Habitação em um contexto de redemocratização: a experiência de Camaçari (Bahia)

Autores

  • José Antonio Gomes de Pinho

Resumo

Aborda a forma como a habitação popular foi tratada por um governo municipal de esquerda (1986/88), após 11 anos de domínio autoritário. A área de análise é Camaçari, Estado da Bahia, que, ao abrigar um dos setores mais avançados do capitalismo nacional, o Pólo Petroquímico, e uma ampla força de trabalho desqualificada e submetida a agudas carências habitacionais, sintetiza bem a forma assumida pela acumulação no período autoritário. Frente a esta situação, analisa-se as possibilidades de êxito de uma política habitacional para as massas empreendida por um governo de esquerda dentro de um contexto que permanece capitalista. A ausência de um instrumental teórico adequado dificulta a análise e aponta para a necessidade de produção teórica na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-09-10

Como Citar

Pinho, J. A. G. de. (2008). Habitação em um contexto de redemocratização: a experiência de Camaçari (Bahia). RUA: Revista De Arquitetura E Urbanismo, 2(1). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/rua/article/view/3069

Edição

Seção

Artigos