AGRADAR OS E AGRADECER AOS DEUSES:

SER ATACADO ENTRE POVOS INDÍGENAS DO NORDESTE DO BRASIL

Autores

  • Cyril Florian Menta Département de la recherche et de l'enseignement du musée du Quai Branly - Jacques Chirac

DOI:

https://doi.org/10.9771/revpre.v10i10.37570

Palavras-chave:

rituais, mundo invisível, Índios Pankararu, Índios Pankararé

Resumo

Minha experiência etnográfica caracteriza-se por uma imersão progressiva no mundo ritual dos Índios Pankararé (Estado de Bahia) e Pankararu (Estado de Pernambuco). O objetivo desse artigo é apresentar alguns dos elementos que possibilitaram essa pesquisa. As relações mantidas com o mundo invisível são essenciais nos rituais observados: através do sonho, do transe de possessão ou da visão, elas favorecem a aquisição de conhecimentos e a elaboração dos rituais. Mostrarei como habilidades pessoais para o sonho, descobertas durante meu campo, entraram em ressonância com experiências individuais indígenas. Diversas doenças menores que contraí foram interpretadas como ataques das entidades invisíveis. Eu tomava conhecimento, através do meu próprio corpo, do esquema clássico das relações com o mundo invisível, que consiste em uma oscilação constante entre, de um lado, a recusa pessoal e o ataque cósmico, e, do outro, a aceitação pessoal e proteção. Agradar os e agradecer aos Deuses aparecem como maneiras viáveis para diminuir os ataques. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cyril Florian Menta, Département de la recherche et de l'enseignement du musée du Quai Branly - Jacques Chirac

etnologia; Nordeste do Brasil

Downloads

Publicado

2022-04-18

Como Citar

Menta, C. F. (2022). AGRADAR OS E AGRADECER AOS DEUSES:: SER ATACADO ENTRE POVOS INDÍGENAS DO NORDESTE DO BRASIL. Revista Prelúdios, 10(10), 165–183. https://doi.org/10.9771/revpre.v10i10.37570