Ambientes colaborativos em plataformas digitais sob a perspectiva da análise de redes sociais de médicos-cultural

Autores

Palavras-chave:

Médico-cultural, Websismedicos, Plataformas digitais, Preservação digital, Redes sociais, Redes Colaborativas

Resumo

Apresentaremos o atual estágio de utilização da plataforma digital colaborativa WEBSISMEDICOS, pontuando a sua importância como instrumento de preservação digital em um contexto pós-custodial e na construção do conceito médico-cultural. Também iremos propor uma abordagem em relação a temática da Análise de Redes Sociais, buscando o embasamento prático para a questão do mapeamentodos hubs, pertencentes a Comunidade de Países de Língua Portuguesa,e como as mídias sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin) podem ser determinantes para engajamento dos usuários no preenchimento da plataforma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Branco, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Doutorando e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor Técnico Universitário. Bolsista FAPESB

Zeny Duarte de Miranda, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Doutora em Letras pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pós-Doutora em Ciência da Informação em
Plataformas Digitais (U.Porto). Professora Titular da UFBA

Referências

ANDRADE, M. T. T., Rosa, M. G., FADIGAS, I. S., PEREIRA, H. B. B. (2015). O papel dos docentes em programas de pós-graduação: uma abordagem baseada em redes. In CSBC-BraSNAM, p. 1-6.

BRANCO, Daniel de Jesus Barcoso Cautela. A PLATAFORMA WIKI NO ACESSO À INFORMAÇÃO DE ARQUIVOS PESSOAIS E MEMÓRIAS DE MÉDICOS. 2018. 107 f. Dissertação (Mestrado) -Curso de Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2018. Disp. em: http://repositorio.ufba.br:8080/ri/bitstream/ri/28546/1/DISSERTA%C3%87%C3%83O%20FINAL%20DANIEL%20BRANCO%20-%20PPGCI%20UFBA.pdf. Acesso em: 16 ago. 2020.

CASTELLS, M.; A Galáxia da Internet: Reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. Tradução Eliana Rocha. -São Paulo: Senac, 2006. 426p.

DUARTE, Zeny; SILVA, Armando Malheiro da (Org.). Os médicos e a cultura em Portugal e na Bahia: olhar(es) introspectivo e analítico sobre o “modo de ser e de estar” médico-cultural. Salvador: Edufba, 2016. 226 p.

FERNANDES, Marcia Leite. O cognitivismo na CI: a leitura de Ingwersen e a passagem do modelo matemático ao cognitivo. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo, v.7, n.2, p. 140-155, jul./dez. 2011.

FUJITA, M. S. L., MARTELETO, R. M., GINEZ DE LARA, M. L. A dimensão epistemológica da ciência da informação e suas interfaces técnicas, políticas e institucionais nos processos de produção, acesso e disseminação da informação. Marília: Editora da UNESP, 2008.

HIGGINS, S. S.; RIBEIRO, A. C. A. Análise de redes em Ciências Sociais–Brasília: Enap, 2018. 227 p.

LAUDON, KENNETH C., Sistemas de Informações Gerenciais-7ª. Edição –São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

MARTELETO, Regina Maria. Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação Ci. Inf., Brasília, v. 30, n. 1, p. 71-81, jan./abr. 2001.

NETTO, P. O. B. Grafos: Teorias, Modelos, Algoritmos. 5. ed. São Paulo: Edgar Blucher, 2012.

SILVA, A. M. et al. Arquivística: teoria e prática de uma ciência da informação. 3.ed. Porto: Edições Afrontamentos, 2009.

SILVA, Armando Malheiro da. A informação: da compreensão do fenómeno e construção do objecto científico. Porto: Edições Afrontamento, 2006.

Downloads

Publicado

2020-09-11

Como Citar

BRANCO, D.; MIRANDA, Z. D. de. Ambientes colaborativos em plataformas digitais sob a perspectiva da análise de redes sociais de médicos-cultural. Revista Fontes Documentais, [S. l.], v. 3, n. Ed. Especial, p. 668–674, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/RFD/article/view/57716. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

COMUNICAÇÕES: Médicos-Cultural: Informação, Memória, Identidade e Patrimônio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>