Brasília e a preservação da modernidade

Autores

  • Maria Elaine Kohlsdorf

Resumo

Objetiva-se discutir metodologia de análise dos espaços urbanos, considerados bens culturais passíveis de preservação. Brasília comparece como exemplo, onde um grupo de trabalho interinstitucional (GT Brasília) testou conceitos e exercitou técnicas de caracterização morfológica. Questionam-se, aqui, critérios de avaliação do patrimônio cultural e políticas de preservação, estas geralmente dissociadas das demais ações de planejamento urbano. O problema da conservação do bem contemporâneo não é isolado, mas integra-se ao debate sobre a manutenção dos testemunhos culturais, na memória social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-09-17

Como Citar

Kohlsdorf, M. E. (2008). Brasília e a preservação da modernidade. RUA: Revista De Arquitetura E Urbanismo, 2(2). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/rua/article/view/3091

Edição

Seção

Artigos