Avaliação Tecnológica de Dispositivo Cicatrizante para Pés Diabéticos com Capacidade de Neoformação Tecidual

Autores

  • Lívia Pereira Araújo Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.
  • Alexandre Ventin Carvalho Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.
  • Arthur Guimarães Carneiro Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.
  • Carolina Roberte Oliveira Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.
  • Marcio Lima da Silva Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.
  • Grace Ferreira Ghesti Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v11i3.27101

Palavras-chave:

Diabetes Mellitus, Palmilha Cicatrizante, Patente.

Resumo

A Diabetes Mellitus (DM) é uma doença metabólica que atinge aproximadamente 347 milhões de pessoas no mundo, causando, em alguns casos, ulcerações nos pés que podem causar amputação dos membros. Com o intuito de oferecer uma opção eficaz de tratamento para essas ulcerações, a Fundação Universidade de Brasília (FUB) depositou a patente PI 1103690-7 no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (2011). A patente traz a invenção da “Palmilha Cicatrizante para Pés Diabéticos”, que, a partir da tecnologia de laser de baixa frequência (LLLT), trata as feridas causadas pela Diabetes Mellitus. Dessa forma, este artigo analisou a qualificação tecnológica dessa invenção e a viabilidade de inserção da tecnologia no mercado. Foram identificados os principais pontos fortes, as fraquezas e as ameaças acerca da tecnologia e foram traçados possíveis caminhos para se buscar o aumento da maturidade da tecnologia e as chances de colocá-la no mercado.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lívia Pereira Araújo, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Universidade de Brasília - UnB

Alexandre Ventin Carvalho, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Universidade de Brasília - UnB

Arthur Guimarães Carneiro, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Universidade de Brasília - UnB

Carolina Roberte Oliveira, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Universidade de Brasília - UnB

Marcio Lima da Silva, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Professor colaborador do programa de Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Universidade de Brasília - UnB

Grace Ferreira Ghesti, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Professora Associada I - Instituto de Química - IQD/UnB
Laboratório de Bioprocessos Cervejeiros e Catálise Aplicada a Energias Renováveis - LaBCCERVa/IQD/UnB 
Coordenadora Adjunta do Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - ProfNIT - Ponto Focal Universidade de Brasília - UnB

Referências

BRASIL. Lei n. 10.973 de 2 de dezembro de 2004. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 12 de janeiro de 2004. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.973.htm>. Acesso em: 30 maio 2018.

BRASIL. Manual do pé diabético: estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica. Brasília: Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica, 2016.

BRASIL. Portal da Transparência. [Base de dados – Internet]. Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. [2018]. Disponível em: http://www.portaltransparencia.gov.br/>. Acesso em jul. 2018.

GARNICA, Leonardo Augusto; TORKOMIAN, Ana Lúcia Vitale. Gestão de tecnologia em universidades: uma análise do patenteamento e dos fatores de dificuldade e de apoio à transferência de tecnologia no Estado de São Paulo. Gest. Prod., São Carlos, v. 16, n. 4, p. 624-638, out.-dez. 2009.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Patentes: História e Futuro. Curitiba, PR: Instituto Nacional de Propriedade Industrial, 2001.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Cuidados inovadores para condições crônicas: componentes estruturais de ação – relatório mundial. Brasília, DF: Organização Mundial da Saúde, 2003.

PATENTSCOPE. [Base de dados – Internet]. [2018]. Disponível em: <https://patentscope.wipo.int>. Acesso em: 1º jun. 2018.

QUESTEL ORBIT INTELLIGENCE. [Base de dados – Internet]. [2018]. Disponível em: <https://www.orbit.com/>. Acesso em: 1º jun. 2018.

QUINTELLA, C. M. A revista cadernos de prospecção e os níveis de maturidade de tecnologias (TRL). Cadernos de Prospecção, Fortaleza, v. 10, n. 1. 2017.

REIS, M. C. Sistema Indutor de Neoformação Tecidual para Pé Diabético com Circuito Emissor de Luz de LEDs e Utilização do Látex Natural. 2013. 163 p. Tese (Doutorado em Engenharia Elétrica) – Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2013.

ROCHA, A. F.; REIS, M. C.; ROSA, S. S. R. F. Palmilha Cicatrizante Para Pés Diabéticos: Depósito PI 1103690-7. [S.l.]: INPI, 2011.

ROSA, R. S. Diabetes mellitus: magnitude das hospitalizações na rede pública do Brasil, 1999-2001. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, DF, v. 17, n. 2, p. 131-134, 2008.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Global status report on noncommunicable diseases. WHO Library Cataloguing-in-Publication Data. 2010.

Downloads

Publicado

2018-09-30

Como Citar

Araújo, L. P., Carvalho, A. V., Carneiro, A. G., Oliveira, C. R., da Silva, M. L., & Ghesti, G. F. (2018). Avaliação Tecnológica de Dispositivo Cicatrizante para Pés Diabéticos com Capacidade de Neoformação Tecidual. Cadernos De Prospecção, 11(3), 910. https://doi.org/10.9771/cp.v11i3.27101

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos