SOLTEIRAS/OS PROCURAM? SOBRE SEXUALIDADE E SOLTEIRICE EM SALVADOR

Autores

  • Darlane Silva Vieira Andrade Universidade Federal da Bahia

Resumo

O texto versa sobre práticas no campo da sexualidade de pessoas solteiras, de classe média urbana, adultas, que moram sozinhas em Salvador, a partir de dados construídos no estudo de tese sobre a temática da solteirice realizada no PPGNEIM/UFBA. Embasado em uma epistemologia feminista e tendo o gênero como a principal categoria adotada para análise dos dados, o estudo utilizou métodos mistos, tendo como instrumentos: grupos focais com 7 participantes, questionário estruturado aplicado a 76 pessoas, entrevistas biográficas com 6 pessoas e observações de campo em espaços de lazer em Salvador. A amostra incluiu pessoas de ambos os sexos, hetero, homo e bissexuais, com idade variando entre 30 e 60 anos (média 38,9). O estudo colaborou para dar visibilidade às práticas no campo da sexualidade de pessoas solteiras, discutindo as possibilidades e limitações encontradas por homens e mulheres solteiros(as) em Salvador, e refletindo sobre as questões de gênero implicadas nestas práticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Darlane Silva Vieira Andrade, Universidade Federal da Bahia

Docente no Departamento de Estudos de Gênero e Feminismo, no Bacharelado em Estudos de Gênero e Diversidade e no Programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres,Gênero e Feminismo, da Universidade Federal da Bahia.

