VIVÊNCIAS DA DELIBERAÇÃO MORAL DE ENFERMEIRAS NO ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR MÓVEL

Simone da Silva Oliveira, Adriana Braitt Lima, Darci de Oliveira Santa Rosa, Genival Fernandes de Freitas, Mariana Oliveira Antunes Ferraz

Resumo


Objetivo: compreender como as enfermeiras vivenciam a ação de deliberação moral no cenário de prática. Método: pesquisa fenomenológica fundamentada no referencial de Alfred Schutz realizada mediante entrevistas com 12 enfermeiras de um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Da análise ideográfica e nomotética foram obtidas as categorias concretas do vivido. Resultados: emergiram três categorias: significados da ação da deliberação moral das enfermeiras no atendimento pré-hospitalar móvel de urgência que se referem ao contexto do atendimento; o conhecimento técnico-científico como fundamento para a ação da deliberação moral; e a dimensão social das relações estabelecidas entre as equipes como fonte de problemas éticos. Conclusão: foram desvelados fatores que incidem na prática, revelando elementos que favorecem a deliberação, como as experiências do vivido, o compartilhamento das situações e os conflitos que demandam a tomada de decisão. Emerge, assim, um novo olhar para a prática das enfermeiras pautada em um agir ético, responsável e prudente.

Descritores: Bioética. Enfermagem. Enfermeiras e Enfermeiros. Resolução de Problemas. Socorro de Urgência.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v35.38733

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt