CÉLULAS-TRONCO DA POLPA DE DENTES HUMANOS: COLETA, ARMAZENAMENTO E APLICABILIDADE - REVISÃO DE LITERATURA STEM CELLS FROM HUMAN TOOTH PULP: COLLECTION, STORAGE AND APPLICABILITY - LITERATURE RE

Autores

  • Aline Barbosa dos Santos
  • Ana Kamila de Souza Santana
  • Isabelle Maria Gonzaga de Mattos Vogel
  • Letícia Silva das Virgens Queiroz
  • Lorena Rodrigues Souza
  • José Boaventura Zumaêta Costa

DOI:

https://doi.org/10.9771/revfo.v51i1.44222

Palavras-chave:

Células-tronco, Bioengenharia, Polpa dentária, Odontologia, Stem cells, Bioengineering, Dental pulp, Dentistry

Resumo

A Odontologia atual tem conquistado avanços com relação aos estudos sobre células–tronco retiradas da polpa dentária, por serem células indiferenciadas com capacidade de autorrenovação, benefício este que, através das técnicas da bioengenharia podem aprimorar as terapias odontológicas, como: endodôntica, periodontal, cirúrgicas, de implantodontia; entre outras. Desse modo, o objetivo desse artigo é revisar a literatura acerca da aplicabilidade e armazenamento das células-troncos dental na Odontologia. Realizou-se um levantamento de artigos científicos dos últimos 10 anos, com o intuito de aprimorar os conhecimentos que permeiam a temática, com ênfase na coleta, armazenamento e aplicabilidade. Encontrou-se que, devido às características de alta capacidade de proliferação, disponibilidade e fácil acesso, tornam a polpa dentária uma fonte importante de células-tronco, a medida que podem fornecer inúmeros benefícios, como a produção de tecidos, a exemplo da dentina, ligamento periodontal, polpa dental e tecido ósseo. A captação das células-tronco de dentes decíduos é minimamente invasiva, sendo mais fácil o isolamento, a manipulação e a expansão in vitro. No entanto, faz-se necessário a existência de Biobancos de Dentes Humanos (BDH) para contribuir na captação e armazenamento desse material. Logo, é perceptível que os BDH contribuem com esse processo e as células-tronco desempenham um papel fundamental na bioengenharia da reparação tecidual.

Current dentistry has achieved advances in relation to studies on stem cells taken from dental pulp, as they are undifferentiated cells with self-renewal capacity, a benefit that, through bioengineering techniques, can improve dental therapies, such as: endodontic, periodontal, surgical, of implantodontics; among others. Thus, the objective of this article is to review the literature on the applicability and storage of dental stem cells in Dentistry. A survey of scientific articles from the last 10 years was carried out, in order to improve the knowledge that permeates the theme, with emphasis on collection, storage and applicability. It was found that, due to the characteristics of high proliferation capacity, availability and easy access, they make the dental pulp an important source of stem cells, a measure that can provide numerous benefits, such as tissue production, such as dentin, periodontal ligament, dental pulp and bone tissue. The uptake of stem cells from primary teeth is minimally invasive, making isolation, manipulation and expansion in vitro easier. However, it is necessary to have Human Teeth Biobanks (HTB) to contribute to the capture and storage of this material. Therefore, it is noticeable that HTB contribute to this process and stem cells play a fundamental role in the bioengineering of tissue feeding.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-05-20

Como Citar

Barbosa dos Santos, A., Kamila de Souza Santana, A., Maria Gonzaga de Mattos Vogel, I., Silva das Virgens Queiroz, L., Rodrigues Souza, L., & Boaventura Zumaêta Costa, J. (2021). CÉLULAS-TRONCO DA POLPA DE DENTES HUMANOS: COLETA, ARMAZENAMENTO E APLICABILIDADE - REVISÃO DE LITERATURA STEM CELLS FROM HUMAN TOOTH PULP: COLLECTION, STORAGE AND APPLICABILITY - LITERATURE RE. Revista Da Faculdade De Odontologia Da Universidade Federal Da Bahia, 51(1). https://doi.org/10.9771/revfo.v51i1.44222

Edição

Seção

Artigos de Revisão de Literatura/ Reviews of the Literature