Referências

AMORIM, Nádia. Mulher solteira: do estigma à construção de uma nova identidade. Maceió: EDUFAL, 1992. 192 p.
ANDRADE, Darlane Silva Vieira. Conceitos e significados acerca do estilo relacional ficar: uma análise de discurso entre adultos jovens. CienteFico, v. 3, n. 4, 2004. Disponível em: <http://www.cientefico.frb.br/2004.2/especial_tcc/esp_tccs.andrade.pdf>. Acesso em: 20 nov 2004.
ANDRADE, Darlane Silva Vieira. Dando voz à diversidade: um estudo sobre pessoas solteiras em Salvador. 2007, 166f. Salvador. Dissertação (Mestrado em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo) Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2007.
ANDRADE, Darlane Silva Vieira. A “solteirice” em Salvador: desvelando práticas e sentidos entre adultos/as de classes médias. 2012, 312f. Salvador. Tese (Doutorado em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2012.
ANDRADE, Darlane Silva Vieira. A solteirice na vida adulta: reflexões para estudos e atuação na psicologia. In: ANDRADE, Darlane, DOS SANTOS, Helena, DENEGA, Alessa (org.) Gênero na Psicologia: saberes e práticas. Salvador: Conselho Regional de Psicologia da Bahia, 2016
ARAÚJO, Maria de Fátima. Gênero e família na construção de relações democráticas. In: FÉRES-CARNEIRO, Terezinha. Casal e família: permanências e rupturas. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2009. p. 9-23.
BROWN, Helen Gurley. A vida sensual da mulher solteira. Rio de Janeiro: Artenova, 1972.
BAUMAN, Zigmunt. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Zorge Zahar Editor, 2004. 192 p.
BECK, Ulrich; BECK-GERNSHEIM, Elisabeth. El normal caos del amor. Barcelona: El Roure, 1998.
BUDGEON, Shelly. Couple culture and the production of singleness. Sexualities, v. 11, n. 3, p. 301-325, 2008.
BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. 236 p.
CHACHAM, Andressa Sampaio; MAIA, Mônica Bara. Corpo e Sexualidade da mulher brasileira. In: VENTURI, Gustavo; RECAMÁN, Marisol; OLIVEIRA, Suely de. (org.) A mulher brasileira nos espaços públicos e privado. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2004. p. 75-86.
CARVALHO, Josefa. Sexualidade em mulheres no climatério: grupo reflexivo com mulheres maduras, solteiras e independentes financeiramente. Monografia (Graduação em Psicologia)  Faculdade Ruy Barbosa, Salvador, 2003.
CHAVES, Jaqueline. Ficar com: um novo código entre jovens. 2. ed. Rio de Janeiro: Revan, 1997. 156 p.
DAVIES, Katherine. Friendship and personal life. In: MAY, Vanessa. Sociology of personal life. Hampshire New York: Palgrave Macmillan, 2011. p. 72-84.
ELLIOT, Heather. The use of diaries in sociological research on health experience. Sociological Research Online, v. 2, n. 2, 1997. Disponível em: <http://www.socresonline.org.uk/2/2/contents.html >. Acesso em: 15 ago. 2016.
FÉRES-CARNEIRO, Terezinha. A escolha amorosa e interação conjugal na heterossexualidade e na homossexualidade. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 10, n. 2, 1997. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79721997000200012&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 20 dec. 2012.
FOUCAULT, Michel. Historia da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1988. v. 1.
GARCIA, Antonia. Desigualdades raciais e segregação urbana em antigas capitais: Salvador, cidade d’Oxum e Rio de Janeiro, cidade de Ogum. Rio de Janeiro: Garamond, 2009. 544 p.
GIDDENS, Anthony. A transformação da intimidade: sexualidade, amor e erotismo nas sociedades modernas. São Paulo: UNESP, 1993. 228 p.
GONÇALVES, Eliane. Vidas no singular: noções sobre “mulheres sós” no Brasil contemporâneo. Campinas, 2007, 275 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007. Disponível em: <http://www.agencia.fapesp.br/arquivos/vidas_no_singular.pdf>. Acesso em: 10 jun. 2011.
GONÇALVES, Eliane. Nem só nem mal acompanhada: reinterpretando a “solidão” das “solteiras” na contemporaneidade. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 15, n. 32, p. 189-216, jul./dez. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ha/v15n32/v15n32a09.pdf>. Acesso em: 10 jun. 2011.
HARAWAY, Donna. Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. Cadernos Pagu, Campinas, n. 5, p. 7-41, 1995. Disponível em: <http://www.ifch.unicamp.br/pagu/sites/www.ifch.unicamp.br.pagu/files/pagu05.02.pdf>. Acesso em: 18 out. 2012.
HARDING, Sandra. Existe un método feminista?. In: BARTRA, Eli (Org.). Debates en torno a una metodología feminista. México, D.F.: UNAM, 1998. p. 9-34.
HITA, Maria Gabriela. Esterilização e pobreza: necessidades, falta de opção ou decisão? In: COSTA, Ana Alice Alcantara; ALVES, Ivia (Org.). Ritos, mitos e fatos: mulher e gênero na Bahia. Salvador, Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher, FFCH/UFBA, 1997. p.91-101. (Coleção Bahianas, 1).
JABLONSKI, Bernardo. Crenças e crendices sobre a sexualidade humana. Psicologia teoria e pesquisa, Brasília, v. 14, n. 3, p. 209-218, set./dez. 1998.
JAMIESON, Lynn. Intimacy transformed? Sociology, v. 33, n. 3, p. 477-494, August 1999. Disponível em: <http://soc.sagepub.com/content/33/3/477.short?rss=1&ssource=mfr>. Acesso em: 20 abr. 2011.
JAMIESON, Lynn. Intimacy: personal relationships in modern societies. Cambridge, Polity Press, 2005.
MAGALHÃES, Andrea Seixas; FERÉS-CARNEIRO, Terezinha. Conjugalidade e subjetividades contemporâneas: o parceiro como instrumento de legitimação do “eu”. In: Segundo encontro mundial dos estados gerais da psicanálise, Rio de Janeiro, 2003.
MARTINEZ, Ana S. Por que una Geografia de Género? In: MARTINEZ, Ana S.; MOYA, Juana, M. R.; MUÑOZ, Maria de los Ángeles D. Mujeres, espacio y sociedad: hacia una geografia del género. Madrid: Síntesis, 1995. p.12-21.
MASON, Jennifer. Mixing methods in a qualitatively driven way. Qualitative Research, v. 6, n. 1, p. 9-25, 2006. Disponível em: <http://qrj.sagepub.com/content/6/1/9.abstract>. Acesso em: 5 jun. 2011.
MASTERS, William H.; JOHNSON, Virgínia E. A resposta sexual humana. São Paulo: Rocca, 1984.
MAY, Vanessa. Introducing a sociology of personal life. In: __________. Sociology of personal life. Hampshire New York: Palgrave Macmillan, 2011. p. 1-8.
PAPALIA, Diane E.; OLDS, Sally. W.; FELDMAN, Ruth. D. Desenvolvimento psicossocial na adolescência. In: _______. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artmed, 2006.
REYNOLDS, Jill. The single woman: a discursive investigation. London and New York: Routledge, 2008.
SCOTT, Joan. Gender: a useful category of historical analysis. In: _____. Gender and the politics of history. New York: Columbia University Press, 1988. p. 28-52. [Gênero: uma categoria útil para análise histórica. Recife: SOS Corpo e Cidadania, 1993].
SIMPSON, Roona. Contemporary spinsterhood in Britain: gender, partnership status and social change. 2009, 282 f. Thesis (PhD Social Science) - University of London. London, 2009. Disponível em: <http://etheses.lse.ac.uk/429/1/Simpson_Contemporary%20spinsterhood%20in%20Britain.pdf >. Acesso em: 16 jul. 2016.
SMART, Carol. Personal life: new directions in sociological thinking. Cambridge: Polity Press, 2007. 232 p.
SOJA, Edward. A dialética sócio-espacial. In: ______. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Zahar, 1993. p. 97-116
SOUZA, Amaury de; LAMOUNIER, Bolivar. A classe média brasileira: ambições, valores e projetos de sociedade. Rio de Janeiro: Elsevier; Brasília: CNI, 2010.
SWAIN, Tânia Navarro. O normal e o “abjeto”: a heterossexualidade compulsória e o destino biológico das mulheres. Labrys, Estudos Feministas, n. 6, ago./dez. 2004 Disponível em: <http://www.tanianavarroswain.com.br/labrys/labrys6/lesb/anahita.htm>. Acesso em: 28 maio 2009.
TAVARES, M. S. Os novos tempos e vivências da “solteirice” em compasso de gênero: ser solteira e solteiro em Aracaju e Salvador. 389f. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008. Disponível em: <http://www.ppgcs.ufba.br/site/db/trabalhos/2172009155251.pdf>. Acesso em: 19 jan. 2012.
THOMSON, R. When will I see you again? Strategies for interviewing over time. Paper for presentation at ‘Reflexive methodologies: interviewing revisited’, Helsinki Collegium for Advanced Studies, p. 30-31, October, 2003. Disponível em: <http://www.restore.ac.uk/inventingadulthoods/downloads/when_will_I_see_you.pdf>. Acesso em: 16 ago. 2016.
TRIMBERGER, E. Kay. The new single woman. Boston: Beacon Press, 2005. 316 p.
VAITSMAN, Jeny. Flexíveis e plurais: identidade, casamento e família em circunstâncias pós-modernas. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. 203 p.
VICTORINO, Christiane Machado. Morar só: uma nova opção de vida. Rio de Janeiro: Gryphus, 2001. 122 p.
WEEKS, Jeffrey; HEAPHY, Brian; DONOVAN, Catherine. Same-sex intimacies: families of choice and other life experiments. London: Routledge, 2001. 235 p.
WEEKS, Jeffrey. Sexuality. London: Routledge, 2010.
ZIMMERMAN, Don H.; WIEDER, D. Lawrence. The diary: diary-interview method. Journal of Contemporary Ethnography, v. 5, p. 479-498, 1977. Disponível em: <http://jce.sagepub.com/content/5/4/479>. Acesso em: 4 jul. 2012.

Downloads

Publicado

2018-01-07

Como Citar

ANDRADE, D. S. V. SOLTEIRAS/OS PROCURAM? SOBRE SEXUALIDADE E SOLTEIRICE EM SALVADOR. Revista Feminismos, [S. l.], v. 4, n. 2/3, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/30220. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos