O SOBRE O FLÚOR GEOGÊNICO E A FLUOROSE DENTÁRIA NO ESTADO DA BAHIA, BRASIL

O FLÚOR GEOGÊNICO E A FLUOROSE DENTÁRIA NO ESTADO DA BAHIA, BRASIL

Autores

  • Manoel Jeronimo Moreira Cruz Instituto de Geociências da UFBA
  • Manuel Vitor Portugal Gonçalves Gonçalves SEC-BA/UCSAL/UFBA https://orcid.org/0000-0002-2559-6045
  • Olga Maria Fragueiro Otero Otero UFBA
  • Rodrigo Alves Santos UFBA

DOI:

https://doi.org/10.9771/geocad.v19i0.61458

Palavras-chave:

Water fluoridation, , Dean´s index, Medical Geology

Resumo

As constatações entre as relações entre o meio geológico/geoquímico e a saúde das populações, a partir do efeito do elemento químico flúor, de origem geogênica presentes nas águas subterrâneas de diversas localidades do Estado da Bahia, Brasil, pesquisadas, apresentam números que indicam valores da ordem de 0,4 mg/L de F, como de risco às populações, 0,4 a 0,8 mg/L como fator de proteção e >0,8 mg/L como mito propensos fluorose dentária.

As análises das águas para consumo humano, em particular as concentrações do flúor na água, representam uma importante ferramenta de planejamento e tomada de decisões para os gestores e órgãos municipais, sobre a fluoretação das águas e da presença do flúor natural. Os resultados apresentados podem promover estratégias de prevenção a uma série de doenças, entre elas, a fluorose dentária e alertar, de forma marcante a importância dos materiais geogênicos e a saúde das populações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manoel Jeronimo Moreira Cruz, Instituto de Geociências da UFBA

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (1976), Mestrado em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (1983), Doutorado em Petroquímica pela Universite Pierre & Marie Curie, Paris VI (1989) e pós-doutorado na Universidade de Montpellier em petrogeoquímica. Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal da Bahia, Professor Permanente do Pospetro UFBA.Tem experiência na área de Geociências, ênfase em mapeamento geológico básico, estudo de corpos básicos de natureza gabro-anortosítica e mineralizações associadas, atua também na área da química mineral, litogeoquímica, hidrogeoquímica. Atualmente se dedica à geoquímica das interfaces, geoquímica ambiental, no estudo da qualidade das águas, vulnerabilidade de aquíferos, recuperação de áreas degradadas e geoquímica médica.Bolsista de Produtividade do CNPq.

Manuel Vitor Portugal Gonçalves Gonçalves, SEC-BA/UCSAL/UFBA

Docente da educação básica e do ensino superior e pesquisador das áreas de geociências, qualidade das águas, ecologia aplicada e ciências ambientais e suas relações com à saúde humana e ambiental (Saúde e Ambiente, Geologia Médica e Geografia da Saúde). Biólogo n 59.217/08-D, graduado em Ciências Biológicas pela UCSAL (2005), Bacharel em Geografia pela UNESA (2023) e Tecnólogo em Gestão Ambiental pela UNIFAVIP/Wyden (2022), possuindo Mestrado em Planejamento Ambiental (UCSAL) e Doutorado em Geologia Ambiental, Hidrogeologia e Recursos Hídricos (UFBA). Apresenta cursos de atualização em Educação Ambiental (UFBA), Práticas Pedagógicas (UNB) e de especialização em Ecologia e Intervenções Ambientais (UNIJORGE), Metodologia do Ensino de Química (UNIASSELVI), Biotecnologia (UNYLEYA), Engenharia Genética (UNYLEYA) e Análises Clínicas e Toxicológicas (UNESA). Com experiência na docência desde de 2006 na Rede Pública de Educação do Estado da Bahia (SEC-BA), além de ter sido docente do curso superior de Engenharia Ambiental e Engenharia de Produção no Centro Universitário UniFAMEC. Foi docente do Programa de Pós-Graduação Território, Ambiente e Sociedade (PPG TAS) da UCSAL e segue como docente, colaborador, no Programa de Pós-Graduação em Geologia da UFBA. Em relação a dimensão da pesquisa, vincula-se aos seguintes grupos de pesquisa: Geoquímica das Interfaces (UFBA), Grupo de Pesquisa Geologia Médica e Geotecnologia Ambiental (UFBA) e Desenvolvimento, Sociedade e Natureza (UCSAL). Foi bolsista CNPq (2010 - 2014) durante o curso de doutorado, com interesse e experiência na investigação das relações entre geociências, sociedade e saúde, tomando como valor central a dignidade humana e a dignidade da natureza; na caracterização geoquímica; hidrogeologia isotópica; qualidade da água (química, física e microbiológica) e na aplicação de estatística multivariada em estudos ambientais. Além disso, desde a pesquisa de mestrado interessa-se pela educação ambiental, pelas tensões pelo uso da natureza, conservação da natureza, pela caracterização biogeoquímica, pela ecologia aplicada na avaliação ambiental de ecossistemas costeiros e das águas doces interiores e na gestão territorial. Participou como pesquisador e voluntário da rede de monitoramento da qualidade da água na Lagoa do Parque Metropolitano de Pituaçu, Salvador, Bahia, em colaboração com a Fundação SOS Mata Atlântica.

