A CI, a Covid-19 e os estados emocionais dos usuários no twitter

Autores

Palavras-chave:

Estados emocionais, Análise de sentimentos, Twitter, Covid-19, Coronavírus

Resumo

Trata-se de uma pesquisa exploratória com o objetivo deobservar os estados emocionais dos usuários do Twitter durante a pandemia pela qual estamos passando. O corpusfoi composto dos tweetspublicados que trouxeram em seu texto os termos “quarentena” ou “isolamento social” e seu tratamento utilizou a linguagem R para as técnicas de Mineração de Texto e Análise de Sentimentos. Os resultados evidenciaram “amor”, “medo”, “culpa”, “ansiedade”, “tédio” e “raiva” como os estados emocionais expressos com maior intensidade no recorte desta pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isaac Newton Cesarino da Nóbrega Alves, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bacharel em Arquivologia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Servidor da UFPB.

André  Luiz Dias de França, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

 Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professor do Departamento de Comunicação Social da UFPB.

Dulce Elizabeth Lima de Sousa e Silva, Instituto Federal de Sergipe - IFS

Mestre em Gestão da Informação e do Conhecimento pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Graduada em Arquivologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Arquivista do Instituto Federal de Sergipe (IFS).

Referências

BVS PSICOLOGIA. Terminologia em Psicologia. 2014. Disponível em: http://newpsi.bvs-psi.org.br/uploads/alfabeticacomrelacoes06out2014.pdf.Acesso em: 22 jun. 2020.

EKMAN, Paul. A linguagem das emoções: revolucione sua comunicação e seus relacionamentos reconhecendo todas as expressões das pessoas ao redor. Tradução: Carlos Szlak. São Paulo: Lua de Papel. 2011.

FONSECA, Maria Odila. Informação, arquivos e instituições arquivísticas. Rio de Janeiro: Arquivo & Administração, 1998.

GOLEMAN, Daniel. Inteligência emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente. Tradução: Marcos Santarrita. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011. 407 p. Título Original: EmotionalIntelligence. ISBN 978-85-390-0191-0 (E-pub).

LANA, Raquel Marins et al. Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cadernos de Saúde Pública(CSP). 2020; 36(3):e00019620. Disponível em: https://scielosp.org/article/csp/2020.v36n3/e00019620/pt/. Acesso em: 28 jul. 2020.

MIGUEL, Fabiano Koich. Psicologia das emoções: uma proposta integrativa para compreender a expressão emocional. Psico-USF, Bragança Paulista, v. 20, n.1, p. 153 –162, jan./abr. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pusf/v20n1/1413-8271-pusf-20-01-00153.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020.

ROCHA FILHO, Tarcísio Marciano et al. Expected impact of COVID-19 outbreak in a major metropolitan area in Brazil. Medrxiv. Disponível em: https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.03.14.20035873v1.full.pdf+html.Acesso em: 28 jul. 2020.

SARACEVIC, Tefko. Ciência da Informação: origem, evolução e relações.Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.1, n.1, p. 441-62, jan/jun. 1996. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/235/22.Acesso em: 08 jul. 2020.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

ALVES, I. N. C. da N.; FRANÇA,A. LuizD.de; SILVA, D. E. L. de S. e. A CI, a Covid-19 e os estados emocionais dos usuários no twitter. Revista Fontes Documentais, [S. l.], v. 3, n. Ed. Especial, p. 86–94, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/RFD/article/view/57870. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

COMUNICAÇÕES: A incumbência da informação na prestabilidade da saúde na pandemia

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)