DIAGNÓSTICOS E INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM A CRIANÇAS COM SINAIS RESPIRATÓRIOS DE GRAVIDADE DA COVID-19

Renise Bastos Farias Dias, Luana Cavalcante Costa Ferraz, Nirliane Ribeiro Barbosa, Rita de Cássia Batista de Oliveira Peixoto, Maria Betânia Monteiro de Farias, Larissa Tenório Andrade Correia, Andrey Ferreira da Silva

Resumo


Objetivo: descrever diagnósticos e intervenções de enfermagem a crianças com sinais respiratórios de gravidade da COVID-19. Método: estudo exploratório, descritivo, do tipo revisão narrativa, realizado em junho de 2020, embasado pelas evidências científicas publicadas na base PUBCOVID-19, para posterior elaboração de diagnósticos utilizando a Taxonomia North American Nursing Diagnoses Association – International, e intervenções ancoradas na Nursing Interventions Classification. Resultados: a dispneia e o desconforto respiratório foram os sinais de gravidade mais evidenciados na criança com COVID-19. Foram elaboradas três principais afirmativas diagnósticas: Troca de Gases Prejudicada, Padrão Respiratório Ineficaz e Ventilação Espontânea Prejudicada, com 24 Intervenções de Enfermagem correspondentes em quatro domínios: o fisiológico, comportamental, de segurança, e o de família. Conclusão: a descrição dos diagnósticos e intervenções de enfermagem, ancorados pelas taxonomias NANDA e NIC, respectivamente, apresenta inovação na literatura científica brasileira.

Descritores: Enfermagem Pediátrica. Cuidados de Enfermagem. Infecções por Coronavírus. Diagnóstico de Enfermagem.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v35.37467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

ISSN 2178-8650 (eletrônico)

ISSN 0102-5430 (impresso)  

Licença Creative Commons
A Revista Baiana de Enfermagem utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Baiana de Enfermagem é membro da Associação Brasileira de Editores Científicos.

http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?lng=pt