Buscando ar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/rf.v10i1.44385

Resumo

Neste ensaio eu relato uma vivência pandêmica que não começou e não se encerrou naquele momento. Relato uma ferida que foi aberta a mais de quinhentos anos e que, ainda hoje permanece em carne viva. Até quando?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Maria Cerqueira da Silva, UEFS/FAT

Doutora (2016) pelo Programa de Pós-graduação em Controladoria e Contabilidade da FEA/USP. Possui graduação em Administração pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1994) e Mestrado em Cultura, Memória e Desenvolvimento Regional pela Universidade do Estado da Bahia (2007). Atualmente é Assessora Especial de Políticas Afirmativas - Analista Universitário e Professora Adjunta da Universidade Estadual de Feira de Santana. Professora Assistente e Membro do Núcleo Docente Estruturante do curso de Administração da Faculdade Anísio Teixeira. Có-Fundadora e Pesquisadora em Gênero e Raça GENERA. Pesquisadora Associada Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM) - FFCH/UFBA. Linha de Pesquisa: Gênero, Ciência e Educação.

Referências

Não se aplica

Downloads

Publicado

2022-07-01

Como Citar

SILVA, S. M. C. da. Buscando ar. Revista Feminismos, [S. l.], v. 10, n. 1, 2022. DOI: 10.9771/rf.v10i1.44385. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/44385. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

DEPOIMENTOS