Olga Maria Fragueiro Otero Otero, UFBA

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (1993), mestrado em Geoquímica e Meio Ambiente pela Universidade Federal da Bahia (1997) e doutorado em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (2005). Atualmente é professora adjunto I do Departamento de Geoquímica da UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geoquímica Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: Geoquímica Marinha, Monitoramento Geoquímico, Geologia, Meio Ambiente, Petrologia e Educação em Geociências.

Rodrigo Alves Santos, UFBA

FotoDoutor em Geologia, com concentração em Geologia Ambiental, Hidrogeologia e Recursos Hídricos pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Mestrado em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Graduação em Geografia (2008) pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Foi bolsista CNPq (2012 - 2016) durante o curso de doutorado, com interesse e experiência na investigação dos processos hidrogeoquímicos responsáveis pelas mineralizações, qualidade das águas e relações entre geociências, sociedade e saúde. Possui experiência na área de Geociências e Meio Ambiente, com ênfase na caracterização geoquímica; qualidade da água (química, física e microbiológica); avaliação ambiental de ecossistemas costeiros e das águas doces interiores como subsídios ao gerenciamento ambiental; geoprocessamento aplicado; impactos socioambientais; aplicação de estatística multivariada em estudos ambientais. Foi professor colaborador do curso de Especialização em Gestão de Ambientes Costeiros, Instituto de Geociências - UFBA (2019), ministrando a disciplina Qualidade das Águas Costeiras e orientando Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Integra o Grupo de Pesquisa Geoquímica das Interfaces (UFBA), investigando as contaminações decorrentes de atividades antrópica ou processos geogênicos em corpos hídricos superficiais e subterrâneos.

Referências

AKPATA, E. S.; FAKIHA, Z.; KHAN, N. Dental fluorosis in 12–15-year-old rural

children exposed to fluorides from well drinking water in the Hail region of Saudi.

Arabia. Community Dentistry and Oral Epidemiology, 25:324-327, 1997. https://doi.org/10.1111/j.1600-0528.1997.tb00947.x

AOBA, T. The effect of fluoride on apatite structure and growth. Crit Rev Oral BiolMed, v.8, n.2, p.136-153, 1997. https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/10454411970080020301.

APAMBIRE, W. B.; BOYLE, D. R.; MICHEL, F. A. Geochemistry, genesis, and health implications of fluoriferous groundwaters in the upper Regions of Ghana. Environmental Geology, v.33, n.1, p.13-24, 1997

BUNNELL, J.E., FINKELMAN, R.B., CENTENO, J.A. SELINUS, O. (2007) Medical Geology: a globally emerging discipline. Geologica Acta, Vol.5, Nº 3, 2007, 273-281. https://www.redalyc.org/pdf/505/50550305.pdf

BUZALAF, M.A.R. Bioquímica do Flúor: manual didático. Bauru, FOB-USP, 1996. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-250268

BRASIL, 2021. Portaria 88/2021

Https://antigo.anvisa.gov.br/documents/10181/5780314/%281%29IN_88_2021_.pdf/2918ab61-5aba-439b-9969-a9524b0973d3

CANGUSSU, M.C.T, NARVAI P.C, FERNANDEZ R.C., DJEHIZIAN, V.A. Fluorose

dentária no Brasil: uma revisão crítica. Cad Saúde Pública. 2002;18(1):7-15. Rio de Janeiro Jan./Feb. 2002. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2002000100002

CAPELLA, L. F.; CARCERERI, D. L.; PAIVA, S. M. Prevalência de fluorose dentária em escolares de Brasília – Distrito Federal. Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo, 12:225-230, 1998. https://doi.org/10.1590/S0103-06631998000300005

CPRM. Diagnóstico do Município de Jussiape. Projeto Cadastro de Fontes de Abastecimento por Água Subterrânea. Bahia. 2005. https://rigeo.cprm.gov.br/bitstream/doc/16927/1/Rel_Jussiape.pdf

COUTINHO, C.A.M. A fluorose dentária na região cárstica do município de Santana-Ba definição de áreas de risco para consumo humano das águas subterrâneas com base nos dados hidroquímicos e epidemiológicos. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências, 2014. https://repositorio.ufba.br/handle/ri/21533?locale=en

COSTA, D. A. Controle lito-estrutural e estratigráfico na hidrogeoquímica e nas concentrações de fluoreto no Sistema Aquífero Cárstico - Fissural do Grupo Bambuí, norte de Minas Gerais. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Minas Gerais. Instituto de Geociências, Belo Horizonte, 2011. 131 p. http://hdl.handle.net/1843/MPBB-8JNPEM

CUNHA, M.P. Interação água/rocha mineralizada em Fe, Pb, Zn e Ba, na porção sul da bacia sedimentar de Irecê, Bahia, Brasil: uma abordagem experimental. 2018. Tese (Doutorado em Geologia) -Universidade Federal da Bahia. https://repositorio.ufba.br/handle/ri/28936

CUNHA, M. P., GONÇALVES, M.V.P., CRUZ, M.J.M. Contribuição ao entendimento dos processos naturais dedissolução de rochas carbonáticas na bacia sedimentar de Irecê, Bahia, NE do Brasil. Geochimica Brasiliensis, v. 36, p. 1-14,2022.

https:// DOI:10.21715/GB2358-2812.202236002

CPRM. Serviço Geológico do Brasil. Programa levantamentos geológicos básicos do Brasil: projeto de mapeamento geológico/metalogenético sistemático. Salvador. https://rigeo.cprm.gov.br/jspui/bitstream/doc/19439/1/proj_sergipe_relatorio.pdf

CRUZ, S.C.P., CARNEIRO, M.A., BARBOSA, J.S.F, MARTINS, A.A.M., SANTANA, J.S., TEIXEIRA.L, GONÇALVES.G.S.S.T., LEAL, A.B.M, DANTAS, E., PIMENTEL, M. Idades U-Pb (LA-ICPMS) para as suítes Caraguataí e Jussiape, Bloco Gavião, Bahia.2011 Revista Brasileira de Geociências, 40(2): 120-129. https://doi.org/10.25249/0375-7536.2011411120129

CRUZ, M.J.M, COUTINHO, C. A. M., GONÇALVES, M. V. The Dental fluorosis on Santana karst region, Bahia State, Brazil. Journal of Geography and Earth Sciences, v.3, p. 51-67, 2015. DOI: 10.15640/jges.v3n2a3 URL: http://dx.doi.org/10.15640/jges.v3n2a3

DARDENNE, M.A.; FREITAS-SILVA, F.H. Modelos genéticos dos depósitos de Pb-Zn nos Grupos Bambuí e Vazante. In: WORKSHOP DEPÓSITOS MINERAIS BRASILEIROS DE METAIS BASE, Salvador, 1998. Anais... Salvador: CPGGCAPES/PADCT-ADIMB-SBG/BA/SE, 1998.

DEAN, H. T. Classification of mottled enamel diagnosis. J Am Med Assoc, [S.l.], v. 21, p. 1421-1426, 1934. https://doi.org/10.14219/jada.archive.1934.0220

DOWNER, M. C. Dental caries experience and defects of dental enamel among 12-year-old children in north London, Edinburgh, Glasgow and Dublin e da cárie dental em escolares de 7 a 10 anos de Belo Horizonte-Parte I. Revista Pós Graduação – UFMG, 5:101-109, 1994. https://doi: 10.1111/j.1600-0528. 1994.tb02051. x.

GALAGAN, D.J., VERMILLION JR. Determining optimum fluoride concentrations.

Public Health Reports (Washington, D.C.: 1896), 01 Jun 1957, 72(6):491-493

https://doi.org/10.2307/4589807

GASSER, R.S. Vulnerabilidade do aquífero cárstico salitre no município de Cafarnaum, Bahia. 2017. Dissertação (Mestrado em Petróleo e Meio Ambiente) – Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2017. https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/26242/1/DISSERTA_Rodolfo%20GASSER_revGisele_24nov_OK.pdf

GONÇALVES, M.V.P., RSANTOS, R.A.; COUTINHO, A. M. C; MANOEL, J.; CRUZ, M. J. M. Fluoride Levels in the Groundwater and Prevalence of Dental Fluorosis in the Municipality of Santana, in Region Karstic of West Bahia, Brazil. In:Muhammad Salik Javaid. (Org.). Groundwater Hydrology. 1ed.Londres: IntechOpen, 2019, v. 1, p. 1-1. https://www.intechopen.com/chapters/66321

