Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  • Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB). Os artigos devem conter abstract, os nomes dos autores, titulação dos autores, autor e endereço para correspondecia.
  • URLs para as referências foram informadas quando necessário.
  • O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; fonte Arial; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas podem estar inseridas no texto, em número de três no máximo e com 300 DPI, se ultrapassar 2MB, devem ser incluidas como documento suplementar.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.
  • A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.

Diretrizes para Autores

RECOMENDAÇÕES PARA A SUBMISSÃO DE ARTIGOS

Os manuscritos submetidos para apreciação devem ser inéditos, não sendo permitida a
sua apresentação simultânea em outro periódico, e versarão sobre temas da área
odontológica e correlatas.


1 - DAS NORMAS GERAIS
1.1 Serão aceitos para submissão trabalhos de pesquisa básica e aplicada em
Odontologia, na língua portuguesa ou inglesa. Os trabalhos de revisão somente
serão aceitos mediante análise criteriosa da relevância do tema ou a convite dos
editores. O manuscrito pode ser redigido em português ou inglês e deverá ser
fornecido em arquivo digital compatível com o programa "Microsoft Word" (em
formato DOC).
1.2 Para os trabalhos redigidos em inglês (o uso inglês americano ou britânico é aceito,
mas não uma mistura dos dois), o conteúdo dos textos deve ser acompanhado de
documento que comprove sua revisão por profissionais com proficiência na língua
inglesa.
1.3 Os trabalhos enviados para publicação devem ser inéditos, não sendo permitida a
sua submissão simultânea em outro periódico, seja este de âmbito nacional ou
internacional.
1.4 As questões éticas referentes às publicações de pesquisa com seres humanos são
de inteira responsabilidade dos autores e devem estar em conformidade com os
princípios contidos na Declaração de Helsinque da Associação Médica Mundial
(1964, revisada em 2000).
1.5 A Revista da Faculdade de Odontologia da UFBA reserva todo o direito autoral dos
trabalhos publicados, inclusive tradução, permitindo, entretanto, a sua posterior
reprodução como transcrição, com devida citação de fonte.
1.6 O conteúdo dos textos das citações e das referências são de inteira
responsabilidade dos autores.
1.7 A data do recebimento do original, a data de envio para revisão, bem como a data
de aceite constará no final do artigo, quando da sua publicação.
1.8 O número de autores está limitado a seis (6). Nos casos de maior número de
autores, o conselho editorial deverá ser consultado.


1.8 Registros de Ensaios Clínicos
1.8.1 Artigos de pesquisas clínicas devem apresentar um número de identificação em
um dos Registros de Ensaios Clínicos validados pelos critérios da Organização
Mundial da Saúde (OMS) e do International Committee of Medical Journal Editors
(ICMJE), cujos endereços estão disponíveis no site do ICMJE. Sugestão para
registro: http://www.ensaiosclinicos.gov.br/. O número de identificação deverá ser
registrado ao final do resumo.


1.9 Comitê de Ética
1.9.1 Resultados de pesquisas relacionadas a seres humanos devem ser
acompanhados de cópia do parecer do Comitê de Ética da Instituição de origem,
ou outro órgão credenciado junto ao Conselho Nacional de Saúde.
1.9.2 Na reprodução de documentação clínica, o uso de iniciais, nomes e/ou números
de registro de pacientes são proibidos. A identificação de pacientes não é
permitida. Ao reproduzir no manuscrito algum material previamente publicado
(incluindo textos, gráficos, tabelas, figuras ou quaisquer outros materiais), a
legislação cabível de Direitos Autorais deverá ser respeitada e a fonte citada.
1.9.3 Nos experimentos com animais devem ser seguidos os guias da Instituição dos
Conselhos Nacionais de Pesquisa sobre o uso e cuidado dos animais de
laboratório.


2 - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
2.1 Os trabalhos serão avaliados primeiramente quanto ao cumprimento das normas de
publicação, sendo que no caso de inadequação serão devolvidos antes mesmo de
serem submetidos à avaliação quanto ao mérito do trabalho e conveniência da sua
publicação. Os editores avaliarão os manuscritos pelo site Plagiarism
detect ou Plagium logo após a submissão. Isto não tem relação com a simples
repetição de nomes / filiações, mas envolve frases ou textos utilizados.
2.2 Após aprovado quanto às normas, os trabalhos serão submetidos à apreciação
quanto ao mérito científico e precisam de, pelo menos, dois relatores, que deverão
emitir pareceres contemplando as categorias: inadequado para publicação;
adequado, mas requerendo modificações; ou adequado para publicação sem
retificações.
2.3 O Conselho Editorial dispõe de plena autoridade para decidir sobre a pertinência da
aceitação dos trabalhos, podendo, inclusive, devolvê-los aos autores com
sugestões para que sejam feitas as alterações necessárias no texto e/ou
ilustrações. Neste caso, é solicitado ao autor o envio da versão revisada contendo
as devidas alterações e as que porventura não tenham sido adotadas deverão estar
justificadas através de carta encaminhada pelo autor. Esta nova versão deverá ser
enviada no prazo máximo de 07 dias e o trabalho será reavaliado pelo Corpo
Editorial da Revista.
2.4 É garantido, em todo processo de análise dos trabalhos, a não identificação dos
autores ou do avaliador. O nome dos autores é, propositalmente, omitido para que
a análise do trabalho não sofra qualquer influência e, da mesma forma, os autores,
embora informados sobre o método em vigor, não fiquem cientes sobre quem são
os responsáveis pelo exame de sua obra. No caso da identificação de conflito de
interesse por parte dos revisores, o Conselho Editorial encaminhará o manuscrito a
outro revisor.
2.5 Os conceitos emitidos nos trabalhos publicados serão de responsabilidade exclusiva
dos autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião do Conselho Editorial ou dos
Editores.


3 - DA CORREÇÃO DAS PROVAS TIPOGRÁFICAS
3.1 As provas tipográficas contendo a versão revisada dos trabalhos serão enviadas ao
autor correspondente por meio da plataforma ou correio eletrônico.
3.2 O autor dispõe de um prazo de 03 dias para correção e devolução do original
devidamente revisado.
3.3 A omissão do retorno da prova significará a aprovação automática da versão sem
alterações. Apenas pequenas modificações, correções de ortografia e verificação
das ilustrações serão aceitas. Modificações extensas implicarão na reapreciação
pelos assessores e retorno ao processo de arbitragem.


4 - DA APRESENTAÇÃO
4.1 Estrutura de apresentação da página de rosto
- Título do manuscrito em português, de forma concisa, clara e o mais informativo
possível. Não deve conter abreviações e não deve exceder a 200 caracteres, incluindo
espaços.
- Deve ser apresentada também a versão do título em inglês.
- Nome dos autores na ordem direta e sem abreviações, seguido da sua principal
titulação e filiação institucional; assim como registros na Base como ORCID, caso não
tenham (o registro ORCID pode ser obtido, gratuitamente, através do site
http://orcid.org); acompanhado do respectivo endereço com informação de contato
(telefone, endereço e e-mail para o autor correspondente) e todos os coautores. Os
autores devem garantir que o manuscrito não foi previamente publicado ou não está
sendo considerado para publicação em outro periódico.
- Endereço completo do autor principal, com telefone, fax e e-mail, a quem deverá ser
encaminhada eventual correspondência.
- O autor deverá colocar a área de conhecimento referente ao tema do manuscrito, de
acordo com as seguintes áreas:
- Áreas Temáticas: Anatomia; Biologia Craniofacial; Biologia Pulpar; Bioquímica;
Cariologia; Ciências do Comportamento; Cirurgia Bucomaxilofacial; Controle de
Infecção; Dentística; Disfunção Temporomandibular; Estomatologia; Farmacologia;
Fisiologia; Imaginologia; Implantodontia - Clínica Cirúrgica; Implantodontia - Clínica
Protética; Implantodontia Básica e Biomateriais; Imunologia; Materiais Dentários;
Microbiologia; Oclusão; Odontogeriatria; Odontologia Hospitalar; Odontologia Legal;
Odontologia Social; Odontopediatria; Ortodontia; Ortopedia; Patologia Oral; Periodontia;
Prótese; Saúde Coletiva; Terapia Endodôntica.
Para garantir o cegamento da avaliação por pares, a folha de rosto deve ser anexada
como documento suplementar, SEPARADAMENTE do arquivo que contém o corpo do
trabalho.


