Segredos e ‘verdades’ acerca da condição intersexual em Grey’s Anatomy

Autores

  • Luciana Aparecida Siqueira Silva Instituto Federal Goiano Campus Urutaí/ Universidade Federal de Uberlândia
  • Claudiene Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Laíne Lopes da Silva Universidade Federal de Sergipe
  • Elenita Pinheiro de Queiroz Silva Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

O binômio do sexo é uma obsessão do Ocidente. Esta é uma afirmação de Paul Beatriz Preciado em uma entrevista que concede em 2008. Com ela, analisamos como a condição intersexual e as pessoas intersexo são apresentadas em dois episódios da série Grey’s Anatomy. Perguntamos pelos discursos mobilizados nas narrativas dos episódios e pelo protagonismo ou invisibilidade e apagamento das vozes dos corpos intersexos. Ainda nos interessamos pelos ensinamentos da série sobre estes corpos. Encontramos a reiteração da  heteronormatividade, a exploração das relações afetivas, o discurso médico, o diagnóstico e o segredo que guardam o corpo intersexo. Estes últimos, são usados como mecanismos de funcionamento do binômio do sexo e da produção de identidade de gênero e corpos ‘normais’, via família e medicina, que fazem acordos de silêncio quanto à adequação dos corpos a uma inteligibilidade de gênero alinhada ao sexo. A série transita mais no polo da ordem do que da desordem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Aparecida Siqueira Silva, Instituto Federal Goiano Campus Urutaí/ Universidade Federal de Uberlândia

Docente do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí, Núcleo de Ciências Biológicas. Doutoranda em Educação, Universidade Federal de Uberlândia.

Claudiene Santos, Universidade Federal de Sergipe

Doutora em Psicologia (FFCLRP/USP). Docente do Programa de Pós Graduação Interdisciplinar de Cinema e Narrativas Sociais da Universidade Federal de Sergipe.

Laíne Lopes da Silva, Universidade Federal de Sergipe

Comunicóloga. Mestranda do Programa de pós-graduação Interdisciplinar em Cinema da Universidade Federal de Sergipe

Elenita Pinheiro de Queiroz Silva, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Educação. Professora Associada 2 da Universidade Federal de Uberlândia/Faculdade de Educação.

Downloads

Publicado

2021-08-16 — Atualizado em 2021-08-16

Versões

Como Citar

Siqueira Silva, L. A., Santos, C., da Silva, L. L., & Silva, E. P. de Q. (2021). Segredos e ‘verdades’ acerca da condição intersexual em Grey’s Anatomy. Revista Periódicus, 1(16), 74–105. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/43016

Edição

Seção

DOSSIÊ 16 - Intersexualidade: desafios de gênero