Medo constante e crescente: experiências de cuidado e ensino de enfermeiras durante a pandemia de COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/rf.v10i1.45577

Resumo

RESUMO: Objetivo: Compartilhar a experiência de cuidado e ensino de enfermeiras durante a pandemia de COVID-19. Método: Relato de experiência, envolvendo enfermeiras do estado da Bahia, durante a pandemia de COVID-19. Resultados: Foram construídas três categorias: Medo constante e que aumentava; Alterações no cotidiano: implicações para a vida, atividades laborais e acadêmicas; e Repercussões para a saúde. As enfermeiras experienciaram o medo da contaminação e morte, de si próprias e de seus familiares, além de repercussões na saúde como ansiedade, distúrbios do sono, irritabilidade, tristeza, isolamento, incertezas e dúvidas em relação ao futuro. Outrossim, as atividades acadêmicas remotas também contribuíram na sobrecarga das funções acadêmicas e laborais das enfermeiras. Conclusão: A pandemia impôs novos ritmos e modos de organização do trabalho de cuidado e de ensino que exigiu das instituições de saúde e de profissionais, rápidas respostas a questões por vezes atendidas precariamente; a sobrecarga de trabalho, o medo de se contaminar e contaminar familiares teve um grande impacto na saúde das trabalhadoras de enfermagem, levando ao adoecimento físico e mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ueigla Batista da Silva, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Enfermagem. Universidade Federal da Bahia. Doutorando em Enfermagem e Saúde pela Universidade Federal da Bahia, Especialista em Saúde da Mulher pela Universidade Cândido Mendes, Enfermeiro plantonista e coordenador de Enfermagem na linha de frente no PA/COVID REGIONAL (Hospital municipal de Irecê)

Eliene Almeida Santos, Universidade Federal da Bahia

Mestra em Enfermagem. Universidade Federal da Bahia. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, da Escola de Enfermagem da UFBA, Professora substituta da Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, Senhor do Bonfim

Flávia Karine Leal Lacerda, Universidade Federal da Bahia

Mestra em Enfermagem. Universidade Federal da Bahia. doutoranda na linha de cuidado à saúde das mulheres, relações de gênero e etnicorraciais no rograma de Pós-Graduação em Enfermagem, da Escola de Enfermagem da UFBA

Marcela Luz Sacramento, Universidade Federal da Bahia

Especialista. Universidade Federal da Bahia.

Enilda Rosendo do Nascimento, Universidade Federal da Bahia

Doutora em Enfermagem. Universidade Federal da Bahia. Professora Titular da Universidade Federal da Bahia, aposentada, Líder do grupo de pesquisa Saúde da Mulher, Enfermagem, Gênero, Raça e Etnia (GEM Raça Etnia), cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do Conselho de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ); pesquisadora do Centro de Estudos e Pesquisa sobre Mulheres, Gênero, Saúde e Enfermagem (GEM)

Referências

BARBOSA, André Machado; VIEGAS, Marco Antônio Serra; BATISTA, Regina Lucia Napolitano Felício Felix. Aulas presenciais em tempos de pandemia: relatos de experiência de professores do nível superior sobre as aulas remotas. Rev. Augustus. v.25, n.51, p.255-280, 2020. Disponível em: <https://revistas.unisuam.edu.br/index.php/revistaaugustus/article/view/565/302>. Acesso em: 24 Abr. 2020.

BITENCOURT, Silvana Maria; ANDRADE, Cristiane Batista. Trabalhadoras da saúde face à pandemia: por uma análise sociológica do trabalho de cuidado. Ciência & Saúde Coletiva, v. 26, n. 3,pp. 1013-1022, 2021. Disponível em:<https://www.scielo.br/j/csc/a/cmkVBgHrZpRCgVFjwgtmqJG/?lang=pt&format=pdf >. Acesso em: 27 Abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Brasília, DF, ed. 53, 18 mar. 2020. Seção 01, p. 39.

CAMARGO, Brigido Vizeu; JUSTO, Ana Maria. Tutorial para uso do software Iramuteq. 2018. Disponível em: <http://iramuteq.org/documentation/fichiers/tutoriel-portugais-22-11-2018>.

FERNANDES, Leila Coelho. et al. New scenario in post-graduation in Brazil towards SARS-CoV-2 Pandemia. Braz. J. Hea. Rev, v.3, n.6, p.19359-19367, 2020. Disponível em: < https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/22092/17643 >. Acesso em: 24 Abr. 2020.

FOGAÇA, Priscila Carvalho; AROSSI, Guilherme Anzilero; HIRDES, Alice. Impact of social isolation caused by the COVID-19 pandemic on the mental health of the general population: An integrative review. Research, Society and Development, v.10, n.4, e52010414411, 2021. Disponível em:<https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14411>. Acesso em: 26 Abr. 2020.

KISSLER, Stephen M. et al. Projecting the transmission dynamics of SARS-CoV-2 through the postpandemic period. Science, v. 368, n. 6493, p. 860-868, 2020. Disponível em: < https://science.sciencemag.org/content/368/6493/860/tab-pdf>. Acesso em: 24 Abr. 2020.

LIMA, Caroline de Souza. Saúde mental, uso de substâncias e religiosidade dos estudantes do curso de graduação em enfermagem frente a pandemia da COVID-19. Trabalho de conclusão de curso (TCC). Graduação de Enfermagem. Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020.

LIMA, Luciene César de; SOUSA, Léa Barbosa. Pandemia do Covid-19 e o Processo de Aprendizagem: um olhar psicopedagógico. Id on Line Rev. Mult. Psic. v.15, n.54, p.813-835, 2021. Disponível em: < https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/3017/4724 >. Acesso em: 28 Abr. 2020.

LUZ, Emanuelli Mancio Ferreira. et al. Repercussões da Covid-19 na saúde mental dos trabalhadores de enfermagem. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, v. 10, 2020. Disponível em: http://seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/3824/2426. Acesso em: Acesso em: 24 Abr. 2020.

MIRANDA, Fernanda Berchelli Girão. et al. Sofrimento psíquico entre os profissionais de enfermagem durante a pandemia da COVID-19: Scoping Review. Escola Anna Nery, v. 25, 2021. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ean/a/zDJ3GbRydMdVkhCR7P4xpxL/?lang=pt#. Acesso em: 24 Abr. 2020.

RESTREPO-MARTÍNEZ, Miguel. et at. Prevalencia y características clínicas de los síntomas depresivos y ansiosos de los trabajadores de una institución de salud en Medellín durante la pandemia por COVID-19. Revista Colombiana de Psiquiatría, 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7951886/#sec0080title>. Acesso em: 24 Abr. 2020.

SOUZA, Norma Valéria Dantas de Oliveira. et al. Trabalho de enfermagem na pandemia da Covid-19 e repercussões para a saúde mental dos trabalhadores. Rev Gaúcha Enferm. v. 42(esp):e20200225, 2021. Disponível em:<https://www.scielo.br/j/rgenf/a/MHPHGNFPtgYJgQzwyFQnZZr/?lang=pt>. Acesso em: 27 Abr. 2020.

SPINELLI, Antonio; PELLINO, Gianluca. COVID‐19 pandemic: perspectives on anun folding crisis. Br J Surg. v. 107, n. 7, p. 785–787, 2020. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7228411/pdf/bjs11627.pdf >. Acesso em: 20 Abr. 2021.

UNESCO [UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANISATION]. COVID- 19 Educational disruption and response. Paris: Unesco, 30, 2020. Disponível em: <http://www.iiep.unesco.org/en/covid-19-educational-disruption-and-response-13363>. Acesso em: 22 Abr. 2021.

Downloads

Publicado

2022-07-01

Como Citar

DA SILVA, U. B.; ALMEIDA SANTOS, E.; LEAL LACERDA, F. K.; LUZ SACRAMENTO, M.; ROSENDO DO NASCIMENTO, E. Medo constante e crescente: experiências de cuidado e ensino de enfermeiras durante a pandemia de COVID-19. Revista Feminismos, [S. l.], v. 10, n. 1, 2022. DOI: 10.9771/rf.v10i1.45577. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/45577. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos