POLÍTICA DE CITAÇÃO E OS USOS DA TEORIA FEMINISTA E QUEER FRANCÓFONA NO PPGNEIM/UFBA: avaliação da primeira década do programa

Autores

  • Felipe Bruno Martins Fernandes NEIM/UFBA

Resumo

Nesse artigo analiso os usos das teorias feministas e queer francófonas no Programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismos (PPGNEIM) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O programa foi criado em 2006 e segue uma orientação interdisciplinar que está em processo de consolidação como modelo da pós-graduação brasileira. O programa produziu 77 dissertações de mestrado e 24 teses de doutorado, em um período de 10 anos, nos quais podemos perceber a influência de campos teóricos plurais: anglófono, francófono, latino-americano, brasileiro... Nesse artigo foco nas dissertações de mestrado, nas trajetórias de docentes e no referencial bibliográfico para demonstrar a heterogeneidade dos feminismos acadêmicos no Brasil e, em particular, a forma como as teorias feministas francófonas têm sido articuladas na Bahia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-01-08

Como Citar

FERNANDES, F. B. M. POLÍTICA DE CITAÇÃO E OS USOS DA TEORIA FEMINISTA E QUEER FRANCÓFONA NO PPGNEIM/UFBA: avaliação da primeira década do programa. Revista Feminismos, [S. l.], v. 4, n. 2/3, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/30255. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Justiça Reprodutiva