PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES E TRATAMENTOS REALIZADOS NA DISCIPLINA DE ENDODONTIA / EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF PATIENTS AND TREATMENTS PERFORMED IN THE ENDODONTIC CLINIC

Autores

  • Keila da Silva Guimarães
  • Brena Teixeira Costa
  • Érika Sales Joviano Pereira
  • Maria Cristina Teixeira Cangussu
  • Erica dos Santos Carvalho

Palavras-chave:

Epidemiologia, Doenças da Polpa Dentária, Endodontia, Epidemiology, Dental Pulp Diseases, Endodontics

Resumo

Objetivo: Este trabalho teve como objetivo verificar o perfil epidemiológico
da população atendida e dos tratamentos realizados na disciplina
de Endodontia da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da
Bahia (FOUFBA). Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo Observacional
Retrospectivo com a análise de prontuários de pacientes atendidos
na disciplina no período de 2014 a 2017, constituindo uma amostra
de 373 prontuários. Foram coletados os seguintes dados: gênero, idade,
etiologia da alteração pulpar, queixa principal, elemento dentário tratado
endodonticamente e diagnóstico. Resultados: Os resultados demonstraram
maior ocorrência do gênero feminino (62%), na faixa etária de 31 a
40 anos (n=74), sem diferença estaticamente significante entre ambos os
sexos. A etiologia da alteração pulpar, na maior parte dos casos, foi relacionada
com a doença cárie (n=327), seguido de traumatismos dentários
(n=40) e em menor parte por outros motivos, incluindo finalidade protética
(n=6), acometendo indistintamente indivíduos de ambos os gêneros
(P<0,05). Os dentes mais acometidos foram os pré-molares (n=178), seguidos
pelos incisivos (n=117) (P<0,05). Quanto ao diagnóstico, as patologias
pulpares e periapicais encontradas foram em ordem decrescente: Pulpite
Irreversível Sintomática (40%), Periodontite Apical Assintomática (29,5%),
Necrose Pulpar sem lesão periapical (25,7%) e 4,8% Retratamentos devido
à reinfecção do canal radicular. A dor foi a queixa principal mais relatada
(70,5%), seguida de encaminhamentos de outras disciplinas (26,2%), ou
com finalidade protética sem sinal ou sintoma de alteração pulpar (2,9%).

Conclusões: Observou-se a importância de traçar metas para prevenção
das doenças pulpares nos pacientes e melhoria dos tratamentos endodônticos
realizados na FOUFBA.

Objective: This study aimed to verify the epidemiological profile of the
population served and the treatments performed in the Endodontics
discipline of the Faculty of Dentistry of the Federal University of Bahia
(FOUFBA). Materials and Methods: A Retrospective Observational study
was carried out with the analysis of medical records of patients attended
in the discipline from 2014 to 2017, constituting a sample of 373 medical
records. The following data were collected: gender, age, etiology of
pulpal alteration, main complaint, endodontically treated dental element
and diagnosis. Results: The results showed a greater occurrence of the
female gender (62%), in the age group of 31 to 40 years (n=74), without
statistically significant difference between both sexes. The etiology of
pulpal alteration was, in most cases, related to caries disease (n=327), followed
by dental trauma (n=40), and to a lesser extent by other reasons, including
prosthetic purpose (n=6). indistinctly individuals of both genders
(P<0.05). The most affected teeth were the premolars (n=178), followed by
the incisors (n=117) (P<0.05). As to the diagnosis, the pulp and periapical
pathologies found were in descending order: Symptomatic Irreversible
Pulpitis (40%), Asymptomatic Apical Periodontitis (29.5%), Pulp Necrosis
without periapical lesion (25.7%) and 4.8% Retreatment due to reinfection
of the root canal. Pain was the most reported major complaint (70.5%),
followed by referrals from other disciplines (26.2%), or with prosthetic
purpose with no sign or pulp alteration symptom (2.9%). Conclusions: In
conclusion, it was observed the importance of establishing goals for the
prevention of pulp diseases in patients and improvement of endodontic
treatments performed at FOUFBA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-06-03

Como Citar

Guimarães, K. da S., Costa, B. T., Joviano Pereira, Érika S., Teixeira Cangussu, M. C., & Carvalho, E. dos S. (2020). PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES E TRATAMENTOS REALIZADOS NA DISCIPLINA DE ENDODONTIA / EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF PATIENTS AND TREATMENTS PERFORMED IN THE ENDODONTIC CLINIC. Revista Da Faculdade De Odontologia Da Universidade Federal Da Bahia, 50(1), 7–14. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revfo/article/view/37109

Edição

Seção

Artigos Originais/ Original Papers