UMA ETNOGRAFIA DOS LAUDOS ANTROPOLÓGICOS DE RECONHECIMENTO TERRITORIAL QUILOMBOLA:

APONTAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS E ÉTICOS DA PESQUISA

Autores

  • Flavio Luis Assiz dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.9771/revpre.v10i10.36902

Palavras-chave:

Laudos Antropológicos, Processos Etnográficos, Método

Resumo

Este artigo apresenta um recorte teórico-metodológico e ético de uma pesquisa etnográfica que tomou como objeto de análise o campo de atuação profissional da produção dos laudos antropológicos de reconhecimento dos territórios quilombolas. Tendo como referência os laudos antropológicos elaborados pela Superintendência Regional do INCRA na Bahia, de 2003 a 2018, a pesquisa consistiu em realizar uma descrição e análise desses laudos, sob a perspectiva dos processos etnográficos (Silva, 2015) que lhes deram origem, suas características e suas consequências. O método forjado pela/na pesquisa, baseado no diálogo com os agentes e documentos deste campo de atuação profissional, e lastreado pelas categorias do contexto, texto, subtexto e pós-texto, permitu fomentar uma reflexividade antropológica sobre os laudos de identificação e delimitação territorial quilombola na Bahia e fazer uma análise comparativa dos seus processos etnográficos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavio Luis Assiz dos Santos

Doutor em Antropologia (UFBA) e servidor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA)

Downloads

Publicado

2022-04-18

Como Citar

Santos, F. L. A. dos. (2022). UMA ETNOGRAFIA DOS LAUDOS ANTROPOLÓGICOS DE RECONHECIMENTO TERRITORIAL QUILOMBOLA: : APONTAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS E ÉTICOS DA PESQUISA. Revista Prelúdios, 10(10), 26–47. https://doi.org/10.9771/revpre.v10i10.36902