De Mulher para Mulher: o debate de gênero no Serviço Social

Autores

  • Daiana Nardino Dias
  • Luciana Patricia Zucco

Resumo

O trabalho em tela apresenta a produção de conhecimento sobre gênero no Serviço Social. O estudo é de natureza bibliográfica e de abordagem quantitativa, a partir dos anais dos Congressos Brasileiros de Assistentes Sociais (CBAS) e Encontros Nacionais de Pesquisadores em Serviço Social (ENPESS), no período de 2001 a 2013. Os dados asseguram uma visão geral do que vem sendo produzido pelo Serviço Social sobre gênero e de como esta categoria analítica é incorporada pela profissão ao seu corpo de conhecimento. Os resultados apontaram que a produção sobre gênero é uma atividade eminentemente realizada por mulheres e sobre mulheres; de modo geral, houve um aumento do número de artigos publicados sobre gênero ao longo dos treze anos pesquisados; as discussões de gênero são abordadas a partir de temas transversais, com predominância do tema da violência e do trabalho, e residualmente do enfoque no movimento feminista/feminismo e na educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABEPSS. Diretrizes Curriculares Gerais para o Curso de Serviço Social. Rio de Janeiro, 1996.
BANDEIRA, Lourdes. Fortalecimento da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres: Avançar na transversalidade da perspectiva de gênero nas políticas públicas. Brasília, 2005.
BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Edições 70. São Paulo, 1979.
Behring, Elaine Rossetti. Fundamentos de Política Social. MOTA, A. E. [et al] (orgs.). Serviço Social e saúde: formação e trabalho profissional. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2009.
CARDOSO, Isabel Cristina da Costa et al. Proposta básica para o projeto de formação profissional: novos subsídios para o debate. Cadernos Abess: Formação profissional: trajetórias e desafios, São Paulo, v. 7, 1997, p.15-57.
CFESS. Assistentes Sociais no Brasil: Elementos para o estudo do perfil profissional. Brasília: CFESS, 2005.
______. Código de ética do assistente social, 1993. Disponível em: <http://www.cfess.org.br>. Acesso em: 24 fev. 2014.
CISNE, Mirla. Gênero e patriarcado: uma relação necessária para o feminismo. In. Políticas Sociais, Serviço Social e Gênero: múltiplos saberes. QUEIROZ, F.; RUSSO, G. e GURGEL, T.(Orgs.). Mossoró: UERN, 2012
FAURY, Estudando as questões de gênero em serviço social. Pro-Posições (Unicamp), Campinas, v. 14, n.1, p. 107-119, 2003.
IAMAMOTO Marilda V. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 17 ed. São Paulo: Cortez, 2009.
LISBOA, Teresa Kleba. Gênero, feminismo e Serviço Social – encontros e desencontros ao longo da história da profissão. Revista Katalysis, Florianópolis, v. 13, n.1, 2010. p. 66-75.
MIOTO. Regina Celia Tamaso. Família e Políticas Sociais. In: BOSCHETTI, Ivanete et al.(Orgs.) Política Social no Capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2009, p.130-148.
MOREIRA, M. R. de A.; LUZ, L. C. X.; SILVA, M. V.; MIRALES, R.; LISBOA, T. K. O lugar de gênero na formação da/o Assistente Social. CD ROOM ENPESS, 2006.
PISCITELLI, Adriana. Interseccionalidades, categorias de articulação e experiências de migrantes brasileiras. Revista Sociedade e Cultura, v. 11, n. 2, 2008, p. 263-274.
______. "Recriando a (categoria) mulher?" In: ALGRANTI, Leila (Org.). A prática feminista e o conceito de gênero. Campinas: IFCH-Unicamp, 2002. Disponível em: <http://www.pagu.unicamp.br/sites/www.pagu.unicamp.br/files/Adriana 01.pdf>. Acesso em: 15 jun 2014.
RAGO. Margareth. Feminismo e subjetividade em tempos pós-modernos. In: COSTA, C. L. e SCHMIDT, S. P. (Orgs.) Poéticas e políticas feministas. Florianópolis:Ed. Mulheres, 2004.
RODRIGUES, Marlene Teixeira. Política Social e Gênero: um diálogo necessário. In: Boletim do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Política Social (NEPPOS / UnB), n. 15, 2013. Disponível em: <http://www.neppos.unb.br/politizando/POLITIZANDO15.pdf>. Acesso em:25 ago. 2014.
SARDENBERG, Cecília M. B.; MACEDO, Marcia S. Relações de Gênero: uma breve introdução ao tema. In: COSTA, Ana Alice; RODRIGUES, Alexnaldo T. e VANIN, Iole M. (Orgs.). Ensino e Gênero: perspectivas transversais. Salvador: UFBA-NEIM, 2011.
SILVA. Dayse de Paula Marques da. Relações de gênero e etnia em grupos profissionais: refazendo identidades. In: Fazendo Gênero 9, Florianópolis, 2010.
SIMÕES, Pedro e ZUCCO, Luciana. Homens no Serviço Social: primeiras impressões. Revista Libertas, Juiz de Fora, v.10, n.1, 2010. p. 25 – 41.
SPOSATI, Aldaíza. Tendências latino-americanas da política social pública no século 21. Revista Katálysis, Florianópolis v. 14, n. 1, 2011, p. 104-115.
VELOSO, Renato. No caminho de uma reflexão sobre Serviço social e gênero. Revista Praia Vermelha, vol. 2, n. 4, 2001, p. 71-93.
______, Renato. Serviço Social e Gênero: rumo a uma articulação. In: ANAIS DO CBAS, Rio de Janeiro, 2001a.

Downloads

Publicado

2016-09-21

Como Citar

DIAS, D. N.; ZUCCO, L. P. De Mulher para Mulher: o debate de gênero no Serviço Social. Revista Feminismos, [S. l.], v. 3, n. 2/3, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/feminismos/article/view/30150. Acesso em: 29 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Justiça Reprodutiva