GONÇALVES, M.V.P.; CRUZ, M.J.M.; SANTOS, R. A.; LUZ, P.D.C.; RAMOS FILHO, A. B. Geochemistry and multivariate analysis applied to the investigation of the distribution of fluoride levels in groundwater and estimation of risks of endemic dental fluorosis in Western Bahia, Brazil. CONCILIUM (BRASIL), v. 22, p. 760-784, 2022. DOI: 10.53660/CLM-518-607 ISSN: 1414-7327

GONÇALVES, M.V.P.; CRUZ, M.J.M.; ALENCAR, M.M, SANTOS, R. A.; RAMOS FILHO, A. B. Geoquímica e qualidade da água subterrânea no município de Serra do Ramalho, Bahia (BR). Eng. Sanit. Ambient. 23 (01) • Jan-Feb 2018 https://doi.org/10.1590/S1413-41522018167893

GONÇALVES, M.V.P. Origem do Flúor e das Águas Subterrâneas na Região Cárstica do Oeste da Bahia. 2014. Tese (Doutorado em Geologia) - Universidade Federal da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

HANDA, B. K. Geochemistry and genesis of fluoride-containing ground waters in India. Ground Water, v. 13, n. 3, p. 275-280, 1975. https://www.scirp.org/(S(i43dyn45teexjx-455qlt3d2q))/reference/referencespapers.aspx?referenceid=633306

KOPPEN, W.: Das geographisca System der Klimate, in: Handbuch der Klimatologie, edited by: Koppen, W. and Geiger, G., 1. C.Gebr, Borntraeger, 1–44, 1936. https://www.scirp.org/(S(lz5mqp453edsnp55rrgjct55.))/reference/referencespapers.aspx?referenceid=1131096

MISI, et al. A metallogenic evolution model for the lead-zinc deposits of the Meso and Neoproterozoic sedimentary basins of the São Francisco Cráton, Bahia and Minas Gerais, Brazil. Revista Brasileira de Geociências, v. 30, n. 2, p. 302-305, jun. 2000. https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/2631/1/10647-35962-1-PB.pdf

MISI, A. et al. Sediment Hosted Lead Zinc Deposits of the Neoproterozoic Bambui Group and Correlative Sequences, Sao Francisco Craton, Brazil: A review and a possible metallogenic evolution model. Ore Geology Reviews, Amsterdam, v. 26, p. 263-304, 2005. https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/5266/1/S016913680500020X-main.pdf

MISI, A. Chapter 48 Neoproterozoic successions of the Sao Francisco Craton, Brazil: The Bambui, Una, Vazante and Vaza Barris/Miaba groups and their glaciogenic deposits. Geological Society. Memoirs (London). v. 36, p. 509-522, 2011.

https://www.lyellcollection.org/doi/10.1144/M36.48

MISI, et al. Dados isotópicos de chumbo em sulfetos e a evolução metalogenética dos depósitos de zinco e chumbo das coberturas Neoproterozóicas do Cráton de São Francisco. Revista Brasileira de Geociências, v. 34, n.2, p. 263 – 274, jun. 2004. https://www.academia.edu/84347490/Dados_Isot%C3%B3picos_De_Chumbo_Em_Sulfetos_e_a_Evolu%C3%A7%C3%A3o_Metalogen%C3%A9tica_Dos_Dep%C3%B3sitos_De_Zinco_e_Chumbo_Das_Coberturas_Neoproteroz%C3%B3icas_Do_Cr%C3%A1ton_Do_S%C3%A3o_Francisco

NASCIMENTO, S. A. M.; BARBOSA, J. S. F. Qualidade da água do aquífero freático no Alto Cristalino de Salvador, Bacia do Rio Lucaia, Salvador, Bahia. Revista Brasileira de Geociências, v.35, n.4, p.543-550, 2005. http://bjg.siteoficial.ws/2005/n.4/11.pdf

NUNES, S. L. T.; CRUZ, M. J. M.; Nascimento, S.A.M.. Aspectos qualitativos das águas da bacia hidrográfica do rio de Contas no município de Jussiape - Bahia. Revista de Geologia (Fortaleza), v. 20, p. 7-21, 2007.

NUNES, S.T . Avaliação hidrogeológica da Bacia do Alto Rio de Contas, no município de Jussiape, Bahia. 2006. 194 p. Dissertação (Mestrado em Geologia) - Universidade Federal da Bahia.

