudeller

DOI:

https://doi.org/10.9771/2176-4794ell.v0i51.13747

Palavras-chave:

Gêneros Literários, Haroldo de Campos, Gerardo Mello Mourão

Resumo

Como muitos gêneros literários, algumas noções da crítica sofreram diversas alterações ao longo do século XX. Épos, épico e epopéia são algumas delas. Este trabalho abrange usos comuns dessas noções, a fim de explicar como a crítica da poesia brasileira as tem entendido ao lidar com as mudanças experimentadas pela poesia moderna neste período. Para isso, propõe a leitura de alguns fragmentos de teoria de dois grandes poetas brasileiros, se considerados em vista desses problemas: Gerardo Mello Mourão (1917-2007) e Haroldo de Campos (1929-2003).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-17

Como Citar

SCUDELLER, G. ÉPOS, ÉPICO E EPOPEIA: NOTAS SOBRE O ALARGAMENTO DA NOÇÃO DE ÉPICO NA CRÍTICA DA POESIA BRASILEIRA DO SÉCULO XX. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 51, 2015. DOI: 10.9771/2176-4794ell.v0i51.13747. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/13747. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS / ARTICLES