CONHECIMENTOS DE ADOLESCENTES SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS E INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Kleber José Vieira, Nayara Gonçalves Barbosa, Juliana Cristina dos Santos Monteiro, Letícia de Almeida Dionízio, Flávia Azevedo Gomes-Sponholz

Resumo


Objetivos: identificar os conhecimentos de adolescentes sobre práticas sexuais seguras e identificar as necessidades de informação dos adolescentes sobre infecções sexualmente transmissíveis e gravidez. Método: estudo transversal realizado com 499 adolescentes de escola pública, de fevereiro a abril de 2017, por meio de questionário au-toaplicado e semiestruturado. Resultados: o método mais conhecido foi o preservativo masculino (94,4%); dentre os adolescentes do sexo masculino, 22,7% julgaram desnecessário o uso de preservativo em todas as relações se-xuais (p<0,01) e 24,6% afirmaram que contraceptivos orais protegiam contra infecções sexualmente transmissíveis (p=0,04). Conclusão: os adolescentes apresentaram concepções prévias e eventualmente superficiais a respeito da prevenção de IST e da gravidez. As participantes do sexo feminino apresentaram maior conhecimento a respeito dos métodos contraceptivos, infecções sexualmente transmissíveis e práticas de sexo seguro. A identificação de de-ficiência no conhecimento apresentada pelo grupo investigado recomenda a realização de atividades relacionadas ao tema da educação sexual nas escolas.

Descritores:Saúde do Adolescente.Educação Sexual. Gravidez na Adolescência. Infecções Sexualmente Transmissíveis.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v35.39015

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt