Prospecção Tecnológica na Área de Paisagens Sonoras (Soundscape)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v12i5%20Especial.33109

Palavras-chave:

Soundscape. Paisagem sonora. Prospecção.

Resumo

O campo de estudo em paisagem sonora (soundscape), que considera a percepção do usuário ao ambiente acústico dentro de um contexto, está ganhando força nos últimos anos, em função da necessidade em superar a abordagem do gerenciamento dos ambientes urbanos baseados apenas em políticas de controle do ruído. Com isso, houve um aumento no número de publicações científicas e tecnológicas relacionadas ao soundscape. O presente trabalho visa a apresentação de cenários prospectivos ligados ao desenvolvimento de tecnologias soundscape nas bases de patentes e científicas. Os resultados da prospecção tecnológica em bases de patentes indicam que os desenvolvimentos ligados a temática soundscape são relativamente novos, tendo em vista que 44,4% dos depósitos de patentes estão concentrados nos últimos 5 anos. A produção científica atingiu o percentual máximo em 2018, que coincidiu com a publicação da segunda parte da norma ISO 12913:2, a qual trata de procedimentos para coleta de dados para avaliação da paisagem sonora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jordana Teixeira da Silva, Instituto Federal de Alagoas

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas (2011) e mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas (2014). Atualmente é professora do Instituto Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em conforto ambiental de edificações, nos seguintes temas: qualidade acústica, acústica de salas e arquitetura escolar.

João Paulo Lima Santos, Universidade Federal de Alagoas

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Alagoas (2005), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008) e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). Atuou como Pesquisador no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (2009-2011). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Engenharia de Petróleo, atuando principalmente nos seguintes temas: engenharia de poço, métodos numéricos e propriedade industrial. É docente do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (PROFNIT).

Maria Lucia Gondim da Rosa Oiticica, Universidade Federal de Alagoas

Possui Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas (1981), Mestrado em Environmental Design And Engineering - University of London (1983) e Doutorado em Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) com Tese titulada: "Desempenho acústico de diferentes tipologias de peitoris ventilados" (2010). Atualmente é Professora Associada 03 da Universidade Federal de Alagoas lecionando disciplinas de Conforto Ambiental e Conforto Acústico nos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design. Professora da Pós-Graduação Dinâmicas do Espaço Habitado. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Acústica Arquitetônica e Adequação ao Projeto Bioclimático, atuando principalmente nos seguintes temas: isolamento sonoro, desempenho acústico nas edificações, poluição sonora, eficiência energética, ventilação natural, escolas, condições acústicas dos ambientes, qualidade acústica, inteligibilidade e arquitetura bioclimática direcionada para uma arquitetura sustentável. Atualmente é Coordenadora do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UFAL e Coordenadora do Grupo de Estudos do Ambiente Sonoro (GEAS) da FAU-UFAL

Edilson Ponciano de Lima Correio, Universidade Federal de Alagoas

Resumo da Biografia Mestrando do programa de Pós-Graduação: Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência Tecnológica para a Inovação da FORTEC / UFAL - PROFNIT(2016), Possui pós-graduação "Lato Sensu" ,em nível de especialização, em Automação Industrial e Controle de Processos pelo Centro Universitário CESMAC (2011), graduação em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Faculdade de Alagoas (2008). Coordenador e Representante da Olímpiada Brasileira de Robótica - OBR no estado de Alagoas (2017). Exerce a função de professor assistente I no curso de Engenharia Mecatrônica no Centro Universitário Tiradentes - UNIT-AL - Campus Maria Amélia Uchôa e é técnico em automação senior - SGS do Brasil na Unidade de Processamento de Gás Natural da Petrobras na cidade de Pilar - AL. Tem experiência na área de Eletro-eletrônica,Robótica, Instrumentação e Automação e Controle de Processos Industriais, Propriedade Intelectual, PD&I.

