A Patente como Ferramenta de Construção de Estratégia Tecnológica: um estudo aplicado ao aproveitamento da fibra de coco

Autores

  • Andrezza Lemos Rangel da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Suzana Borschiver Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Ricardo Carvalho Rodrigues Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v14i2.32770

Palavras-chave:

Panorama de Patentes, Prospecção Tecnológica, Fibra de Coco.

Resumo

A consolidação da economia baseada no conhecimento e o dinamismo do processo de desenvolvimento científico-tecnológico tornam necessário o acompanhamento constante do estado da arte de um setor para que se possa mitigar o risco financeiro intrínseco à geração de inovação. Desse modo, a informação tecnológica tem sido cada vez mais utilizada como ferramenta de planejamento estratégico, subsidiando a tomada de decisão de instituições, empresas e, ainda, a formulação de políticas públicas, sendo a patente a fonte de informação mais relevante para esse fim. Para ilustrar o seu uso, o presente artigo apresenta um estudo de caso para aproveitamento da fibra de coco, um resíduo agroindustrial abundante no território nacional. Utilizando o método exploratório, no qual é feito levantamento bibliográfico para formulação de uma hipótese, foram analisadas 1.095 patentes concedidas, por meio das quais foi possível identificar relevantes oportunidades de aproveitamento do resíduo objeto deste estudo, sendo a principal delas a produção de itens para o setor agrícola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrezza Lemos Rangel da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Engenharia Química, Prospecção Tecnológica, Gestão da Inovação

Suzana Borschiver, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Engenharia Química, Prospecção Tecnológica, Gestão da Inovação

Referências

BURTON, J. The World Leaders in Coconut Productio. [S.l.]: Diretório World Atlas, 2017. Disponível em: https://www.worldatlas.com/articles/the-world-leaders-in- coconut-production.html. Acesso em: 8 fev. 2018.

CASTILHOS, L. F. F. de. Dossiê Técnico: aproveitamento da fibra de coco. Paraná: Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR), 2011.

DUPIN, L. C. O.; SPRITZER, A. A utilização de documentos de patente como fonte de informação tecnológica. [s.l.]: Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, 2004.

EPO – EUROPEAN PATENT OFFICE. Annual Report 2018. [2019]. Disponível em https://www.epo.org/about-us/annual-reports-statistics/annual-report/2018/statistics/patent-applications.html#tab2. Acesso em: 18 mar. 2019.

FAOSTAT – FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION. Base de dados estatísticos da produção mundial de grãos e alimentos. [2020]. Disponível em: http://www.fao.org/faostat/en/#data/QC. Acesso em: 20 abr 2020 GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T.; Métodos de pesquisa. Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Busca de Patentes. 2015. Disponível em: http://www.inpi.gov.br/menu-servicos/informacao/busca-de-patentes. Acesso em: 5 mar. 2019.

IPEA – INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Diagnóstico dos Resíduos Orgânicos do Setor Agrossilvopastoril e Agroindústrias Associadas – Relatório de Pesquisa; Brasília, 2012. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/120917_relator io_residuos_organicos.pdf. Acesso em: 5 mar. 2019.

MARTINS, A. P. Estudo sobre utilização de fibras de coco verde em estruturas têxteis. 2013. 132f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Artes Ciências e Humanidades, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

MARTINS, C. R.; JESUS JR., L. A. de; Produção e Comercialização de Coco no Brasil Frente ao Comércio Internacional: Panorama 2014. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros Aracaju, 2014.

MATTOS, A. L. A. et al. Beneficiamento da Casca de Coco Verde. Fortaleza: Embrapa; Agroindústria Tropical, 2014. Disponível em: http://www.ceinfo.cnpat.embrapa.br/arquivos/artigo_3830.pdf. Acesso em: 8 fev. 2018

ONU – ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro: ONU, 2015. Disponível em: https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/. Acessado em: 18 fev. 2019.

PATENT INSPIRATION. Ferramenta de buscas de patentes. [2018]. Disponível em http://www.patentinspiration.com. Acesso em: 14 nov. 2018.

PEREIRA, C. L. Aproveitamento do resíduo do coco verde para produção de compósitos destinados à construção rural. 2012. [137 f.]. Tese (Doutorado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

ROSA, M. et al. Valorização de resíduos da agroindústria. In: II SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS AGROPECUÁRIOS E AGROINDUSTRIAIS – II SIGERA, Palestras, Paraná, 2011. Anais [...]. Paraná, v. I, p. 98-105, 2011.

SEBRAE NACIONAL. O cultivo e o mercado do coco verde. [2016]. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/o-cultivo-e-o-mercado-do-coco-verde,3aba9e665b182410VgnVCM100000b272010aRCRD. Acesso em: 8 fev. 2018.

SOUZA, C. G. de; AGUIAR, R. A. A. de; MENDES, H. S. Como usar documentos de patentes como fonte de informação tecnológica. In: XXXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA (COBENGE 2010), Fortaleza, CE, 2010. Anais [...]. Fortaleza, CE, 2010.

TRIPPE, A. Guidelines for Preparing Patent Landscape Reports. [s.l.]: World Intellectual Property Organization, 2015.

WIPO – WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION. World Intellectual Property Indicators. Geneva: WIPO, 2019.

WIPO – WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION. International Patent Classification (IPC). [2018]. Disponível em: http://www.wipo.int/classifications/ipc/en/. Acesso em: 2 fev. 2018.

WIPO – WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION; INSEAD, Cornell University. Índice de Inovação Global 2017: Suíça, Suécia, Países Baixos, EUA e RU na Classificação Anual dos Melhores. Genebra, 2017. Disponível em: http://www.wipo.int/export/sites/www/pressroom/en/documents/gii_2017_pr-808- p.pdf. Acesso em: 16 jul. 2018.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

Lemos Rangel da Silva, A., Borschiver, S., & Carvalho Rodrigues, R. (2021). A Patente como Ferramenta de Construção de Estratégia Tecnológica: um estudo aplicado ao aproveitamento da fibra de coco. Cadernos De Prospecção, 14(2), 460. https://doi.org/10.9771/cp.v14i2.32770

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos