Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".

  • O arquivo para submissão, único, está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou TXT (desde que não ultrapassem 4MB).

  • As citações e referências estão nas normas da ABNT.
  • Todas as figuras, quadros e tabelas estão nas proximidades de onde foram citadas pela primeira vez e possuem título
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.
  • A identificação de autoria do trabalho não aparece no manuscrito, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista para submissão à avaliação por pares (para artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.

Diretrizes para Autores

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS

“CADERNOS DE GEOCIÊNCAS” é uma revista do Instituto de Geociências da UFBA, que divulga trabalhos sobre temas da Geologia, Geofísica, Oceanografia e Geografia Física básicos e de aplicação, de autores nacionais e estrangeiros de interesse para a comunidade científica e da sociedade em geral. Em seções especiais podem ser publicados trabalhos de outras áreas, dando caráter multidisciplinar à revista.


1. TIPO DE TRABALHO PUBLICADO


A revista publica Artigos com dados e resultados originais e inéditos de pesquisas científicas e técnicas, redigidos em português, inglês ou espanhol.

 

2. APRESENTAÇÃO DO MANUSCRITO

2.1 O manuscrito deve conter:

 

A) PRIMEIRA FOLHA: título do trabalho, resumo, abstract 

a) Titulo, em letras maiúsculas, centralizado. NÃO incluir nome dos autores.

 

OBS.: O nome completo dos autores e informações devem ser digitados no processo de submissão, quando requerido.

- Informações sobre cada autor: formação (graduação e pós-graduação), cargo atual, instituição, E-mail. 

Em URL deve constar o link para o currículo Lattes do autor.

 

b) Resumo de até 150 palavras, em parágrafo único, sem incluir citações bibliográficas, seguido de até cinco palavras-chave que reflitam a natureza e conteúdo do trabalho, em português (palavras-chave separadas por ponto e vírgula).

c) Título traduzido para o inglês.

d) Abstract: mesmo conteúdo do resumo, seguido de até cinco key words.

 

B) SEGUNDA FOLHA EM DIANTE: corpo do trabalho

 

a) Sugere-se a seguinte estrutura/conteúdo no manuscrito:
            1 - Introdução, contextualizando e definindo o objetivo do artigo; deve incluir uma breve revisão de literatura.
            2 – Materiais, métodos e técnicas utilizados.
            3 - Resultados e Discussões.
            5 - Conclusões.
            6 - Agradecimentos.
            7 - Referências.

 

2.2 Formatação

 

a) O texto deve ser elaborado em folhas A4, margens de 2 cm, espaço 1,5, sem recuo de parágrafo, sem espaço entre os parágrafos, fonte Times New Roman, 12 pontos, em Word (extensão .doc) ou Texto (extensão .txt).

 

b) Extensão: até 25 páginas, incluindo texto, ilustrações e referências.

 

c) A hierarquia de itens e subitens deve ser feita em até 3 níveis:
            Nível 1: negritado, em maiúsculas, centralizado. TÍTULO 1
            Nível 2: negritado, primeira letra maiúscula, alinhado à esquerda. Título 2
            Nível 3: negritado, primeira letra maiúscula, itálico, alinhado à esquerda. Título 3 
                       
 

d) Unidades e símbolos de medidas devem seguir o sistema de padronização internacional (Ex: M para milhão, G para bilhão, m, cm, L, mg kg-1, L s-1,...). Não devem conter símbolos e abreviaturas não-usuais; quando utilizados, devem ter os significados explicitados entre parênteses quando da primeira citação no texto.

 

e) Palavras estrangeiras, se usadas, devem aparecer em itálico.

 

f) Não são aceitas notas de rodapé.

 

g) As páginas devem ser numeradas (canto superior direito).



2.3 Ilustrações, quadros e tabelas

a) As ilustrações, quadros e tabelas e seus títulos devem estar no corpo do texto, o mais próximo possível após o final do parágrafo onde foi citado pela primeira vez.

 

b) Todas os quadros e tabelas devem ser digitados sob forma de tabela no programa de texto. Não são aceitas tabelas ou quadros como figuras (escaneados) ou digitados em outros programas, como Excel, programas estatísticos ou outros.

 

c) As ilustrações devem ser possuir resolução mínima de 300 dpi. São aceitas ilustrações coloridas. As ilustrações devem ter ótima visibilidade em largura máxima de 8,5 cm (em caso excepcional, 18 cm).

 

OBS.: Caso necessário, se o manuscrito for aceito, o Editor poderá solicitar o envio das figuras pelos autores. Nesse caso, cada figura deverá ser submetida em um arquivo de imagem separado, enviadas preferencialmente no formato TIFF ou JPG, em resolução igual ou maior do que 300 dpi.


2.4 Citações e Referências


a) Citações no texto

- de um autor — ex.: Barbosa (1989), (BARBOSA, 1996);

- de dois autores — ex.: Cox e Singer (1986), (COX; SINGER, 1986)

- de trabalhos com mais de dois autores — ex.: Silva et al. (2008); (SILVA et al., 2008).

- de mais de um trabalho do mesmo autor e do mesmo ano ou de anos distintos — ex.: Johnson (2006a, b); Roberts (2006, 2007); (JOHNSON, 1995a, b; ROBERTS, 2006; 2007);

- para citações indiretas, usar “segundo” ou “citado por” (não usar apud) Ex.: Lucas (1975, segundo SILVA, 1993).


b) Referências

As Referências devem ser apresentadas segundo as normas mais recentes da ABNT. Seguem algumas especificações.

 

- As referências devem ser apresentadas em ordem alfabética dos sobrenomes do primeiro autor.

 

- Se houver mais de um trabalho do(s) mesmo(s) autor(es) em um mesmo ano, indicar no final (a), (b), (c).

 

- Entrada de um autor — Ex.: SILVA, A.L. da.

- Entrada de dois autores — Ex.: SILVA, J.L.; RUIIZ, A. das.

- Entrada de três ou mais autores — citar todos. Ex.: LIMA, E.S.; MARQUES, J.S.; CAMPOS, A.

- Não utilizar "et al." nas Referências.

 

Obs.: No título, somente a primeira palavra e nomes próprios devem iniciar com letra maiúscula; todas as demais devem estar em minúscula.  

 

Exemplos de Referências:

a) Livros:

COSTA, M.C. da; ANGÉLICA, R.S. (Coord.). Contribuições à geologia da Amazônia. Belém: Financiadora de Estudos e Projetos e Sociedade Brasileira de Geologia/Núcleo Norte, 446 p., 1997.

IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Diagnóstico da carcinicultura no Estado do Ceará. Fortaleza: IBAMA, 2005.

 

b) Capítulos de livros:

HADLICH, G.M.; UCHA, J.M.; CELINO, J.J. Apicuns na Baía de Todos os Santos: distribuição espacial, descrição e caracterização física e química. In: Queiroz, A. F. de S.; Celino, J. J. (Org.). Avaliação de ambientes na Baía de Todos os Santos: aspectos geoquímicos, geofísicos e biológicos. Salvador: UFBA, 2008. p. 59-72.


c) Dissertações e Teses:

 

SANTOS, M. dos. Serra da Mantiqueira e Planalto do Alto Rio Grande: a bacia terciária de Aiuruoca e evolução morfotectônica. 1999. 134 f. Tese (Doutorado em Geociências) — Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1999.

d) Artigos de periódicos:

 

FERREIRA, M.C. Análise espacial da densidade de drenagem em sistema de informação geográfica através de um modelo digital de distâncias interfluviais. Geociências, v. 18, n. 1, p. 7-22, 1999.

e) Resumos ou artigos publicados em eventos técnico-científicos:

 

ROY, P. Estuaries and coastal valley-fills in Southeast Australia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTUDOS DO QUATERNÁRIO, 6., 1997, Curitiba. Resumos expandidos... São Paulo: ABEQUA, 1997. p. 12-13.

