Morar em uma cidade imaginária: os paradoxos de Coruscant (Stars Wars)

Autores

  • Alain Musset

Resumo

Enquanto vários estudos geográficos analisam a cidade real como um objeto quase virtual, medida apenas por dados estatísticos e mega-pixels, pode ser salutar tratar uma cidade imaginária como se fosse um objeto real, onde o espaço é ao mesmo tempo vivido e percebido por personagens de ficção. É o caso deste artigo, que estuda a cidade de Coruscant, capital da Antiga República e também do Império Galático, existente no universo de Star Wars. O autor parte do princípio que pouco importa que a cidade seja real ou imaginária, a partir do momento que se ofereçam ferramentas de análise e reflexões sobre as cidades contemporâneas. Mesmo que ela não exista, Coruscant é um laboratório magnífico para quem quer compreender processos sócio-políticos que estão em curso nas nossas cidades globalizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-10-07

Como Citar

Musset, A. (2008). Morar em uma cidade imaginária: os paradoxos de Coruscant (Stars Wars). Revista De Urbanismo E Arquitetura, 7(2). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/rua/article/view/3169

Edição

Seção

Artigos