FEMINISTA, EU? RESENHA DO LIVRO DE HELOISA BUARQUE DE HOLLANDA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/rf.v10i2%20e%203.51677

Palavras-chave:

resenha;feminismo;crítica cultural

Resumo

Resenha do livro HOLLANDA, Heloisa Buarque de. Feminista, eu? Literatura, Cinema Novo e MPB. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 224 p, 2022.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina VR Santos, IFSP São Paulo-Pirituba

Doutora em Sociologia pela UNICAMP (2013), Mestre em Sociologia pela UNICAMP (2008) e bacharel e licenciada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (2003). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Teoria Sociológica, Sociologia Ambiental, Pensamento social brasileiro e Sociologia Rural. Atualmente é Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de São Paulo, campus São Paulo-Pirituba e desenvolve pesquisas que refletem as relações entre juventude, feminismo e periferia.

Referências

BALIEIRO, Fernando. Carmen Miranda entre os desejos de duas nações: cultura de massas, performatividade e cumplicidade subversiva em sua trajetória. Tese (Doutorado), Programa de Pós-Graduação em Sociologia, UFSCAR, São Carlos-SP, 2014, 325 p.

BANET-WEISER, Sarah. Postfeminism and Popular Feminism. In: Feminist Media Histories, v.4, n. 2, p. 152-156, 2018.

CORRÊA, Lays. Entre sons e ruídos: considerações sobre gênero nas tradições rurais e na música caipira. Revista Aurora, v.9, n.01, p. 01-22, 2016.

HOLLANDA, Heloísa B. Impressões de viagem: CPC, vanguarda e desbunde. São Paulo, Brasiliense, 1981.

___________________. Explosão Feminista: arte, cultura, política e universidade. São Paulo: Cia das Letras, 2018.

___________________. Pensamento feminista Brasileiro: formação e contexto. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019.

_________________. Pensamento feminista: Conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019.

_________________. Pensamento feminista hoje: perspectivas decoloniais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2020.

_________________. Pensamento feminista hoje: sexualidades no Sul Global. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2020.

RAGO, Margareth. A “mulher cordial”: feminismo e subjetividade. In: Revista Verve, São Paulo, n. 6, p.279-296, 2004.

______________. A aventura de contar-se: feminismos, escritas de si e invenções da subjetividade. Campinas: Ed. da UNICAMP, 2013.

Downloads

Publicado

2022-12-28

Como Citar

SANTOS, A. C. V. FEMINISTA, EU? RESENHA DO LIVRO DE HELOISA BUARQUE DE HOLLANDA. Revista Feminismos, [S. l.], v. 10, n. 2 e 3, 2022. DOI: 10.9771/rf.v10i2 e 3.51677. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/51677. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Resenhas