Número de internações hospitalares, custos hospitalares, média de permanência e mortalidade por insuficiência cardíaca nas regiões brasileiras, no ano de 2017

Autores

  • Séres Costa de Souza UFBA
  • Cássio Magalhães da Silva e Silva UFBA
  • Helena França Correia dos Reis
  • Mansueto Gomes Neto UFBA

DOI:

https://doi.org/10.9771/cmbio.v17i3.28626

Palavras-chave:

Insuficiência Cardíaca. Hospitalização. Mortalidade. Epidemiologia. Brasil.

Resumo

A insuficiência cardíaca (IC) é, hoje, um dos principais problemas de saúde nos países desenvolvidos e provoca importante redução da qualidade de vida, sendo, ainda, uma importante causa de internação em todas as regiões brasileiras. Objetivos: descrever o número de internações por IC por regiões brasileiras no ano de 2017 e o impacto dessas internações nos custos hospitalares. Analisar o número de internações por regiões. Discutir a média de permanência de internações hospitalares por regiões. Comparar a média de permanência e a taxa de mortalidade por regiões. Avaliar o impacto dos custos hospitalares por internação, por regiões. Metodologia: pesquisa de natureza quantitativa, descritiva,  realizada no ano de 2017, baseada em dados se­cundários, constituídos por informações de saúde coletadas no Departamento de Informática do Sistema Úni­co de Saúde (DATASUS), a partir do Sistema de Informações Hospitalares (SIH/SUS). Resultados: No Brasil, no ano de 2017, foi verificado um total de internações por IC de 208.111, correspondente a um valor total de R$ 339.719.216,50 de custos hospitalares por IC, com uma média de permanência total de 7,5 dias de internamento por IC e uma taxa de mortalidade de 11%. Destaca-se uma forte correlação entre média de permanência e a taxa de mortalidade, tendo como resultado r = 0,871. Conclusão: As internações de indivíduos por IC correspondem a um alto risco, por ser esperada uma taxa de mortalidade elevada nesse perfil de pacientes. Melhoria na qualidade assistencial e maiores ações por parte do governo são necessárias para conscientizar a população sobre os meios de prevenção e o tratamento correto da a insuficiência cardíaca, responsável pela maior taxa de mortalidade no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Séres Costa de Souza, UFBA

Especialista em Terapia Intensiva, UFBA

Cássio Magalhães da Silva e Silva, UFBA

Doutor em Processos Interativos de Órgãos e Sistemas, UFBA

Helena França Correia dos Reis

Doutora em Medicina e Saúde Humana, UFBA

Mansueto Gomes Neto, UFBA

Doutor em Medicina e Saúde, UFBA.

Downloads

Publicado

2018-12-18

Como Citar

Souza, S. C. de, Silva, C. M. da S. e, Reis, H. F. C. dos, & Gomes Neto, M. (2018). Número de internações hospitalares, custos hospitalares, média de permanência e mortalidade por insuficiência cardíaca nas regiões brasileiras, no ano de 2017. Revista De Ciências Médicas E Biológicas, 17(3), 376–380. https://doi.org/10.9771/cmbio.v17i3.28626

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)