A CONSTRUÇÃO SUBJETIVA DE UMA ANTIGA PROSTITUTA: NARRATIVAS DE MEMÓRIA. SERRA-ES (1970-1980)

Autores

  • Mirela Marin Morgante Universidade Federal do Espírito Santo
  • Maria Beatriz Nader Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

Em Vitória (ES-Brasil), o poder estatal implantou uma política de ordenamento social e higienização do centro da cidade em fins dos anos de 1960, expulsando prostitutas e as direcionando para São Sebastião, um bairro na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV), próximo ao recém-inaugurado Porto de Tubarão. O território se tornou a principal área de prostituição da RMGV, para onde se direcionaram diversas mulheres em busca de melhores condições de vida e de realização pessoal segundo suas próprias percepções. Por meio da História Oral de vida, este artigo evidencia a trajetória prostitucional de Diane, uma mulher que chegou no território aos 9 anos de idade, em meados da década de 1970, e nesse lugar construiu sua subjetividade singular, a partir de suas vivências no local e de suas memórias.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mirela Marin Morgante, Universidade Federal do Espírito Santo

Pós-doutoranda, Doutora (2020) e Mestra (2015) em História Social das Relações Políticas pela Universidade Federal do Espírito Santo - Ufes, Licenciada e Bacharel em História na Ufes. Participou do Programa de Doutorado Sandwich no Exterior da CAPES, realizando estágio de Pesquisa no Instituto de Pesquisas e Estudos Feministas (IREF) da Universidade do Quebec em Montréal (UQÀM). É integrante do Laboratório de Estudos em Gênero, Poder e Violência (LEGPV-Ufes). Está coordenadora do GT Regional de Gênero da ANPUH (Associação Nacional de História) – Espírito Santo. Atua com pesquisas voltadas para a História da Prostituição e das Mulheres no Brasil e no Espírito Santo. Tem experiência na área de História das Mulheres, História do Espírito Santo e do Brasil República. Também atua no meio audiovisual, na produção, direção e roteirização de obras voltadas, sobretudo, para a temática feminista.

Maria Beatriz Nader, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), coordenadora do Laboratório de Estudos de Gênero, Poder e Violência (LEG/UFES), Mestra em História e Filosofia da Educação, Doutora em História Econômica pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutora em Sociologia Política pela Universidade Estadual do Norte Fluminense. É coordenadora do GT Regional de Gênero da ANPUH (Associação Nacional de História) – Espírito Santo, membro da Academia Feminina Espírito-santense de Letras. Suas pesquisas se direcionam para a História do Tempo Presente e estuda basicamente História da Família, das Relações de Gênero e Demografia Histórica.

Referências

BENATTI, Antonio Paulo. O centro e as margens: boemia e prostituição na 'capital mundial do café' (Londrina: 1930-1970). 1996. 241f. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1996.

BERGSON, Henri. Matéria e memória: ensaio sobre a relação do corpo com o espírito. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismos e subversão da identidade. 11 ed. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2016.

CORBIN, Alain. Les filles de noce: misère sexuelle et prostitution aux 19e et 20e siècles. 6 ed. Paris: Editions Aubier Montaigne, 1978

DELEUZE, Gilles. "Il faut défendre la societé". Cours au Collège de France. 1976. Paris: Gallimard-Seuil, 1997.

DELEUZE, Gilles. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 2013, p. 115.

ENGEL, Magali. Meretrizes e doutores: saber médico e prostituição no Rio de Janeiro (1840-1890). 2 ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 2004.

FERRARI, Maryana Cunha. Vila Palmira: prostituição e memória na grande Florianópolis nas décadas de 1960 a 1980. 2008. 126f. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. 2 ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979;

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade II: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1984;

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade III: o cuidado de si. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 18 ed. Rio de Janeiro: Graal, 2003.

FREYRE, Gilberto. Casa-grande & senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 23ª ed. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1984.

GONZALES, Lélia. Racismo e sexismo na cultura brasileira. Revista Ciências Sociais Hoje, Anpocs, Fortaleza, p. 223-243, 1984. Disponível em: <https://sociologiareflexaoeacao.wordpress.com/2015/11/07/lelia-gonzalez-racismo-e-sexismo-na-cultura-brasileira/>. Acesso em: 20 out. 2020.

KNEELAND, George J. Commercialized prostitution in New York city. New York: Century Company, 1913.

LACASSE, Danielle. La prostitution féminine à Montréal, 1945-1970. Montréal: Boréal, 1994

LEITE, Juçara Luzia. República do Mangue: controle policial e prostituição no Rio de Janeiro (1954-1974). São Caetano do Sul: Yendis Editora, 2005.

LIMOGES, Thérèse. La prostitution à Montréal: comment, pourquoi certaines femmes deviennent prostituées. Étude sociologue et criminologue. Montréal: Les Éditions de l'homme, 1967.

MEIHY, José C. S. B. Prostituição à brasileira: cinco histórias. São Paulo: Contexto, 2015.

MEIHY, José C. S. B.; HOLANDA, Fabíola. História oral: como fazer, como pensar. São Paulo: Contexto, 2007.

MORGANTE, Mirela Marin. “Se você não for minha, não será de mais ninguém”: as denúncias registradas na DEAM/Vitória-ES (2002-2010). Vitória: Editora Milfontes, 2009.

NADER, Maria Beatriz. Cidades, aumento demográfico e violência contra a mulher: o ilustrativo caso de Vitória-ES. Dimensões - Revista de História da UFES. Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo. Centro de Ciências Humanas e Naturais, nº 23, 2009, p. 156-171.

PERROT, Michelle. Les femmes ou les silences de l'histoire. Paris: Flammarion, 1998.

RAGO, Margareth. Os prazeres da noite: prostituição e códigos de sexualidade feminina em São Paulo, 1890-1930. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

SILVA, Madson Gonçalves da. Crescimento urbano-industrial e a dinâmica migratória na Região Metropolitana da Grande Vitória (1960-2010): as particularidades socioespaciais dos impactos no município da Serra. 2015. 121f. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2015. Disponível em: http://www.historia.ufes.br/pt-br/pos-graduacao/PPGHIS/detalhes-da-tese?id=7647. Acesso em: 14 mai. 2020.

THOMPSON, Paul. A voz do passado: história oral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

Downloads

Publicado

2021-05-09

Como Citar

Morgante, M. M., & Nader, M. B. (2021). A CONSTRUÇÃO SUBJETIVA DE UMA ANTIGA PROSTITUTA: NARRATIVAS DE MEMÓRIA. SERRA-ES (1970-1980). Revista Feminismos, 9(1). Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/43265

Edição

Seção

Artigos