Juventudes universitárias: masculinidades em disputa

Autores

  • Gabriel Morais Universidade de São Paulo

Resumo

O artigo visa problematizar como jovens universitários compreendem o conceito de masculinidades e de que forma ocorrem suas performatividades naquele ambiente. Como esses jovens fundamentam o que é “ser homem” e seus conflitos em relação as possibilidades de vivenciar os gêneros. Para tal, o artigo trabalha com um recorte: alunos, em sua maioria de dezoito anos, da Universidade de São Paulo, campus Butantã, mais especificamente da Escola de Comunicações e Artes. A análise é feita a partir de vários encontros extra- curriculares realizados no segundo semestre de 2019 tanto dentro como fora do espaço universitário. É a partir desse panorama que é possível refletir como homens e mulheres estão em disputa em seu caminho de (re)significar “ser homem”. Enquanto homens ainda estão em um primeiro estágio de consciência sobre a ação normalizadora, as mulheres já conseguem identificar, classificar e agir em torno da norma, principalmente por serem dela as principais vítimas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Morais, Universidade de São Paulo

Mestrando no programa de pós-graduação DIVERSITAS - Programa de Pós-Graduação Humanidades, Direitos e Outras Legitimidades, na FFLCH-USP, com pesquisas na área de gênero e sexualidade. Possui graduação em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda pela Universidade de São Paulo, sendo bolsista de Iniciação Científica no período, e passagem pela University of Amsterdam (Universiteit van Amsterdam). Tem experiência nas áreas de Gênero, Sexualidade, Comunicação, Comportamento do consumidor e Moda.

Downloads

Publicado

2021-08-16

Como Citar

Morais, G. (2021). Juventudes universitárias: masculinidades em disputa. Revista Periódicus, 1(16), 264–275. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/37029