QUANDO INICIAR OS CUIDADOS BUCAIS DO BEBÊ?

Autores

  • Ana Carla Robatto Nunes
  • Renato Magalhães Costa
  • Lavyne Oliveira Bahia
  • Flávia Godinho Costa Wanderley
  • Hugo Martins Rocha

Resumo

Objetivo: Analisar a opinião de Odontopediatras e Cirurgiões-Dentistas que atendem crianças sobre os cuidados bucais necessário para saúde do bebê. Material e métodos: Estudo prospectivo, com delineamento transversal, ca- ráter exploratório e abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 53 profissionais e a coleta de dados foi conduzida em Salvador (BA), entre feve- reiro e novembro de 2013, com o uso de um questionário estruturado com 15 questões. Resultados: Entre os profissionais incluídos no estudo, 92% eram do sexo feminino e 66% tinham pós-graduação em Odontopediatria. A fase edêntula foi citada como o momento ideal tanto para acontecer o primeiro atendimento odontológico (90%) quanto para iniciar a higiene bucal do bebê (98%), sendo a gaze estéril (47%) associada à água filtrada (79%) a combinação mais recomendada. Após a irrupção do primeiro dente decíduo, a indicação mais citada foi o uso da dedeira (38%) associada ao dentifrício não fluoretado (45%), recomendação modificada para escova de dente (98%) com dentifrício não fluoretado (53%) após a irrupção do primeiro molar decíduo. Caso o bebê apresentasse atividade de cárie, 74% recomendariam o uso de dentifrícios flu- oretados. Os voluntários preconizavam dentifrício fluoretado em quantidade semelhante a um grão de arroz para crianças menores de quatro anos (80%) e do tamanho de um grão de ervilha nos pacientes maiores que essa idade (75%). Conclusão: Os voluntários recomendam um início precoce de cuidados bucais nos bebês, se mostram cautelosos sobre o uso de dentifrícios fluoretados na primeira infância, mas estimulam seu uso em pacientes com atividade de cárie.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-03-16

Como Citar

Nunes, A. C. R., Costa, R. M., Bahia, L. O., Wanderley, F. G. C., & Rocha, H. M. (2018). QUANDO INICIAR OS CUIDADOS BUCAIS DO BEBÊ?. Revista Da Faculdade De Odontologia Da Universidade Federal Da Bahia, 44(1). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revfo/article/view/14514

Edição

Seção

Artigos Originais/ Original Papers