 

f) Legislação:

BRASIL. Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal, e altera o art. 1º da Lei nº 8.001, de 13 de março de 1990, que modificou a Lei nº 7.990, de 28 de dezembro de 1989. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 9 jan. 1997, seção I, p. 470-474.

g) Mapas:

 

BAHIA. Departamento Estadual de Geografia e Cartografia. Mapa geológico do Estado da Bahia.  Salvador: DEGC, 1995. 1 mapa. Escala: 1:1.000.000.

 

 

h) Documentos consultados na internet: citar a URL e data de acesso:

 

CUNHA, C.M.L. da; MENDES, I.A. Proposta de análise integrada dos elementos físicos da paisagem: uma abordagem geomorfológica. Disponível em: Acesso em: 25 jan. 2006.

 

MIRANDA, E.E. de (Coord.). Brasil em relevo. Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2005. Disponível em: <http://www.relevobr.cnpm.embrapa.br>. Acesso em: 8 jul. 2010.

 

SILVA NETO, C.A. Contaminação de águas subterrâneas no município de Santa Maria, RS. In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRGS, 6., 2007, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: UFRGS, 2007. Disponível em: Acesso em 23 mar. 2008.

 

 

Não devem ser citados documentos (relatórios e outros) confidenciais ou inacessíveis aos leitores, como apostilas de aula, p. ex.

 

 

3. SUBMISSÃO

 

O processo de submissão on-line consta de cinco etapas:

 

1. Início

 

2. Inclusão de metadados: observações referentes ao(s) autor(es) – incluir as seguintes informações nos campos específicos:

- Nome: completo de cada autor, sendo o sobrenome em maiúsculas. Ex.: João Cardoso da SILVA JÚNIOR

- Biografia: citar formação e instituição(ões) ou empresa(s) a que se vincula(m); E-mail. Instituição repetida pode ser apresentada pela sigla.

Ex. 1° autor: Geógrafo, Dr. Geomorfologia. Professor Associado do Departamento de Geografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia – DGeo/IGEO/UFBA. E-mail: jcsilva@ufba.br.

Ex. 2° autor: Geólogo, aluno do curso de Pós-Graduação em Geologia (Mestrado). Professor substituto do DGeo/IGEO/UFBA. E-mail: carlos@gmail.com.

URL: colocar o link para o currículo Lattes do autor.

 

3. Transferência do manuscrito: arquivo único, preferencialmente em Word (.doc) versão 2003.

 

4. Transferência de documentos suplementares: deixar em branco e prosseguir. Não serão aceitos documentos suplementares.

 

5. Confirmação da submissão.

 

O autor que estará submetendo o manuscrito deverá seguir as instruções em cada item.

 

Haverá uma checagem preliminar do artigo a fim de verificar se as normas (Diretrizes para Autores) foram obedecidas. Caso haja problemas, o artigo será devolvido antes mesmo de ser avaliado.

 

ATENÇÃO - não serão aceitos manuscritos enviados por E-mail. As submissões deverão ser realizadas através do SEER.   

 

4. ANÁLISE DO MANUSCRITO

1.      O autor ou primeiro autor será comunicado, por e-mail, da recepção do manuscrito, dos resultados das avaliações e da aceitação para publicação.

2.      O manuscrito receberá avaliação de dois membros do Conselho Editorial e/ou Corpo Consultivo.

3.      Trabalho não aceito será devolvido. Aquele cuja aceitação dependa de modificação ou ajuste, será devolvido ao(s) autor(es) para adequação.

4.      Revisões de aspectos formais dos trabalhos, antes da impressão final, serão efetuadas pelo Conselho Editorial.

5.      Os dados, informações e conceitos emitidos nos trabalhos são de inteira responsabilidade dos autores. O autor ou primeiro autor do trabalho responde pela autorização de sua publicação e cessão de direitos autorais à revista.

 

 

5. TAMANHO DO ARQUIVO 

O arquivo enviado não deverá ter mais de 4 MB. Caso ultrapasse esse limite, sugere-se rever as figuras e colocá-las originalmente em tamanho menor, sem perda de qualidade visual.  

 

Artigos

Insira aqui a política desta seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços postais informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.