O LUGAR DAS DISCUSSÕES DE GÊNERO NA FORMAÇÃO DE ASSISTENTES SOCIAIS DO PARANÁ

Autores

  • Tânia Gracieli Vega Incerti
  • Glacielli Thaiz Souza de Oliveira
  • Lindamir Salete Casagrande

Resumo

Este artigo tem por finalidade apresentar o resultado de uma pesquisa cujo objetivo foi identificar, nos cursos de Serviço Social presenciais do Paraná, qual o locus de discussão das relações de gênero na formação acadêmica das/os estudantes. Para o alcance desse objetivo, esta pesquisa, terá como técnica a aplicação de questionário virtual às/aos coordenadoras/es de curso de Serviço Social do Paraná. Esse questionário conta com 14 perguntas abertas e fechadas. Quanto à estrutura, este artigo está dividido em três momentos. No primeiro, traremos um breve relato da categoria gênero através de autoras/es que discutem a temática. No segundo, abordaremos um retrato histórico da construção do Serviço Social e os encontros e desencontros com o debate de gênero. O terceiro momento, será destinado as análises dos dados a partir das respostas obtidas junto as/aos Coordenadoras/es dos cursos de Serviço Social presencial no Paraná, referenciando o questionamento de qual é o lócus de discussão de gênero nesses cursos. Acreditamos que essa discussão permeia toda a sociedade, especialmente as políticas públicas e está imbuída nos princípios do Código de Ética Profissional de 1993, assim, as questões de gênero, se constituem como exigências e demandas ao Serviço Social. Desta forma, a discussão e análise desse tema são fundamentais para a eliminação de práticas que expressem valores de desigualdades entre o homem e a mulher, desrespeito aos direitos sociais e deve fazer parte da formação acadêmica das/os profissionais em Serviço Social.

Palavras - chave: Serviço Social; Relações de Gênero; Formação Acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-03-20

Como Citar

INCERTI, T. G. V.; OLIVEIRA, G. T. S. de; CASAGRANDE, L. S. O LUGAR DAS DISCUSSÕES DE GÊNERO NA FORMAÇÃO DE ASSISTENTES SOCIAIS DO PARANÁ. Revista Feminismos, [S. l.], v. 6, n. 2, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/30387. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos