Memórias de médicas-cultural da Bahia e Portugal

escrita de si "entre vida-morte" e a humanização da ciência lida em plataforma digital

Autores

Palavras-chave:

Memória, Médicas-Cultural, Informação, Plataforma digital , WEBSISMEDICOS, Médicos e cultura

Resumo

Cabe nesta pesquisa a proposição de reunir nomes de médicas baianas e portuguesas,formadas em Portugal e na Bahia, que ultrapassaram fronteiras da ciência e legaram patrimônio à sociedade. A memória de médicas-cultural apresenta leitura de vidas, realizações, pensamentos, refletidos em dois séculos, de 1808 à atualidade -data ponto departida da criação da Escola-Médica da Bahia -descortina a temporalidade, costume, moda e comportamento, e avista a cultura de mulheres-médicas, destes dois países, protagonistas das artes, literatura, filosofia, política, de lutas pela igualdade de direito, assim por diante, apresentada na plataforma WEBSISMEDICOS e a Cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zeny Duarte de Miranda, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Doutora em Letraspela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Coordenadora do G-Acervos –CNPq. Memorialista. Professora Titular da UFBA.

Referências

BRANCO, Daniel J.B.C.. A plataforma WIKIno acesso à informação de arquivos pessoais e memórias de médicos. Dissertação (Dissertação em Ciência da Informação) –UFBA. Salvador, p.90. 2018.

DUARTE, Zeny; Silva, Armando Malheiro da. Os médicos e a cultura em Portugal e na Bahia: olhar(es) introspectivo e analítico sobre o “modo de ser e de estar” médico-cultural. Salvador: EDUFBA, 2016.

JACOBINA, Ronaldo; Castellucci, José; Pinto, Emerson; Melo, Eliane Maria Noronha. Os acadêmicos de Medicina e os 200 anos da Faculdade de Medicina da Bahia: da criação da escola em 1808 à participação na guerra do paraguai (1864-70). Salvador. Gaz. méd. Bahia 2008;78:1(Jan-Jun):11-23.

MOREIRA, P. E.P. (2012). O pai da nutrição em Portugal. Life & Stylee Bem-Estar. Recuperado dehttp://lifestyle.publico.pt/nutricao/299999_emilio-peres-o-pai-da-nutricao-em-portugal.MORIN, Edgar. (1962). L ’Esprit du temps I. Névrose. Paris: Grasset, 283 páginas.

SANTOS, Malaquias Alves dos. Memória Histórica da Faculdade de Medicina da Bahia relativa ao anno de 1854.Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1905.

SILVA, Ademir; COELHO, Teresa. Rita Lobato: a primeira médica formada pela Faculdade de Medicina da Bahia. In: Os médicos e a cultura em Portugal e na Bahia: olhar(es) introspectivo e analítico sobre o “modo de ser e de estar” médico-cultural. Salvador: EDUFBA, 2016, p.140.

TEIXEIRA, Rodolfo. Memória histórica da faculdade de medicina do Terreiro de Jesus (1943-1995). 3ª. ed. -Salvador: EDUFBA, 2001.

Downloads

Publicado

2020-09-11

Como Citar

MIRANDA, Z. D. de. Memórias de médicas-cultural da Bahia e Portugal: escrita de si "entre vida-morte" e a humanização da ciência lida em plataforma digital. Revista Fontes Documentais, [S. l.], v. 3, n. Ed. Especial, p. 623–631, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/RFD/article/view/57722. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

SESSÃO TEMÁTICA V: Memória, Identidade e Cultura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>