Monitoramento Tecnológico de Patentes da Área Cosmética Voltadas para a Pele

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v14i1.35547

Palavras-chave:

Indústria Cosmética. Patentes. Produtos Dermatológicos.

Resumo

 

O Brasil é considerado um dos principais consumidores para produtos cosméticos no mundo e, por isso, faz-se necessária a realização de monitoramentos tecnológicos para esse tema. A metodologia de pesquisa utilizada neste trabalho consistiu em buscas na base de dados de patentes Orbit. A estratégia de busca retornou um total de 9.566 documentos. A partir dos resultados gerados, é possível observar a evolução anual dos pedidos de patente por data de prioridade, notando-se uma curva crescente desde o ano de 1990 até o ano de 2002, porém, desde o ano de 2003 até os dias atuais, 2020, tem ocorrido uma queda gradual em relação às publicações de pedidos da área cosmética voltada para a pele. Adicionalmente, evidenciou-se que o Japão, os Estados Unidos e a Europa são os principais depositantes de patentes e de publicações da área cosmética para a pele de uma maneira geral. O Brasil, apesar de não estar entre os primeiros colocados na listagem evidenciada, aparece entre os 20 países mais relevantes, destacando-se como um mercado em expansão e cada dia mais promissor em relação ao tema. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taina Melo Karklis, Universidade Federal do Rio de Janeiro PROFNIT

Aluna de Mestrado - PROFNIT - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Farmacêutica - Especialista em Patentes

Renata Angeli, Universidade Federal do Rio de Janeiro PROFNIT

PROFNIT - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Flávia Lima do Carmo, Universidade Federal do Rio de Janeiro PROFNIT

Coordenadora da Agência de Inovação da Universidade federal do Rio de Janeiro

PROFNIT - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Referências

ABDI – AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL. [2020]. Disponível em: http://www.abdi.com.br/Estudo/XIII.pdf. Acesso em: 27 maio 2019.

ABIHPEC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE HIGIENE PESSOAL, PERFUMARIA E COSMÉTICOS. Panorama do setor – 2017: higiene pessoal, perfumaria e cosméticos. 2017. Disponível em: https://abihpec.org.br/publicacao/panorama-do-setor-2017/. Acesso em: 12 out. 2017.

ALMEIDA, Hamilton. Perspectivas 2017 – Cosméticos: inovação e diversificação de produtos estimulam vendas no país e também no exterior. [2017]. Disponível em: https://www.quimica.com.br/perspectivas-2017-cosmeticos-inovacao-e-diversificacao-de-produtos-estimulam-vendas-no-pais-e-tambem-no-exterior/2/. Acesso em 10 fev. 2020.

AUDI, Jorge. A inovação, o desenvolvimento e o papel da universidade. Estud. Av., São Paulo, v. 31, n. 90, maio/ago. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142017000200075. Acesso em: 27 jan. 2020.

BONIFÁCIO, Fernanda. Mercado de dermocosméticos oferece oportunidades para indústria e varejo. Brazil Beauty News, [S.l.], 2015. Disponível em: https://www.brazilbeautynews.com/mercado-de-dermocosmeticos-oferece-oportunidades,743. Acesso em: 11 fev. 2020.

CONSELHO REGIONAL DE QUÍMICA IV REGIÃO. Cosméticos. [2020]. Disponível em: https://www.crq4.org.br/quimica_viva__cosmeticos. Acesso em: 24 fev. 2020.

CURY, Maria Eduarda. Startup brasileira cria pele humana artificial para testes cosméticos. Revista Exame, 2019. Disponível em: https://exame.abril.com.br/ciencia/startup-brasileira-cria-pele-humana-artificial-para-testes-cosmeticos/. Acesso em: 24 fev. 2020.

L’OREAL. Sustentabilidade na L’oréal Brasil: Relatório de Progresso mostra o comprometimento das metas estabelecidas pelo grupo. 2019. Disponível em: https://www.loreal.com.br/imprensa/not%C3%ADcias/2019/out/sustentabilidade-na-loreal-brasil-relatorio-mostra-comprometimento-das-metas-do-grupo. Acesso em: 28 fev. 2020.

L’OREAL. Pesquisa & Inovação. 2020a. Disponível em: https://www.loreal.com.br/carreiras/%C3%A1reas-de-atua%C3%A7%C3%A3o/pesquisa---inova%C3%A7%C3%A3o. Acesso em: 27 jan. 2020.

L’OREAL. Principais números. 2020b. Disponível em: https://www.loreal.com.br/grupo-l%C2%B4or%C3%A9al/sobre-a-lor%C3%A9al-brasil/principais-n%C3%BAmeros. Acesso em: 27 jan. 2020.

OETTERER, Enilce Maurano. A Inovação sob o olhar do desenvolvimento e processos de gestão: ABC Cosmetologia. 2016. Disponível em: https://www.quimica.com.br/inovacao-sob-o-olhar-do-desenvolvimento-e-processos-de-gestao-abc-cosmetologia/. Acesso em: 29 jun. 2019.

OCTAVIANO, Carolina Izzo. Incubada na Incamp, S Cosméticos do bem é destaque em reportagem do Valor Econômico. [2020]. Disponível em: https://www.inova.unicamp.br/noticia/incubada-na-incamp-s-cosmeticos-do-bem-e-destaque-em-reportagem-do-valor-economico/. Acesso em: 10 fev. 2020.

PORTAL DA INOVAÇÃO. Estudo de Tendências Tecnológicas. 2016. Disponível em: http://www.portalinovacaohppc.com/Web/Radar/AnaliseEstudoArquivo/?id=1. Acesso em: 27 jan. 2020

RIOS, Alan Roman. O crescimento da indústria de cosméticos no Brasil no século XXI. 2016. Disponível em: https://www.acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/45699/ALAN%20ROMAN%20ROS.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em 27 de maio de 2019.

S COSMÉTICOS DO BEM. Produtos Patenteados. 2020. Disponível em: https://cosmeticosdobem.com.br/#patenteados. Acesso em: 12 fev. 2020.

SEBRAE – SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQEUNAS EMPRESAS. Indústria de Cosméticos: beleza que gera riqueza. 2008. Disponível em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/69DD7254220015DF832573D7004CB7AC/$File/NT0003747A.pdf. Acesso em: 27 jan. 2020.

Downloads

Publicado

2020-10-01

Como Citar

Karklis, T. M., Angeli, R., & Carmo, F. L. do. (2020). Monitoramento Tecnológico de Patentes da Área Cosmética Voltadas para a Pele. Cadernos De Prospecção, 13(5), 1543. https://doi.org/10.9771/cp.v14i1.35547

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos