IMPLANTE IMEDIATO COM PROVISIONALIZAÇÃO IMEDIATA: UMA REVISÃO DE LITERATURA DOS FATORES ENVOLVIDOS NA ESTABILIDADE PERI- IMPLANTAR

Autores

  • Danielle Fernandes
  • Fabiana Duarte
  • Sandro Bittencourt

Resumo

Após a exodontia de uma unidade dentária o alvéolo passa por um processo de remodelação, mesmo após a implantação imediata, o que pode interferir esteticamente no tratamento executado. A estabilidade do tecido peri-implantar neste contexto é um dos aspectos que contribui com a estética e pode sofrer influência de vários fatores, dentre os quais biótipo gengival, tipo de cirurgia

(com ou sem retalho), espessura da tábua óssea, distância entre implante e

parede alveolar vestibular, posicionamento do implante e preenchimento do

gap”, que serão abordados neste trabalho. Vislumbrando uma Odontologia

baseada em evidências alguns artigos científicos foram revisados e aspectos qu

parecem interferir nas transformações peri-implantares foram pontuados. Apesar

da falta de padronização entre as metodologias dos estudos consultados, o que

dificulta a comparação entre os resultados e estabelecimento da superioridade

entre materiais utilizados, foi possível concluir que o biótipo gengival exerce

influência na estabilidade dos tecidos peri-implantares. Além disso nota-se a

necessidade de estudos clínicos controlados e com metodologia bem descrita

à fim de facilitar as comparações dos resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-12-28

Como Citar

Fernandes, D., Duarte, F., & Bittencourt, S. (2021). IMPLANTE IMEDIATO COM PROVISIONALIZAÇÃO IMEDIATA: UMA REVISÃO DE LITERATURA DOS FATORES ENVOLVIDOS NA ESTABILIDADE PERI- IMPLANTAR. Revista Da Faculdade De Odontologia Da Universidade Federal Da Bahia, 42(1). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revfo/article/view/14773

Edição

Seção

Artigos de Revisão de Literatura/ Reviews of the Literature