ANÁLISE DA SENSIBILIDADE DE PARÂMETROS DA SIMULAÇÃO ESTOCÁSTICA EM RESERVATÓRIOS USANDO O MÉTODO PLURIGAUSSIANO

Autores

  • Marcio Nunes NORMANDO Universidade Federal do Ceará
  • Narelle Maia ALMEIDA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)
  • Daniel Rodrigues NASCIMENTO JÚNIOR Universidade Federal do Ceará

Palavras-chave:

geoestatística, simulação plurigaussiana, caracterização de reservatórios, modelagem geológica, variograma

Resumo

As técnicas de simulação geoestatística possuem um papel importante na caracterização de reservatórios de petróleo. Por meio delas é possível reproduzir as heterogeneidades observadas, representando de maneira mais geológica o reservatório. Porém, como existem diversas variáveis a serem analisadas e interpretadas pelos geólogos, faz-se necessário um estudo sobre as incertezas dos parâmetros utilizados. Deste modo, o principal objetivo deste trabalho é analisar a sensibilidade em dois parâmetros da simulação geoestatística de litotipos para verificar se existem, ou se podem existir, diferenças significativas com relação a um modelo base. O algoritmo plurigaussiano foi utilizado para a realização das simulações estocásticas do modelo base e dos dois casos de estudo: no primeiro caso modificou-se a estrutura do modelo de variograma e no segundo caso o alcance do modelo de variograma foi modificado. Observou-se que essas duas modificações geraram modelos com diferenças significativas com relação à continuidade e conectividade dos litotipos simulados. Palavras-Chave: geoestatística, simulação plurigaussiana, caracterização de reservatórios, modelagem geológica, variograma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcio Nunes NORMANDO, Universidade Federal do Ceará

Doutorando na Universidade Federal do Ceará. Desenvolvendo a tese de MODELAGEM GEOESTATÍSTICA E EVOLUÇÃO SEDIMENTAR DO RESERVATÓRIO DELTAICO DA FORMAÇÃO PARACURU NA SUB-BACIA MUNDAÚ, BACIA DO CEARÁ. Consultor em modelagem e caracterização de reservatórios (mestrado em modelagem geológica e geoestatística e 11 anos de atuação em Projetos e Estudos Integrados de Reservatórios na Indústria de Petróleo e Gás) com conhecimento em modelagem de reservatórios fraturados, inversão sísmica, ajuste histórico de produção e simulação dinâmica de reservatórios. Experiência nacional e internacional na área de gestão, vendas e treinamentos na área de Engenharia de Reservatórios para a Indústria Petroleira (Petrobras, PDVSA, Pemex, Sonangol, Repsol, entre outras).

Narelle Maia ALMEIDA, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Professora de Geologia do Instituto Federal do Rio Grande do Norte e Doutoranda pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Geodinâmica e Geofísica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, associada ao Laboratório de Geologia e Geofísica Marinha e Monitoramento Ambiental (GGEMMA-UFRN). Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Ceará (2011), com trabalho de conclusão de curso desenvolvido no Laboratório de Geologia Marinha e Aplicada (LGMA-UFC). Foi professora do Instituto Federal do Piauí (Campus Paulistana). Também trabalhou na Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE). Tem experiência na área de Geociências e Oceanografia, tendo participado de trabalhos de campo terrestres e marinhos e elaboração de projetos e relatórios técnicos.

Daniel Rodrigues NASCIMENTO JÚNIOR, Universidade Federal do Ceará

Bacharel em Geologia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2004), possui ainda Mestrado (Geologia Sedimentar, 2006), Doutorado (Geoquímica e Geotectônica, 2011) e Pós-Doutorado (2013) em Geociências pela Universidade de São Paulo. Em 2011, trabalhou como Geólogo de Mina na exploração de rochas carbonáticas da klippe de Italva (Faixa Ribeira, norte fluminense). Desde 2012, é docente na Universidade Federal do Ceará em Fortaleza (CE), atualmente em nível de Professor Adjunto IV. Tem experiência nas áreas de Sedimentologia e Estratigrafia, com ênfase em Geologia do Quaternário, Geologia do Petróleo e Análise de Bacias Sedimentares, e atua principalmente nos seguintes temas: faciologia, petrografia, minerais pesados, aplicação de análises isótopicas, datação por luminescência, morfodinâmica e processos erosivos.

Downloads

Publicado

2019-03-09

Como Citar

NORMANDO, M. N., ALMEIDA, N. M., & NASCIMENTO JÚNIOR, D. R. (2019). ANÁLISE DA SENSIBILIDADE DE PARÂMETROS DA SIMULAÇÃO ESTOCÁSTICA EM RESERVATÓRIOS USANDO O MÉTODO PLURIGAUSSIANO. Cadernos De Geociências, 14(1-2), 1–7. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/cadgeoc/article/view/16698

Edição

Seção

Artigos