4.2 Estrutura de apresentação do corpo do manuscrito
- Título do trabalho em português
- Título do trabalho em inglês
- Resumo estruturado: deve condensar os resultados obtidos e as principais
conclusões de tal forma que um leitor, não familiarizado com o assunto tratado no texto,
consiga entender as principais implicações do artigo. O resumo não deve exceder 250
palavras (100 palavras no caso de comunicações breves) e abreviações devem ser
evitadas. Deve ser apresentado na forma de parágrafo único estruturado (sem
subdivisões das seções), contento objetivo, metodologia, resultados e conclusões. No
Sistema, utilizar a ferramenta Special characters para caracteres especiais, se aplicável.
Para os textos em Língua portuguesa, deve ser apresentada também a versão em inglês
(Abstract) ou em espanhol (Resumen).
De acordo com o tipo de estudo, o resumo deverá ser estruturado nas seguintes
divisões:
- Artigo original e Revisão sistemática: Objetivo, Materiais e Métodos, Resultados e
Conclusão (No Abstract: Purpose, Methods, Results, Conclusions).
- Relato de caso: Objetivo, Descrição do caso, Considerações finais (No Abstract:
Purpose, Case description, Final Considerations).
- Revisão de literatura: Objetivo, Materiais e Métodos, Resultados e Considerações
finais. No Abstract: (Purpose, Methods, Results, Final Considerations). A forma
estruturada do artigo original pode ser seguida, mas não é obrigatória.
- Unitermos: imediatamente abaixo do resumo estruturado, de acordo com o tipo de
artigo submetido, devem ser incluídos de 3 (três) a 5 (cinco) unitermos (palavras-chave),
assim como a respectiva tradução para os uniterms. Devem ser separados por vírgula.
Os descritores devem ser extraídos dos “Descritores em Ciências da Saúde”
(DeCS): http://decs.bvs.br/, que contém termos em português, espanhol e inglês, e do
“Medical Subject Headings” (MeSH): www.nlm.nih.gov/mesh, para termos somente em
inglês (não serão aceitos sinônimos).

- Abstract: deverá contemplar a cópia literal da versão em português.
- Uniterms: versão correspondente em inglês dos unitermos.


Grafia de termos científicos: nomes científicos (binômios de nomenclatura
microbiológica, zoológica e botânica) devem ser escritos por extenso, bem como os
nomes de compostos e elementos químicos, na primeira menção no texto principal.
Unidades de medida: devem ser apresentadas de acordo com o Sistema Internacional
de Medidas (http://www.bipm.org ou http://www.inmetro.gov.br/consumidor/unidLegaisMed.asp).


- CORPO DO MANUSCRITO
ARTIGO ORIGINAL DE PESQUISA E REVISÃO SISTEMÁTICA: devem apresentar as
seguintes divisões: Introdução, Materiais e Métodos, Resultados, Discussão e
Conclusão.
Introdução: resumo do raciocínio e a proposta do estudo, citando somente referências
pertinentes. Claramente estabelece a hipótese do trabalho. Deve ser sucinta e destacar
os propósitos da investigação, além da relação com outros trabalhos na área. Uma
extensa revisão de literatura não é recomendada, citando apenas referências
estritamente pertinentes para mostrar a importância do tema e justificar o trabalho. Ao
final da introdução, os objetivos do estudo devem ser claramente descritos.
Materiais e Métodos: apresenta a metodologia utilizada com detalhes suficientes que
permitam a confirmação das observações. Métodos publicados devem ser
referenciados e discutidos brevemente, exceto se modificações tenham sido feitas.
Indicar os métodos estatísticos utilizados, se aplicável. Devem ser suficientemente
detalhados para que os leitores e revisores possam compreender precisamente o que
foi feito e permitir que seja repetido por outros. Técnicas-padrões precisam apenas ser
citadas. Estudos observacionais devem seguir as diretrizes STROBE (http://strobestatement.org/) e o check list deve ser submetido. Ensaios clínicos devem ser relatados
de acordo com o protocolo padronizado da CONSORT Statement (http://www.consortstatement.org/), revisões sistemáticas e meta-análises devem seguir o PRISMA
(http://www.prisma-statement.org/), ou Cochrane (http://www.cochrane.org/).
* Aspectos Éticos: em caso de experimentos envolvendo seres humanos, indicar se
os procedimentos realizados estão em acordo com os padrões éticos do comitê de
experimentação humana responsável (institucional, regional ou nacional) e com a
Declaração de Helsinki de 1964, revisada em 2000. Quando do relato de experimentos
em animais, indicar se seguiu um guia do conselho nacional de pesquisa, ou qualquer
lei sobre o cuidado e uso de animais em laboratório. Deve também citar aprovação de
Comitê de Ética.
Resultados: apresenta os resultados em uma sequência lógica no texto, tabelas e
ilustrações. Não repetir no texto todos os dados das tabelas e ilustrações, enfatizando
somente as observações importantes. Utilizar no máximo seis tabelas e/ou ilustrações.
Discussão: enfatizar os aspectos novos e importantes do estudo e as conclusões
resultantes. Não repetir, em detalhes, os dados ou informações citadas na introdução
ou nos resultados. Relatar observações de outros estudos relevantes e apontar as
implicações de seus achados e suas limitações.
Conclusão(ões): deve(m) ser pertinente(s) aos objetivos propostos e justificados nos
próprios resultados obtidos. A hipótese do trabalho deve ser respondida. Devem ser
apresentadas concisamente e estar estritamente fundamentadas nos resultados
obtidos. O detalhamento dos resultados, incluindo valores numéricos etc., não deve ser
repetido.
Agradecimentos (quando houver): agradecer às pessoas que tenham contribuído de
maneira significativa para o estudo. Especificar auxílios financeiros citando o nome da
organização de apoio de fomento e o número do processo.
Autoria: Todos os autores devem ter feito contribuições substanciais para: (1) a
concepção e desenho do estudo, ou aquisição de dados, ou análise e interpretação dos
dados, (2) redação do artigo ou revisão crítica para conteúdo intelectual importante, (3)
aprovação final da versão a ser submetida.
RELATO DE CASO: Deve ser dividido em: Introdução, Descrição do(s) Caso(s),
Discussão e Considerações finais.
REVISÃO DE LITERATURA: Deve ser dividida em Introdução, Revisão de literatura,
Discussão (serão aceitas também revisões discutidas) e Considerações finais. Deve ter
um conteúdo descritivo-discursivo, com foco numa apresentação e discussão
abrangente de questões científicas importantes e inovadoras.
PONTO DE VISTA / CARTA AO EDITOR: devem incluir evidências que sustentem a
opinião do(s) autor(es) sobre o conteúdo científico ou editorial da RFOUFBA. Figuras
ou tabelas não são permitidas.
A identificação de autoria NÃO pode constar no corpo do trabalho, devendo ser
removida também da opção Propriedades no Word.


5 - DA NORMALIZAÇÃO TÉCNICA
O texto deve ter composição eletrônica no programa Word for Windows (extensão doc.),
apresentar-se em fonte ARIAL tamanho 11, espaçamento entre as linhas de 1,5, em
folhas A4, com margens de 3 cm de cada um dos lados, perfazendo um total de no
máximo 15 páginas, excluindo referências e ilustrações (gráficos, fotografias, tabelas
etc.). Os parágrafos devem ter recuo da primeira linha de 1,25 cm.
Evitar ao máximo as abreviações e siglas. Em determinados casos, sugere-se que na
primeira aparição no texto, deve-se colocar por extenso e a abreviatura e/ou sigla entre
parênteses. Exemplo: Febre Hemorrágica do Dengue (FHD).


5.1 Ilustrações
O material ilustrativo compreende tabela (elementos demonstrativos como números,
medidas, percentagens, etc.), quadro (elementos demonstrativos com informações
textuais), gráficos (demonstração esquemática de um fato e suas variações), figura
(demonstração esquemática de informações por meio de mapas, diagramas,
fluxogramas, radiografias, como também por meio de desenhos ou fotografias).
5.1.1 Todas as ilustrações devem ser apresentadas e inseridas ao longo do texto em
Word, conforme ordem de citação e devem ser limitadas no máximo a seis (6).
Devem também ser enviadas separadamente (Figura 1a, Figura 1b, Figura 2,
Figura 3...) no formato JPEG, TIFF ou GIF.
5.1.2 O material ilustrativo deve ser limitado a seis e numerado consecutivamente em
algarismos arábicos, seguindo a ordem que aparece no texto, com suas
respectivas legendas e fontes, e a cada um deve ser atribuído um breve título.
5.1.3 A elaboração dos gráficos e tabelas deverá ser feita em preto e branco ou em tons
de cinza. Gráficos e desenhos podem ser confeccionados no programa Excel ou
Word. O autor deve enviar o arquivo no programa original, separado do texto, em
formato editável (que permite o recurso “copiar e colar”) e também JPEG, TIFF ou
GIF.
5.1.4 As ilustrações deverão ser encaminhadas com resolução mínima de 300 dpi e
tamanho máximo de 6 cm de altura x 8 cm de largura. As legendas
correspondentes deverão ser claras, concisas e localizadas abaixo de cada
ilustração, precedidas da numeração correspondente. Se houver texto no interior
da ilustração, deve ser formatado em fonte Arial, corpo 9. Fonte e legenda devem
ser enviadas também em formato editável que permita o recurso “copiar/colar”. Os
autores que utilizam escalas em seus trabalhos devem informar explicitamente na
carta de submissão de seus artigos, se elas são de domínio público ou se têm
permissão para o uso.
5.1.5 As tabelas e quadros deverão ser logicamente organizados, numerados
consecutivamente em algarismos arábicos. A legenda será colocada na parte
superior dos mesmos.
5.1.6 Tabelas e quadros devem estar configurados em linhas e colunas, sem espaços
extras, e sem recursos de “quebra de página”. Cada dado deve ser inserido em
uma célula separada. É importante que apresentem informações sucintas. Não
devem ultrapassar uma página (no formato A4, com espaço simples e letra em
tamanho 9).
5.1.7 As notas de rodapé serão indicadas por asteriscos e restritas ao mínimo
indispensável. Marca comercial de produtos e materiais não deve ser apresentada
como nota de rodapé, mas deve ser colocada entre parênteses seguida da cidade,
estado e país da empresa (Ex: Goretex, Flagstaff, Arizona, EUA)


5.2 Citação de autores
A citação dos autores no texto poderá ser feita de duas maneiras: 1) Apenas numérica:
" a interface entre bactéria e célula 3,4,7-10" ou 2) alfanumérica:
• Um autor - Silva23 (1996)
• dois autores - Silva e Carvalho25 (1997)
• mais de dois autores - Silva et al.28 (1998)
• Pontuação, como ponto final e virgula deve ser colocada após citação numérica.
Ex: Ribeiro38.


5.3 Referências
As citações de referências devem ser identificadas no texto por meio de números
arábicos sobrescritos. A lista completa de referências deve vir após a seção de
"Agradecimentos", e as referências devem ser numeradas e apresentadas de acordo
com o Estilo Vancouver, em conformidade com as diretrizes fornecidas
pelo International Committee of Medical Journal Editors, conforme apresentadas
em Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical
Journals (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK7256/). Os títulos de periódicos devem
ser abreviados de acordo com o List of Journals Indexed in Index
Medicus (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/nlmcatalog/journals). A correta apresentação
das referências é de responsabilidade exclusiva dos autores.
É necessário que os autores evitem ao máximo a inclusão de comunicações pessoais,
resumos e materiais bibliográficos sem data de publicação na lista de referências.
Colocar o nome de todos os autores do trabalho até no máximo seis autores, além disso,
citar os seis autores e usar a expressão et al.


