ETIOLOGIA DAS FISSURAS LABIO-PALATINAS: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Samário Cintra Maranhão
  • Jamile de Oliveira Sá
  • Letícia Telles
  • Sílvia Regina de Almeida Reis
  • ALena R. A. Peixoto Medrado

Resumo

As fendas labiais, labiopalatinas e palatinas são anomalias resultantes de de- feitos na fusão dos processos craniofaciais. Estas alterações apresentam uma incidência variada e são mais comuns na forma não sindrômica (FL/PNS). A etiologia desta anomalia é considerada multifatorial, com fortes evidências da interferência de fatores genéticos e ambientais. Etnia, uso de tabaco e álcool são exemplos de fatores que interferem no risco para o desenvolvimento das fissuras. O completo entendimento deste conjunto de fatores é fundamental para a formulação de estratégias para o desenvolvimento de novos estudos que objetivem relacionar o desenvolvimento das fissuras e as suas condicionantes genéticas e ambientais. Um levantamento epidemiológico alicerçado em uma sólida base teórica se desenvolve de forma mais objetiva e eficaz. A posse deste conhecimento permitirá, a posteriori, o entedimento de dados coletados e o desenvolvimento de estratégias de intervenção com finalidade preventiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-03-16

Como Citar

Maranhão, S. C., Sá, J. de O., Telles, L., Reis, S. R. de A., & Medrado, A. R. A. P. (2018). ETIOLOGIA DAS FISSURAS LABIO-PALATINAS: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Revista Da Faculdade De Odontologia Da Universidade Federal Da Bahia, 43(1). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revfo/article/view/14482

Edição

Seção

Artigos de Revisão de Literatura/ Reviews of the Literature