Dispositivos Portáteis para Detecção de Glúten em Amostras de Alimento: um estudo de prospecção tecnológica

Autores

  • Leonardo Maciel Faisca Instituto Federal Fluminense
  • Rogerio Atem de Carvalho Instituto Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v14i4.44086

Palavras-chave:

Prospecção, Patentes, Doença Celíaca.

Resumo

A doença celíaca implica diretamente nos hábitos e nas práticas alimentares dos indivíduos intolerantes ao glúten. Por ser uma doença cujo tratamento é voltado para a restrição de alimentos que contenham o glúten, a inclusão de novas práticas alimentares pode significar um deslocamento social e cultural, uma vez que o mercado ainda se encontra relativamente despreparado para atender a essa demanda. Pensando na melhoria da qualidade de vida de indivíduos com essa patologia, este trabalho tem como objetivo realizar a prospecção tecnológica com o intuito de mapear o desenvolvimento tecnológico de equipamentos que identifiquem a presença de glúten em amostras de alimentos. Como ferramenta de prospecção, foi utilizada a plataforma Orbit, na qual foram encontradas 596 famílias de patentes sobre o tema, pertencentes à ao código da Classificação Internacional de Patentes (CIP) G01N. Dessa forma, espera-se que esta prospecção possa influenciar as inovações sobre essa temática na indústria, na sociedade e na economia de forma geral, visto o déficit de trabalhos no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Maciel Faisca, Instituto Federal Fluminense

Pós-graduado em Informática na Educação.

Rogerio Atem de Carvalho, Instituto Federal Fluminense

Doutor em Engenharia de Produção.

Referências

ARAÚJO, Halina Mayer Chaves et al. Doença celíaca, hábitos e práticas alimentares e qualidade de vida. Rev. Nutr., Campinas, v. 23, n. 3, p. 467-474, 2010.

BAYER. Bayer research and innovation. 2020. Disponível em: https://www.bayer.com/en/research-and-innovation.aspx. Acesso em: 20 jun. 2020.

DOTS CORP. Dots Corporation. 2020. Disponível em: https://www.dotscorp.com/technology/. Acesso em: 28 jun. 2020.

EVARISTO, Beatriz, Celíacos: Estatísticas e protocolos no Brasil. 2017. Disponível em: https://www.asbran.org.br/noticias/celiacos-faltam-estatisticas-e-protocolos-no-brasil. Acesso em: 5 jun. 2020.

FALCOMER, A. L. Gluten contamination in food services and industry: A systematic review. Critical Reviews in Food Science and Nutrition, [s.l.], v. 0, n. 0, p. 1-15, 2018.

FALLAVENA, L. P. O perfil do consumidor de produtos sem glúten: necessidade ou modismo? 2015. 91p. Graduação (Trabalho de Conclusão de Curso) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

FARAGE, P. Gluten contamination in gluten-free bakery products: a risk for coeliac disease patients. Public Health Nutrition, [s.l.], v. 20, n. 3, p. 413-416, 2016.

FENACELBRA. 2020. Disponível em: http://www.fenacelbra.com.br/fenacelbra/doenca-celiaca/. Acesso em: 6 jun. 2020

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Classificação de patentes. [2020]. Disponível em: http://ipc.inpi.gov.br/classifications/ipc/ipcpub/. Acesso em: 5 jun. 2020.

LIN, Hsing-Ying et al. Integrated Magneto-Chemical Sensor For On-Site Food Allergen Detection. ACS Nano, [s.l.], v. 11, n. 10, p. 10.062-10.069, 2017.

MANSHARAMANI, Vikram. We're in a gluten-free bubble that is about to burst. Fortune, on-line, 2015. Disponível em: https://fortune.com/2015/05/05/gluten-free-foods/. Acesso em: 20 jun. 2020.

MAYERHOFF, Z. D. V. L. Uma análise sobre os estudos de prospecção tecnológica. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 1, n. 1, p. 7-9, 2008.

NIMA LABS. Nima Sensor. 2020. Disponível em: https://nimasensor.com/. Acesso em: 29 jun. 2020.

ORBIT. Plataforma Questel Orbit: Axonal. 2020. Disponível em: https://www.axonal.com.br/capacitacao_info.php?id=114. Acesso em: 20 maio 2020.

PRATESI, Riccardo; GANDOLFI, Lenora. Doença celíaca: a afecção com múltiplas faces. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre, v. 81, n. 5, p. 357-358, 2005.

TAKEDA. Better Health, Brighter Future. 2020. Disponível em: https://www.takeda.com/ Acesso em: 27 jun. 2020.

ZHANGA, J. et al. An integrated, accurate, rapid, and economical handheld consumer gluten detector. Food Chemistry, [s.l.], v. 275, 446-456, 2019.

Downloads

Publicado

2021-10-01

Como Citar

Faisca, L. M., & de Carvalho, R. A. (2021). Dispositivos Portáteis para Detecção de Glúten em Amostras de Alimento: um estudo de prospecção tecnológica. Cadernos De Prospecção, 14(4), 1174–1185. https://doi.org/10.9771/cp.v14i4.44086

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos