MULHERES IDOSAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR: uma investigação sociodemográfica e processual no ministério público do estado da Bahia

Autores

  • Celiza Maria Souto Terto
  • Vanessa Ribeiro Simon Cavalcanti
  • Josimara Delgado

Resumo

Contextualizar o perfil das mulheres idosas atendidas em Promotoria especializada no Ministério Público do Estado da Bahia, na comarca de Salvador, é premissa dessa investigação. Objetivou-se mapear a realidade local de idosas atendidas através de reflexões epistemológicas permeadas pela Teoria Crítica e Direitos Humanos, além de narrativas. Foram analisados 80 processos do ano 2015, com pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas com cinco idosas. Os resultados indicaram vítimas acima dos 80 anos (40%), sendo que mais de 60% delas vivem com filho/a(s) – os/as principais agressores/as (73%). Em 45% dos casos ocorreram múltiplas violências. Nas entrevistas, a categorização de elementos como conflitos intergeracionais, configurações domésticas diversificadas, resiliência e resistências revelou que a intervenção institucional não foi determinante para encerrar a violência.

Palavras - chave: Mulheres idosas; Famílias; Violências; Justiça

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-03-20

Como Citar

TERTO, C. M. S.; CAVALCANTI, V. R. S.; DELGADO, J. MULHERES IDOSAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR: uma investigação sociodemográfica e processual no ministério público do estado da Bahia. Revista Feminismos, [S. l.], v. 6, n. 2, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/30391. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Justiça Reprodutiva