Exemplos de referências:
Livro
Melberg JR, Ripa LW, Leske GS. Fluoride in preventive dentistry: theory and clinical
applications. Chicago: Quintessence; 1983.
Capítulo de Livro
Verbeeck RMH. Minerals in human enamel and dentin. ln: Driessens FCM, Woltgens
JHM, editors. Tooth development and caries. Boca Raton: CRC Press; 1986. p.95-152.
Artigo de periódico
Veja KJ, Pina I, Krevsky B. Heart transplantation is associated with an increased risk for
pancreatobiliary disease. Ann Intern Med. 1996 Jun 1;124(11):980-3.
Wenzel A, Fejerskov O. Validity of diagnosis of questionable caries lesions in occlusal
surfaces of extracted third molars. Caries Res. 1992;26:188-93.
Artigos com mais de seis autores:
Citam-se até os seis primeiros seguidos da expressão et al.
Parkin DM, Clayton D, Black, RJ, Masuyer E, Friedl HP, Ivanov E, et al. Childhood -
leukaemia in Europe after Chernobyl : 5 years follou-up. Br J Cancer. 1996;73:1006-12.
Artigo sem autor
Seeing nature through the lens of gender. Science. 1993;260:428-9.
Volume com suplemento e/ou Número Especial
Ismail A. Validity of caries diagnosis in pit and fissures [abstract n. 171]. J Dent Res
1993;72(Sp Issue):318.
Fascículo no todo
Dental Update. Guildford 1991 Jan/Feb;18(1).
Trabalho apresentado em eventos
Matsumoto MA, Sampaio Góes FCG, Consolaro A, Nary Filho H. Análise clínica e
microscópica de enxertos ósseos autógenos em reconstruções alveolares. In: Anais da
16a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - SBPqO; 1999
set. 8-11; Águas de São Pedro (SP). São Paulo: SBPqO; 1999. p. 49, resumo A173.
Trabalho de evento publicado em periódico
Abreu KCS, Machado MAAM, Vono BG, Percinoto C. Glass ionomers and compomer
penetration depth in pit and fissures. J Dent Res 2000;79(Sp. Issue) 1012.
Monografia, Dissertação e Tese
Pereira AC. Estudo comparativo de diferentes métodos de exame, utilizados em
odontologia, para diagnóstico da cárie dentária. São Paulo; 1995. [Dissertação de
Mestrado - Faculdade de Saúde Pública da USP].
Artigo eletrônico:
Lemanek K. Adherence issues in the medical management of asthma. J Pediatr Psychol
[Internet]. 1990 [Acesso em 2010 Abr 22];15(4):437-58. Disponível em:
http://jpepsy.oxfordjournals.org/cgi/reprint/15/4/437
Observação: A exatidão das referências é de responsabilidade dos autores.


6 - DA SUBMISSÃO DO TRABALHO
6.1 A submissão dos trabalhos deverá ser feita pelo site
https://periodicos.ufba.br/index.php/revfo ou para o e-mail revfoufba@hotmail.com
6.2 Deverá acompanhar o trabalho uma carta assinada por todos os autores (Formulário
Carta de Submissão) afirmando que o trabalho está sendo submetido apenas a
Revista da Faculdade de Odontologia da UFBA, bem como, responsabilizando-se
pelo conteúdo do trabalho enviado à Revista para publicação.
6.3 Declaração assinada por todos os autores de concordância com a cessão de direitos
autorais.
6.4 Deverá acompanhar o trabalho uma declaração de conflito de interesse. Caso exista
alguma relação entre os autores e qualquer entidade pública ou privada que possa
gerar conflito de interesse, esta possibilidade deverá ser informada.
6.5 Parecer de comitê de ética reconhecido pelo Comitê Nacional de Saúde (CNS) -
para estudos de experimentação humana e animal.
OS CASOS OMISSOS SERÃO RESOLVIDOS PELO CONSELHO EDITORIAL.
CHECK-LIST: verificar antes do envio do artigo à revista
• Carta de submissão;
• Declaração de Cessão de Direitos Autorais;
• Declaração de Conflito de Interesse;
• Arquivo de folha de rosto (Title Page, em formato DOC).
• Arquivo do texto principal (Main Document, manuscrito), em formato DOC. O
texto deve apresentar-se em fonte ARIAL tamanho 11, espaçamento entre as
linhas de 1,5, em folhas A4, com margens de 3 cm e com no máximo 15 páginas,
excluindo referências e ilustrações (gráficos, fotografias, tabelas etc.);
• Tabelas, em formato DOC.
• Figuras: Fotografias, micrografias, radiografias, gráficos, desenhos, esquemas e
demais ilustrações vetoriais (resolução mínima de 300 DPI e tamanho máximo
de 6 cm de altura x 8 cm de largura, em formato TIFF, JPG OU GIF). Cada uma
das figuras deve ser submetida em arquivos separados e individuais. Também
devem ser inseridas no arquivo de texto, conforme sua ordem de citação.
• Lista de referências, de acordo com as normas do Uniform requirements for
manuscripts submitted to Biomedical Journals (Vancouver, JAMA,
1997;277:927-34);
• Trabalho que envolva estudo com seres humanos e animais deverá apresentar
a carta de aprovação de Comitê de Ética e Pesquisa registrado no CONEP.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.