OLIVEIRA, E. A. D. S. Presença do Flúor nas Águas Subterrâneas do Município de Lauro de Freitas-Bahia, e suas consequências na saúde. 2014. 104 f. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia. https://repositorio.ufba.br/handle/ri/21537

OLIVEIRA, E. A. S, COUTINHO, C. A. M, ; CRUZ, M.J.M. ; GONÇALVES, M.P.. Fluorose Dentária em Escolares aos 12 anos de Idade, no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, Bahia, Brasil. CONCILIUM (BRASIL), v. 22, p. 811-826, 2022. https://doi.org/10.53660/CLM-579-653

PIPER, A.M. (1944) A Graphic Procedure in the Geochemical Interpretation of Water-Analyses. Eos, Transactions American Geophysical Union, 25, 914-928.

http://dx.doi.org/10.1029/TR025i006p00914

RAO, S. N. High-fluoride Groundwater. Environ Monit Assess, v. 176, p. 637–645, 2011.

DOI: 10.1007/s10661-010-1609-y

SALLES, L.Q. Hidrogeologia e risco geológico em Rochas Carbonáticas Proterozóicas: porção central da Chapada Diamantina, Bahia, Brasil. 2017. Dissertação (Mestrado em Geologia Ambiental, Hidrogeologia e Recursos hídricos) – Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia - UFBA, Salvador, 2017. https://repositorio.ufba.br/handle/ri/32079

SANTOS, R.A. Hidrogeoquímica dos domínios cársticos de Irecê, Bahia-Brasil. 2017. (Tese de Doutorado). Instituto de Geociências. Universidade Federal da Bahia – UFBA, 2017. https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/25830/1/Tese_Rodrigo_modelo_tradicional_final.pdf

SANTOS, R. A. Hidrogeoquímica das águas subterrâneas do município de Iraquara, Bahia. 2011. 144 p. Dissertação (Mestrado em Geologia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Bahia. https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/16318/1/Rodrigo%20Alves%20Santos.pdf

SAXENA. V. K.; AHMED S. Dissolution of fluoride in groundwater: a water-rock interaction study. Environmental Geology, v. 40, 1084-1087, 2001. https://www.researchgate.net/publication/235994539_Dissolution_of_fluoride_in_ground_water_A_water_rock_interaction_study

SEI (1999) Estado da Bahia. SUPERINTENDÊNCIA DE ESTUDOS ECONOMICOS E SOCIAIS DA BAHIA(SEI). Região Oeste. http://www.portalseibahia.saeb.ba.gov.br/

SIAGAS. https://siagasweb.sgb.gov.br/layout/

SILVA, C.R., VIGILIO,E.P. E QUINTARELLI,J.M. Geochemical megaprovince of fluorine and endemic fluorosis in the middle São Francisco river, Minas Gerais-Bahia, Brazil. Journal of the Geological Survey of Brazil vol 3, nº 3, 211 - 224, December 2020. DOI: https://doi.org/10.29396/jgsb

SOUZA, S. L. de; BRITO, P.C.R.; SILVA, R.W.S. Estratigrafia, sedimentologia e recursos minerais da Formação Salitre na Bacia de Irecê, Bahia. Salvador: CBPM, 1993. http://www.cbpm.ba.gov.br/book/estratigrafia-sedimentologia-e-recursos-minerais-da-formacao-salitre-na-bacia-de-irece-bahia/

VIKAS, C. et al. Genesis and geochemistry of high fluoride bearing groundwater from a semi-arid terrain of NW India. Environmental Earth Science. v. 68, p. 289-305. 2013.

https://ui.adsabs.harvard.edu/link_gateway/2013EES....68..289V/doi:10.1007/s12665-012-1739-3

W.H.O. World Health Organization. Guidelines for Drinking Water Quality. Geneva: Word Health Organization, 2006.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Oral health survey: basic methods. 4th ed. Geneva: WHO, 1997.

Downloads

Publicado

2024-05-18

Como Citar

Cruz, M. J. . M. ., Gonçalves, M. V. P. G., Otero, O. M. F. O., & Santos, R. A. S. (2024). O SOBRE O FLÚOR GEOGÊNICO E A FLUOROSE DENTÁRIA NO ESTADO DA BAHIA, BRASIL: O FLÚOR GEOGÊNICO E A FLUOROSE DENTÁRIA NO ESTADO DA BAHIA, BRASIL. Cadernos De Geociências, 19. https://doi.org/10.9771/geocad.v19i0.61458