Linguagem, discurso e humanismo em organizações de saúde

Autores

Palavras-chave:

Discurso, Humanização, Humanismo nas organizações, Habermas, Organizações de saúde

Resumo

Neste artigo quer-se estabelecer a relação entre o discurso, como uma forma especial de ação comunicativa, e a humanização nas organizações de saúde. Essa discussão tem fortes referências nas teorias do agir comunicativo e do discurso de Jürgen Habermas. Inicia-se com a crítica à burocratização das organizações de saúde feita pela racionalização médica, que cria uma profunda assimetria entre profissionais de saúde e pacientes. Essa desigualdade implica em perda da dimensão humana na atenção à saúde. O artigo foca na questão do poder e na possibilidade de reconstrução racional dasrelações a partir de uma ética do discurso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clóvis Ricardo Montenegro de Lima, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - IBICT 

Doutor e Mestre em Ciência da Informação na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutor e Mestre em Administração na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT). 

Referências

CARVALHO, Lidiane; LIMA, Clóvis Ricardo Montenegro de. Informação, comunicação e inovação: gestão da informação para inovação em uma organização complexa. Informação & Informação, v. 14, n.2, p.1-20, 2009. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/3116/4144. Acesso em: 22 de maio de 2010.

DONABEDIAN, A. Explorations in quality assessment and monitoring, v.1: The definitios of quality and approaches to its assessment. Ann Arbor (Michigan): Health Administration Press, 1980.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 10. ed. Tradução e organização de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Graal, 1992.

HABERMAS, Jürgen. Moral consciouness and communicative action. Cambrigde, Mass: MIT Press, 1990.

HABERMAS, Jürgen. Technique and science as ideology. Boston (Mass): Beacon Press, 1985.

HABERMAS, Jürgen. Lifeworld and system: a critique of functionalist reason. In:The theory of communicative action. Boston (Mass): Beacon Press, 1987,v.2.

LIMA, Clóvis Ricardo Montenegro de. Conselhos de saúde -informação, poder e política social. Rio de Janeiro: Epapers, 2007.

LIMA, Clóvis Ricardo Montenegro de. AIDS -uma epidemia de informações. 2. ed. Rio de Janeiro: E-papers, 2005.

LIMA, Clóvis Ricardo Montenegro de; LIMA, José Rodolfo Tenório; KEMPNER, Fernanda. Problematização e racionalização discursiva dos processos produtivos em organizações. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação, v. 7, n.3, p. 669-692, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jistm/v7n3/09.pdf. Acesso em: 22 de maio de 2011.

LUHMANN, Niklas. Introducción a la teoria de sistemas. Lecciones publicadas por Javier Torres Nafarrete. Guadalajara/Barcelona: Anthropos, 1996.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

LIMA, C. R. M. de. Linguagem, discurso e humanismo em organizações de saúde. Revista Fontes Documentais, [S. l.], v. 3, n. Ed. Especial, p. 141–148, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/RFD/article/view/57837. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

SESSÃO TEMÁTICA II: Comunicação e Divulgação Científica: Impactos Sociais