Referências

ALETTA, F. et al. Exploring the compatibility of ‘‘Method A” and ‘‘Method B” data collection protocols reported in the ISO/TS 12913-2:2018 for urban soundscape via a soundwalk. Applied Acoustics, [s. l.], v. 155, p. 190-203, maio 2019. Elsevier BV. https://doi.org/10.1016/j.apacoust.2019.05.024 Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0003682X1930026X. Acesso em: 14 ago. 2019.

ALETTA, F.; KANG, J.; AXELSSON, O. Soundscape descriptors and a conceptual framework for developing predictive soundscape models. Landscape And Urban Planning, [s. l.], v. 149, p. 65-74, maio 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.landurbplan.2016.02.001. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0169204616000074. Acesso em: 01 jul. 2019.

AXELSSON, Östen; NILSSON, Mats.; BERGLUND, Birgitta. A principal components model of soundscape perception, J. Acoust. Soc. Am., v.128, n.5, p. 2836-2846, nov. 2010.

CAIN, R.; JENNINGS, P.; POXON, J. The development and application of the emotional dimensions of a soundscape. Applied Acoustics, [s. l.], v. 74, p. 232-239, 2013. Elsevier BV. doi:10.1016/j.apacoust.2011.11.006.

GOZALO, G. et al. Relationship between objective acoustic indices and subjective assessments for the quality of soundscapes. Applied Acoustics, [s. l.], v. 97, p.1-10, abril 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.apacoust.2015.03.020 Disponível em: https://https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0003682X1500105X?via%3Dihub. Acesso em: 01 maio. 2019.

HARVIE,, J.; CONLAN, N.; WEI, W.; SIDDALL, M. How loud is too loud? noise from domestic mechanical ventilation systems. International Journal of Ventilation, v. 18, n. 4, p. 303-312, 2019. DOI: 10.1080/14733315.2019.1615217.

HOLTZ, M. C. de B. Avaliação qualitativa da paisagem sonora de parques urbanos. Estudo de caso: Parque Villa Lobos, em São Paulo. 118 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 12913. Acoustics – Soundscape. Part 1: Definition and conceptual framework, ISO 12913:1. 2014.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 12913. Acoustics – Soundscape. Part 2: Data collection and reporting requirements, ISO 12913:2. 2018.

KANG, J. et al. Ten questions on the soundscapes of the built environment. Building and Environment, [s. l.], v. 108, p. 284-294, nov. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.buildenv.2016.08.011. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0360132316303067. Acesso em: 15 maio 2019.

KUPFER, D.; TIGRE, P. B. Modelo SENAI de prospecção: documento metodológico. Capítulo 2: prospecção tecnológica. In: ORGANIZACION INTERNACIONAL DEL TRABAJO CINTERFOR. Papeles de La Oficina Técnica. Montevideo: OIT/CINTERFOR, 2004.

SCHAFER, M. A Afinação do mundo - uma exploração pioneira pela história passada e pelo atual estado do mais negligenciado aspecto do nosso ambiente: a paisagem sonora. São Paulo: Editora UNESP. 2001.

World Health Organization (WHO). In: BERGLUND, B.; LINDVALL, T.; SCHWELA, D. H.; GOH, K. T. (ed.). Guidelines for community noise. Geneva. 1999.

ZIMMERMAN, T. R. C. Monitoring residential noise for prospective home owners and renters Lecture Notes in Computer Science (including subseries Lecture Notes in Artificial Intelligence and Lecture Notes in Bioinformatics), 6696 LNCS, pp. 34-49, DOI: 10.1007/978-3-642-21726-5_3. 2011.

Downloads

Publicado

2020-03-02

Como Citar

da Silva, J. T., Santos, J. P. L., Oiticica, M. L. G. da R., & Correio, E. P. de L. (2020). Prospecção Tecnológica na Área de Paisagens Sonoras (Soundscape). Cadernos De Prospecção, 12(5 Especial), 1346. https://doi.org/10.9771/cp.v12i5 Especial.33109

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos