PERCEPÇÕES DE MULHERES SOBRE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM DURANTE O PARTO NORMAL

Aiara Nascimento Amaral Bomfim, Telmara Menezes Couto, Keury Thaisana Rodrigues dos Santos Lima, Laís Teixeira da Silva Almeida, Gleice de Oliveira Santo, Ariane Teixeira de Santana

Resumo


Objetivo: conhecer a percepção de mulheres sobre a assistência de Enfermagem recebida durante o processo de parto normal. Método: pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, efetuada em duas maternidades públicas de Salvador, Bahia, Brasil. A coleta de dados foi efetuada por entrevista, entre os meses de novembro de 2017 e abril de 2018. Participaram da pesquisa 13 mulheres. A sistematização dos dados foi realizada pelo referencial teórico de Bardin. Resultados: emergiram duas categorias científicas: assistência de Enfermagem permeada por satisfação; e assistência permeada por relações verticais e sentimentos de abandono. As mulheres verbalizaram satisfação com a assistência de Enfermagem relacionadas à aplicação dos métodos não farmacológicos para alívio da dor, apoio e promoção do bem-estar, embora também se fez presente a verticalização das relações e a ausência de acompanhamento profissional. Conclusão: a percepção das mulheres sobre a assistência de Enfermagem recebida durante o processo de parto normal foi dicotômica.

Descritores: Assistência de Enfermagem. Assistência ao Parto. Enfermagem Obstétrica. Parto Normal. Parto Humanizado.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v35.39087

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt