OBTENÇÃO DE MODELOS EM ORTODONTIA – UM GUIA CLÍNICO PARTE 2: MODELAGEM

Autores

  • Marcos Alan Viera Bittencourt
  • Márcio Costa Sobral

Resumo

Os modelos de estudo, em Ortodontia, permitem a realização de uma análise tridimensional da oclusão do paciente, possibilitando a observação de aspec- tos de fundamental importância, como as inclinações axiais dos dentes, seu alinhamento nas respectivas arcadas, más posições individuais, assimetrias, desvios de linha média, formato do palato, enfim, uma série de detalhes que poderiam  passar  despercebidos  ao  exame  clínico.  Além  disso,  constituem valiosa fonte de registro legal, sendo de grande utilidade na comparação das diferentes fases do tratamento, na transferência de pacientes e no reestudo de casos anteriormente tratados. Dada a sua importância, parece óbvio que estes devem reproduzir perfeitamente a condição existente na boca. Para tal, é indispensável que o profissional tenha conhecimento profundo a respeito da técnica e dos materiais envolvidos nas duas principais etapas do processo, a moldagem precisa da região de interesse e o preenchimento adequado da mesma. O objetivo deste trabalho, no presente capítulo, é revisar a literatura existente sobre a técnica de modelagem em Ortodontia e descrever um pro- tocolo para a adequada realização desta etapa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-03-16

Como Citar

Bittencourt, M. A. V., & Sobral, M. C. (2018). OBTENÇÃO DE MODELOS EM ORTODONTIA – UM GUIA CLÍNICO PARTE 2: MODELAGEM. Revista Da Faculdade De Odontologia Da Universidade Federal Da Bahia, 43(1). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revfo/article/view/14484

Edição

Seção

Artigos de Revisão de Literatura/ Reviews of the Literature